Pokemon 20 anos
Seguir @copag_oficial

Blog Pokémon TCG da Copag

Exibindo a categoria Dicas para montar o seu deck

Ajustes Finais (Base para Construção de Decks prt. 2)

Antônio C. Pereira

Olá amigos e amigas. Hoje nos vamos partir para o ajuste fino do deck que começamos a idealizar e criar algum tempo atrás no artigo “Base para construção de decks”. Muitas vezes perdemos um pouco da empolgação ao vermos as falhas de uma lista e partimos para outra tentativa ou em busca de uma lista pronta, claro as vezes isso é necessário, mas também pode ser uma atitude precipitada em alguns cenários. Por isso vamos a um check list para saber se existe salvação, ou se é melhor voltar à prancheta.

E se…

A primeira questão que pode fazer muita diferença é pensar nas estratégias presentes no metagame atual. Como a nossa lista vai responder a determinada ação como Garbotoxin do Garbodor. Isso nos atrapalha até que ponto? Torna o deck uma sucessão de “compro e passo”? É possível contornar de alguma forma?

 

E como ele reage a um Item lock? Esta estratégia deve continuar em alta no início da temporada 2016-2017, por isso é bom se preparar para o que virá daqui para a frente. Estes são só alguns dos pontos que devem ser considerados no momento de concepção de um deck, e que pode condená-lo prematuramente.

Como desejamos que a lista funcione é o estágio 1 do plano e como ela responderá aos desafios será o estágio 2, tentando achar um equilíbrio entre o número de cartas que vamos usar e os tipos de cartas que vamos usar, Pokémons, cartas de Treinador e energias, de forma a termos um mínimo de ação, independente do que o oponente planeja.

 

Sinergia

Difícil de explicar, mas muito fácil de se observar. Quem viu um deck Plasma em jogo no ano passado, ou um Virizion/Genesect, já sabe como é mágico quando uma carta chama a outra. Genesect-EX possui um ataque muito bom, porém, precisa de três energias (sendo duas de Grama) e Virizion-EX consegue prover essas duas energias com seu ataque e ainda causar 50 de dano, além da Habilidade que previne Condições Especias no Pokémon com Energias Básica de Grama (tornando Genescet imune a Poison, Burn, Confusion, Sleep e Paralize). Nesta temporada temos Water Box, Greninja BREAK e Trevenant BREAK como exemplos de sinergia entre cartas.

Para explicar mais detalhadamente é só observarmos o Frogadier, um Pokémon Estágio 1 que coloca mais 3 Frogadiers no Banco com apenas uma Energia de Água. Com isso, no T3, temos a possibilidade de termos 4 Greninjas em jogo. Se isso já é espetacular em um deck de evolução, ainda temos (até a rotação) a possibilidade de termos 3 Greninjas da TURBO Colisão como atacantes e 1 Greninja da XY para dar suporte com danos extras no turno. E para evitar que gastemos muitas energias para ativar as Habilidades do Greninja BREAK ou do Greninja (XY) temos o Apoiador Pescador e o Item Recuperação de Energia.

Como pudemos ver na breve descrição do deck, alguns aspectos negativos foram cobertos com poucas cartas, sempre pensando em fugir dos Itens Locks e de outros métodos de controle por parte do oponente, velocidade de evolução e energias para manter o deck gerando dano. Para chegar a este ponto, foi preciso estudo e observação das cartas presentes no formato e pensar na reação da lista sobre várias circunstancias de jogo.

