Conheça 3 jogos de baralhos incríveis para jogar no seu tempo livre

Copag 7 de março de 2016 0
Conheça 3 jogos de baralhos incríveis para jogar no seu tempo livre

Um baralho é a melhor coisa a se ter à mão para um dia livre com os amigos ou a família. As cartas possuem um potencial gigantesco para dar origem a diversos jogos diferentes, na preferência dos seus jogadores. Tem até jogos para quem está sozinho!

Para ajudar você a conhecer as regras e particularidades de alguns dos principais jogos de baralho, nós reunimos a seguir algumas dicas das melhores escolhas para esses dias à toa. Olha só:

1. Cacheta

O objetivo do jogo é formar trincas e/ou sequências, combinando as nove cartas. Uma trinca são três cartas de naipes diferentes do mesmo valor. Uma sequência são três cartas do mesmo naipe em ordem, como por exemplo, dois de espadas, três de espadas e quatro de espadas. Todos os jogadores iniciam a partida com sete ou dez pontos (ou vidas). Quando um jogador bate os demais perdem um ponto. Um jogador sai do jogo chega a zero.

Os jogadores vão comprando cartas e descartando até formar suas trincas e/ou seqüência. Pode-se comprar do monte de compras ou utilizar a última carta descartada. Normalmente quando algum jogador está com duas trincas e uma dupla e só falta uma carta para bater, ele pode dizer “pifei” ou “tô pifado”, avisando outros jogadores. Mesmo que você não esteja pifado poderá dizer que está para assustar os outros jogadores, como forma de blefe.

2. Buraco

Um verdadeiro clássico do baralho não poderia ficar de fora desta lista. Quem nunca reuniu a família ou os amigos para montar canastras e somar pontos? O objetivo do jogo é atingir 1500, 3000 ou 5000 pontos, de acordo com acordo prévio entre os jogadores. Todas as cartas valem pontos, e a contagem deles deverá ser feita da seguinte forma: A batida – 100 pontos Canastra real – 200 pontos Canastra simples ou suja – 100 pontos.

As cartas são distribuídas, após serem cortadas pelo jogador à direita do carteador, uma a uma, ou duas a duas, em sentido horário, fechadas, onze cartas para cada participante. O jogador à esquerda do carteador separará vinte e duas cartas em dois montes de onze cartas cada um, estes dois montes serão colocados a parte do jogo, com a face voltada para baixo, e recebem o nome de morto. Para seis jogadores são três mortos. As cartas que sobrarem serão colocadas no centro da mesa com a face virada para baixo.

3. Paciência

Está sozinho? Isso não significa que você não vai ter como se divertir. O jogo de Paciência, que muita gente deve conhecer por causa do game do Windows, é a pedida ideal para passar o tempo sem precisar de outros jogadores.

A mesa deverá ter quatro espaços, um para cada naipe, onde deverão ser colocadas as cartas em ordem crescente, a partir do ás. O objetivo do jogo é formar quatro pilhas de cartas em sequências que alternem as cores dos naipes, do ás ao rei, em ordem crescente. O jogo começa com 28 cartas dispostas em colunas. A primeira coluna contém uma carta, a segunda duas e assim sucessivamente. A primeira carta da coluna deverá estar sempre voltada para cima. As cartas restantes são empilhadas num estoque.

Quer saber de onde vieram todas essas instruções ou buscar outros tipos de jogos? Então acesse o Wikarta, uma enciclopédia online colaborativa apenas sobre os jogos de cartas, suas regras e variações. Acesse e divirta-se!