“Os Jogadores de Cartas”, o quadro mais caro do mundo

Copag 26 de maio de 2014 0

Obra de Paul Cézanne foi comprada pela família real do Catar por 250 milhões de dólares

Os Jogadores de Cartas, de Paul Cézanne

Dois homens jogando baralho são os astros do quadro mais caro do mundo: “Os Jogadores de Cartas”, do pintor francês Paul Cézanne, foi comprado em 2011 pela família real do Catar por estimados US$ 250 milhões.

Um dos principais inspiradores do cubismo e da arte abstrata, Cézanne era chamado por Picasso de “o pai de todos nós”. A pintura a óleo “Os Jogadores de Cartas” é uma das cinco que compõem a famosa série do artista, criada na virada do século XX. As outras quatro pertencem a grandes museus do mundo: o Metropolitan Museum of Art, de Nova York; o Courtauld, de Londres; o Musée d’Orsay, de Paris; e a Barnes Foundation, na Filadélfia. O recorde anterior pertencia a um quadro de Jackson Pollock, vendido em 2006 ao bilionário mexicano David Martinez por US$ 140 milhões.

 

Nem com um Big One

Só para você ter uma ideia, o prêmio mais alto que um jogador de poker já recebeu até hoje foi US$ 18 milhões, quando Antonio Esfandiari cravou o Big One for One Drop do WSOP, em 2012. Ele teria que vencer o torneio 14 vezes para conseguir a grana necessária para arrematar o quadro de Cézanne.

Antonio Esfandiari ganha o Big One de 2012

Neste ano, o Big One deve pagar US$ 20 milhões, estabelecendo um novo recorde para uma premiação de poker – mas, ainda assim, bem longe do que custa o quadro mais caro do mundo.

E você, o que faria com US$ 250 milhões? 😀