Outro aspecto indireto da sinergia fica por conta de cobrir alguma falha por parte da lista, seja por lentidão ou por Fraquezas iguais em todos os Pokémons escolhidos. Groudon Primitivo-EX sempre mostrou muito potencial para o jogo por ser difícil de nocauteá-lo com um único ataque, dano de ataque muito alto e várias cartas para fazê-lo mais terrível do que já é, como Cinta de Foco para obrigar o oponente a atacar mais de uma vez para mandá-lo para a Pilha de Descartes, Política de Fraqueza para deixá-lo menos vulnerável a decks do tipo Grama, além de Korrina e outros cards. O grande problema do Groudon é o custo para ataque, três Energias de Lutador e uma Incolor, pelo menos dois turnos até conseguir isso tudo. Para dar um jeitinho nisso os jogadores começaram a usar o Wobbuffet para iniciar as partidas, com a intenção de fazer o jogo do oponente cair de ritmo e conseguindo tempo para energizar o atacante, pois, além da Habilidade de Wobbuffet que desliga as Habilidades de Pokémons que não sejam do Tipo Psíquicos, ele possui muitos PS, servindo como um ótimo escudo nos turnos iniciais.

  

Parecido mas diferente

Techs e cartas desrruptivas podem ser muito úteis em determinadas situações de jogo, isso nós vimos um pouco na adição de Zebstrika no deck de Marcha Noturno e decks que usam atacantes básicos com a clara intenção de contornar o Jolteon-EX, uma carta em alta nos últimos tempo. Nem sempre funcionou, é claro, mas isso ajudou alguns jogadores a reverter a maré em algumas partidas praticamente perdidas.

Vamos jogar de Mega Alakazam-EX? Que tal adicionar aquele Banette (Nº 32) maroto para impedir evoluções por alguns turnos no campo do oponente enquanto geramos dano com os morcegos antes de usar o M.Alakazam, os decks que dependem de evolução entrarão em colapso caso tenhamos conseguido usar o ataque Evolution Jammer e impedido a evolução dos Pokémons adversários.

As cartas techs e cartas “desrruptivas” sempre devem ser levadas em conta quando estamos refinando um deck, justamente para torná-lo menos previsível e manter o oponente com o maior número de dúvidas possíveis ao longo da partida.

Testes e Dicas

Pode parecer ser o fim do assunto aqui, pois já abordamos uma série de detalhes e aspectos do prisma que é confeccionar uma lista viável. Mas estamos longe disso, o fim do artigo é só um passo a menos para os jogadores que querem estar entre os tops em competições.

Após passarmos por tudo isso vem as primeiras provas, os play-tests, partidas contra tudo e todos para refinar a lista o máximo possível, e para isso não pense em dezenas de partidas, pense em centenas de partidas, muitas delas desfavoráveis, outras muito lentas, e as impossíveis de serem resolvidas com a lista inicial. Pode ser desestimulante as derrotas, mas aprendemos mais com elas do que com as vitórias, que escondem as falhas de nossas listas e estratégias, por isso, treine muito para ter certeza do que você queria no início do projeto foi atingido agora na metade dele. Jogue contra seus amigos e contra pessoas que você ainda não viu como elas jogam, contra pessoas experientes e pessoas novatas também (que podem ter muito potencial apesar da pouca prática), sempre anotando e os problemas e buscando as soluções possíveis.

Temos que levar em conta também o nosso próprio estilo de jogo, alguns se sentem mais confortáveis com decks Speed, com rapidez e danos altos, outros com decks mais lentos ou de Locks, isso também é importante na hora de juntar as peças para usar uma lista. Uma boa reflexão sobre o nosso jeito de ser pode dizer muito sobre a forma mais confortável para jogar TCG, e as vezes testar outras formas de jogo para aprimorar nossas próprias habilidades quando for possível.

Além de tudo isso, ainda tenho duas advertências a fazer sobre o jogo em geral. A primeira é que nunca devemos ignorar uma carta durante as fases primárias de construção de lista, ela pode não parecer útil agora, mas pode fazer uma grande diferença ao longo dos testes e mantenha-se com a mente aberta para as críticas positivas (aquelas que acrescentam algo), atento às cartas disponíveis no formato em que você está jogando. A segunda é que você deve estudar o metagame sempre, seja para usá-lo a seu favor, ou para contorná-lo. Ler sobre o assunto e acompanhar os torneios é de grande ajuda neste campo, pois lhe permitirá ver os dois lados da moeda, aqueles que estão jogando com o meta e os que estão jogando contra o metagame.

Renovo meus votos de que este texto seja útil para os iniciantes nesta jornada gratificante, mas árdua, no mundo do Pokémon TCG. Paciência e persistência estão no topo da lista dos jogadores mais experientes, saber entender as críticas e estar aberto a reformulações regulares da forma de pensar, e, sempre que possível, tirar as suas dúvidas com os jogadores mais entendidos do assunto, assim, é possível aumentar a aprendizagem e até conseguir alguns macetes para facilitar a caminhada. No mais é isso. Boa jogatina a todos e nos esbarramos por aí.

pokemon_cards_by_soph_art_lover-d6lwczn

Referências:

Pokémon Company: http://www.pokemon.com/us/strategy/build-a-pokemon-tcg-deck/

Reddit/PokémonTCG: https://www.reddit.com/r/pkmntcg/comments/3luexw/pokemon_deck_building_a_complete_guide/

1 comentário

Deck Mega Mewtwo-EX: ao infinito… e além!

banner_dicas

Por Equipe Copag

A expansão XY – Turbo Revolução trouxe novos cards para o mundo do Pokémon TCG, em especial aos fãs de Mewtwo! Vamos ver uma dica de deck para aproveitar ao máximo o potencial do Pokémon mais poderoso da primeira geração? :)

 

MewtwoPokémon (17):
3x Mega Mewtwo-EX (XY Turbo Revolução 64/162)
3x Mewtwo-EX (XY Turbo Revolução 61/162)
3x Bronzong (XY Força Fantasma 61/119)
3x Bronzor (XY Céus Estrondosos 95/162)
2x Shaymin-EX (XY Céus Estrondosos 77/108)
1x Aegislash-EX (XY Força Fantasma 65/119)
1x Hoopa-EX (XY Origens Ancestrais 36/98)
1x Heatran (XY Força Fantasma 63/119)

Treinadores (32):
4x Professor Sycamore
2x Observações do Professor Birch
1x AZ
1x Maníaco de Feitiços
1x Juiz
1x Lysandre
4x Ultra Bola
4x Explorador VS
3x Elo Espiritual de Mewtwo
3x Correio de Treinadores
2x Pedra Flutuante
2x Campo Celeste
1x Bola de Nível
1x Cidade Paralela
1x Substituição
1x Super Bastão

Energias (11):
7x Energia de Metal
4x Energia Dupla Incolor

 

 

Estratégia

 

A estratégia para Mega Mewtwo-EX é bastante linear e simples: ligue um monte de Energias para fazer com que o ataque Infinidade Psíquica cause quantidades avassaladoras de danos. Quanto mais Energia houver entre ambos os Pokémon Ativos, mais danos Mega Mewtwo-EX causa. Isso significa que a Energia Dupla Incolor é uma das melhores cartas para se usar neste deck, já que ela fornece duas Energias de uma vez só e Infinidade Psíquica não exige um tipo especial de energia. Com apenas uma Energia Dupla Incolor, o dano será de 70, ainda que o Pokémon Defensor não tenha Energias.

bronzongEsta quantidade de dano – 70 – não é algo intimidador quando se compara ao ataque de outros Pokémon-EX. 70 de danos por duas Energias é bom, mas não tudo aquilo. Entretanto, os danos vão aumentando drasticamente conforme o oponente possui Energias ligadas. Com três Energias no total entre os Pokémon ativo, o dano é de 100, suficiente para levar a maioria dos Pokémon-EX em dois ataques. Se houverem seis Energias no total, o dano de Infinidade Psíquica sobe para 190! E como o próprio nome sugere, não existe limite para quanto de danos o ataque pode causar.

Em nosso exemplo, Bronzorg e sua habilidade Elos de Metal tem o objetivo de acelerar o aumento de dano de Mega Mewtwo-EX enquanto este estiver no Banco. Esta é uma estratégia similar à clássica combinação de Eelektrik e Mewtwo-EX, bastante popular ao fim da temporada 2011-2012, tendo inclusive levado o título de Campeão Mundial na categoria Senior. Ao invés da habilidade Dinamotor de Eelektrik energizando o ataque Bola X de Mewtwo-EX, agora temos a habilidade de Bronzorg dando combustível para a Infinidade Psíquica de Mega Mewtwo-EX. E como não poderia deixar de ser, o ataque de Mega Mewtwo-EX não é apenas análogo ao do Mewtwo-EX, como também mais forte!

 

Desafios

 

AegislashMega Mewtwo-EX é um Pokémon de Megaevolução, então não é tão simples de colocá-lo em campo rapidamente. Ultra Bola é um Treinador bastante útil, já que pode buscar Hoopa-EX – que, com sua habilidade Anel Vigarista, pode buscar outros EX, inclusive Mewtwo-EX e Mega Mewtwo-EX. O próximo passo é partir à procura do Elo Espiritual de Mewtwo para o seu turno não se encerrar quando Megaevoluir o Mewtwo-EX. O Acerto de Shaymin-EX lhe ajuda a comprar cards e Correio de Treinadores possibilita buscar a melhor carta do topo do deck. Se você conseguir juntar as peças corretas – Mewtwo-EX, Mega Mewtwo-EX, Elo Espiritual de Mewtwo e Energia Dupla Incolor – é bastante provável que consiga utilizar Infinidade Psíquica logo no segundo turno de jogo.

Por mais poderoso que um Mega Mewtwo-EX seja, nem sempre é o Pokémon mais adequado para a situação. Decks de Marcha Noturna são bastantes problemáticos devido ao tipo Psíquico de Pumpkaboo, que ataca na Fraqueza de Mega Mewtwo-EX. Entretanto, decks de Marcha Noturna dependem quase que exclusivamente de Energia Dupla Incolor, ao qual Aegislash-EX é “imune” com sua habilidade Escudo Poderoso. Essencialmente, um único Aegislash-EX pode ser o suficiente para derrotar um deck de Marcha Noturna.

Outra grande dor de cabeça para Mega Mewtwo-EX é Regice e seu ataque Nevasca de Resistência, que pode parar completamente os Pokémon-EX. Para contornar este problema, a lista apresentada acima inclu Heatran, que consegue nocautear Regice em apenas um golpe com Queda de Aço – desde que haja um card de Estádio em jogo. Existem outras formas de neutralizar um Pokémon-EX, então sempre é bom ter um Pokémon não-EX em seu deck. Heatran encaixa-se perfeitamente aqui.

HeatranGiratina-EX e sua habilidade Pulso Renegado previne danos causados por Pokémon de Megaevolução. Além disso, seu ataque Roda do Caos impede que o adversário jogue cards de Estádio, Ferramenta Pokémon ou Energia Especial. Isto significa que você não poderá utilizar Elo Espiritual de Mewtwo, tampouco a Energia Dupla Incolor! Suas melhores chances ocorrem ao utilizar o Apoiador Maníaco de Feitiços, desativando a habilidade Pulso Renegado, permitindo que Mega Mewtwo-EX cause danos ao Giratina-EX. Caso sejam necessários mais usos de Maníaco de Feitiços, contamos com a presença de Explorador VS.

Cards de Estádio são bastante importantes no atual ambiente competitivo de Pokémon e é sempre uma boa ideia considerar qual deles é mais eficiente para sua estratégia. Para este deck, as melhores opções são Campo Celeste – que aumenta o espaço no Banco para 8, já que o uso de Hoopa-EX e Shaymin-EX normalmente enchem o Banco rapidamente – ou Cidade Paralela – que diminui o espaço no Banco de um dos dois jogadores para 3. Isto pode ser útil para reduzir o dano de Mega Rayquaza-EX e seu Quebra de Esmeralda ou então descartar os próprios Shaymin-EX de seu Banco, impedindo que seu oponente pegue dois Prêmios fáceis com Lysandre.

Lembre-se de testar o deck e ajustá-lo ao seu gosto. Treine bastante e, como sempre, divirta-se! 😀

 

Baseado no artigo original em inglês.

4 comentários

Raikou/Magnezone: o deck da inundação elétrica!

banner_dicas

Por Equipe Copag

A expansão XY – Turbo Revolução trouxe dois novos cards capazes de formar uma poderosa combinação: Magnezone e Raikou. Sua funcionalidade é similar ao par Blastoise e Keldeo-EX, que foi capaz de vencer o último Mundial na categoria Masters. Ambos os decks focam em fornecer uma grande quantidade de energias a um Pokémon cujo ataque causa mais danos quanto mais energias estiverem ligadas a ele. Apesar de análogos, existem algumas particularidades que valem a pena ser analisadas. Vamos à lista? :)

 

MagnezonePokémon (15):
3x Magnezone (XY Turbo Revolução 54/162)
2x Magneton (XY Turbo Revolução 53/162)
3x Magnemite (XY Turbo Revolução 51/162)
3x Raikou (XY Turbo Revolução 55/162)
2x Shaymin-EX (XY Céus Estrondosos 77/108)
1x Zapdos (XY Céus Estrondosos 23/108)
1x Lugia-EX (XY Origens Ancestrais 68/98)

Treinadores (33):
4x Professor Sycamore
2x Pescador
2x Observações do Professor Birch
1x AZ
1x Juiz
1x Lysandre
4x Correio de Treinadores
4x Ultra Bola
4x Explorador VS
3x Doce Raro
2x Float Stone
1x Corda de Fuga
1x Bola de Nível
1x Faixa Musculosa
1x Carta do Professor
1x Super Bastão

Energias (12):
12x Energias de Raio

 

Estratégia

 

RaikouO objetivo do deck de Raikou/Magnezone é utilizar a habilidade Circuito Magnético do Magnezone para energizar outros Pokémon (especialmente Raikou) o mais rápido possível. O primeiro passo é colocar Magnezone em jogo, que é um Pokémon de Estágio 2. Doce Raro ajuda a acelerar seu jogo, permitindo que Magnemite evolua diretamente para Magnezone, pulando o Estágio 1. Ter o Doce Raro à disposição no começo do jogo é essencial e Correio de Treinadores está incluso na lista para isto. Caso não seja possível obter Doce Raro no segundo turno, você ainda tem a opção de utilizar o Magneton, porém isto levará ao menos três turnos. Em um ambiente rápido e agressivo, talvez você não possa esperar por tanto tempo.

Uma vez que Magnezone entre em jogo, é chegada a hora de energizar Raikou. Seu ataque Lança do Trovão custa 3 Energias e causa 50 mais 20 de danos para cada Energia de Raios ligada a ele. Se você estiver utilizando apenas este tipo de energia, o ataque causará 110 de danos. Se você conseguir colocar 7 Energia de Raios (ou 6 e uma Faixa Musculosa), atingirá os 190 de danos, quantidade capaz de nocautear quase todos os Pokémon-EX em apenas um ataque.

Ligar 7 Energias a apenas um Pokémon é uma grande quantidade. Sendo assim, as Energias de Raios são o recurso mais importante do deck. Pescador resolve o problema de reciclar Energias após seus Pokémon serem nocauteados enquanto Explorador VS recicla o próprio Pescador para que você consiga pegar mais Energias de volta.

ZapdosA estratégia do deck é praticamente idêntica ao Blastoise/Keldeo, que levou o título do último Mundial – Magnezone e Blastoise permitem ligar várias Energias no mesmo turno, e Raikou e Keldeo-EX causam mais danos enquanto mais Energias estiverem ligadas neles. Porém, temos algumas diferenças: você não pode usar Ás na Manga de Archie para colocar Magnezone no primeiro turno do jogo (que era essencial na estratégia do deck que ganhou o Mundial) e Raikou não possui a habilidade Pressa de Keldeo-EX, tampouco seus 170 de PS. Em contrapartida, Raikou possui praticamente o mesmo ataque de Keldeo-EX – sem a desvantagem de fornecer dois cards de Prêmio caso seja nocauteado. Além disso, sua habilidade Corpo Brilhante reduz danos de ataques, tornando-o mais resistentes durante suas batalhas.

 

Obstáculos

 

Toda estratégia possui algum ponto fraco e esta não é uma exceção. Magnezone e Raikou possuem a mesma Fraqueza – a Pokémon do tipo Lutador –, o que torna uma partida contra este tipo de deck um tanto quanto difícil. O exemplo de lista apresentado acima inclui Zapdos e Lugia-EX para lidar com estas situações. Ambos possuem Resistência ao tipo Lutador, conseguindo uma maior durabilidade em batalha. Zapdos consegue chegar aos 120 de danos com seu ataque Trovão Devastador, enquanto Lugia-EX possui dois poderosos ataques – Aerobola e Furacão Profundo.

Alternativamente, você pode substituir algumas Energias Básicas por Energia Lampejante, que remove a Fraqueza destes Pokémon. Entretanto, lembre-se de que um Martelo Avançado pode descartar sua Energia Especial e a Fraqueza pode voltar a existir logo antes de um ataque, não sendo uma opção 100% efetiva.

LugiaOutro grande problema é a dependência do deck em relação à habilidade de Magnezone. Qualquer efeito que impeça o uso da mesma será problemático. O melhor exemplo disto é o card Maníaco de Feitiços, um Apoiador que desativa todas as habilidades por um turno. Não há muito o que fazer após o uso deste Apoiador, por isso é sempre importante se preparar para esta possibilidade. Por exemplo: se você tiver Magnezone em jogo e várias Energias de Raios em sua mão, não hesite em utilizar Circuito Magnético e ligar todas elas imediatamente ao invés de esperar pelo próximo turno, dando a oportunidade para seu oponente utilizar Maníaco de Feitiços. Existem algumas desvantagens em ligar todas as suas Energias de uma vez só, mas ter uma mão cheia delas e não poder usá-las no seu próximo turno parece ser bem pior. Mais importante: planeje sempre à frente e certifique-se de deixar um Pokémon pronto para a batalha no Banco caso seu Pokémon Ativo seja nocauteado.

Seismitoad-EX pode ser um grande empecilho para se colocar Magnezone em campo. Uma vez que este Pokémon pode lhe impedir de utilizar Itens, você não terá acesso à Doce Raro ou Ultra Bola, atrasando bastante seu jogo. Duas cópias de Magneton podem lhe ajudar bastante nisso. Felizmente, Soco Estremecedor causa apenas 30 de danos e a habilidade Corpo Brilhante de Raikou reduz o dano para apenas 10, dando tempo suficiente para montar sua estratégia. Para uma partida mais tranquila ainda contra Seismitoad, você pode adicionar Marés Agitados e curar 30 de danos todos os turnos.

Lembre-se de testar o deck e ajustar o mesmo ao seu gosto. Treine bastante e, mais importante ainda, divirta-se! 😀

 

Baseado no artigo original em inglês.

2 comentários

Deck Yveltal/Manectric: turbinado após a revolução!

banner_dicas

Por Lucas Borges Cunha (Tiu Sam)

E aí, jovens! Em tempos de Revoluções Turbinadas, temos uma dupla antiga que agradeceu várias e várias cartas que chegaram com a nova coleção lançada pela Copag, a XY – Turbo Revolução. O deck, que já era consistente, agora é mais seguro para causar danos ainda maiores.

Mega Manectric tem sua fórmula como uma receita de bolo, praticamente não tem erro: aceleração de energias, dano médio, custo de recuo zero, Pokémon Mega com alto HP e excelentes parceiros para conseguir o dano desejado no próximo turno, após o primeiro Raio Turbinado. Turbo Revolução nos trouxe excelentes cartas de treinador para o formato, e esse deck foi um dos mais beneficiados pelas novas cartas. Vamos à lista!

 

Mega ManectricPokémon (14):
2x Yveltal-EX (XY Base Set)
1x Hoopa-EX (XY Origens Ancestrais)
2x Shaymin-EX (XY Céus Estrondosos)
3x Manectric-EX (XY Força Fantasma)
3x M Manectric-EX (XY Força Fantasma)
2x Smeargle (XY Turbo Revolução)
1x Lugia-EX (XY Origens Ancestrais) 

Trainers (35):
4x Ultra Bola (Ultra Ball)
3x Elo Espiritual Manectric (Manectric Spirit Link)
2x Cidade Paralela (Parallel City)
1x Carta ao Professor (Professor’s Letter)
1x Juiz (Judge)
1x Esquema do Giovanni (Giovanni’s Scheme)
4x Explorador VS (VS Seeker)
2x Compressor de Batalha (Battle Compressor)
1x Círculo Sombrio (Shadow Circle)
1x Lysandre
1x Xerosic
1x Observações do Professor Birch (Professor’s Birch Observations)
3x Professor Sycamore
2x Faixa Musculosa (Muscle Band)
1x Skyla
1x Maníaco de Feitiços (Hex Maniac)
2x Substituição (Switch)
4x Correio de Treinadores (Trainer’s Mail) 

Energias (11):
3x Energia Incolor Dupla
3x Energia Noturna
5x Energia Elétrica

 

Estratégia

 

YveltalO deck possui aceleração de energia com Mega Manectric, ele é seu inicial ideal caso o deck do oponente não seja lutador. Se for, não tem problema algum: você tem belos pássaros em seu deck que já podem começar a atacar forte somente com a Energia Incolor Dupla – e às vezes uma Energia Nortuna, que é o caso do Yveltal-EX e Lugia-EX, resistindo ao tipo temido. O seu setup é rápido, graças às habilidades de Shaymin-EX e Hoopa-EX, tentando montar o jogo logo no turno um. A primeira Ultra Bola vai para para o Hoopa-EX, depois busque dois atacantes e um Shaymin-EX para finalizar e prossiga com as jogadas.

Como podem perceber, o deck não possui muita técnica, mas é bem agressivo. Então é basicamente energizar, preparar novos atacantes e substituir os nocauteados com a mesma ou melhor qualidade. Muitas energias básicas no deck? Aqui entra um dos astros, Smeargle. Sua habilidade permite trocar uma energia básica do Pokémon ativo por outra energia básica da pilha de descartes. Isso evita a preocupação de baixar a energia básica certa no Pokémon certo, a falha de atacar com Manectric por falta da energia elétrica e também garante sempre os ataques do Yveltal-EX, mesmo sem a energia noturna.

HoopaCidade Paralela entra como uma novidade mais técnica. Como já deve ter dado para perceber, no início do jogo colocamos muitos Pokémon somente para conseguir preparar outros – após isso eles são inutilizados e viram alvo fácil para o oponente. E o pior: Hoopa e Shaymin são EX e podem desbalancear a troca de prêmios. Terminado o setup, agora você pode baixar o estádio limitando você a ter apenas três Pokémon no banco, descartando os que seriam inúteis no decorrer da partida.

Dependendo do jogo, o outro lado que resiste 20 pode ser útil contra decks de Entei e principalmente Vespiquen, que tem seus danos contados. É claro que terrenos com muitos Pokémon no banco e decks baseados em Sky Field também têm a sua resposta automática, limitando-os a terem apenas três Pokémon no banco.

 

Conclusão

 

Remoção, mudança de cartas da mão do oponente, buscas específicas, aumento de dano, compras equilibradas, anulação de habilidades: Turbo Revolução fez um ótimo trabalho na base de apoiadores deste deck. Lucario Bats hoje em dia não é mais problema, o deck é sólido e possui chances boas contra praticamente todos os decks do formato. Sinta medo apenas de uma carta, também da Turbo Revolução: Gallade. Pode ser que os decks baseados nele compliquem um pouco na troca dos prêmios.

Como sempre, a seguir vocês conferem um vídeo de gameplay com o deck. Assim podemos entender melhor o funcionamento dele:

 

Até o próximo post e bom jogo a todos! 😉

15 comentários

Deck Vespiquen: A Vingança da Vespa!

banner_dicas

Por Wallysson Couto

E aí, galera, beleza? As festas do fim de ano passaram e a temporada continua a todo vapor: temos os Cities distribuídos em todo o Brasil e nesta sexta (22/01) será lançada a coleção XY – Turbo Revolução, que poderá ser utilizada nos torneios a partir do dia 29.

Hoje vamos falar sobre um deck que foi vice-campeão europeu e, com algumas adaptações, consegui fazer um Top 4 no Regional do Espirito Santo: estou falando do deck Vespiquen. Vamos à lista! :)

 

VespiquenPokémon (31):
4x Combee (XY Origens Ancestrais)
4x Vespiquen (XY Origens Ancestrais)
4x Yveltal (XY Base Set)
4x Zubat (XY Força Fantasma)
4x Golbat (XY Força Fantasma)
3x Crobat (XY Força Fantasma)
4x Unown (XY Origens Ancestrais)
3x Shaymin-EX (XY Céus Estrondosos)
1x Jirachi (Promo 67)

Treinadores (21):
4x Professor Sycamore
4x Compressor de Batalha (Battle Compressor)
4x Ultra Bola (Ultra Ball)
4x Explorador VS (VS Seeker)
1x AZ
1x Companheiros de Equipe (Teammates)
1x Lysandre
1x Cinza Sagrada (Sacred Ash)
1x Substituição (Switch)

Energias (8):
4x Energia Noturna
4x Energia Incolor Dupla (Double Colorless Energy)

 

Estratégia

 

YveltalPrimeiro é necessário explicar que esse deck não é tão fácil de jogar como outros que existem no formato. Ele tem algumas partidas favoráveis, mas isso vai depender do quanto você treinou com este baralho – não adianta pegar num dia anterior para jogar um torneio porque as chances de tudo dar errado são enormes.


A lista conta com 31 Pokémon, uma quantidade abusiva em relação aos outros tipos de deck que temos no formato. O atacante principal é a Vespiquen – que, com seu ataque
Bee Revenge, causa 20 + 10 de danos adicionais a cada Pokémon que tem em sua pilha de descarte. Dependendo do número, ela pode nocautear facilmente qualquer adversário que coloquem à sua frente – some tudo isso com os Crobat e Golbat que ajudam a fechar os danos quando necessário.

Além de ser um ótimo atacante contra o deck Marcha Noturna, Yveltal ajuda na reciclagem de energia quando necessário. Já Unown e Shaymin-EX são de suma importância para dar consistência no deck e acelerar seu jogo. Por fim, Jirachi Promo ajudará a balancear a partida contra Giratina-EX, que pode ser uma bela dor de cabeça.

JirachiClaro, tudo depende do seu metagame, então existem algumas cartas que podem ser encaixadas – por exemplo, Feitiço do Maníaco (Hex Maniac), Milotic (XY Conflito Primitivo), Bunnelby (XY Conflito Primitivo), Yveltal-EX (XY Base Set), Forest of Giant Plants (Floresta das Plantas Gigantes), etc.

Os treinadores devem ser utilizados conforme a partida. A carta Companheiros de Equipe (Teammates) é essencial nesse deck para sempre continuar o fluxo de ataques e buscar as energias duplas no deck.

 

UnownConclusão

 

O deck Vespiquen é muito bom, mas depende bastante da habilidade do jogador. É uma ótima pedida para os cities que ainda estão utilizando Origens Ancestrais e uma ótima escolha para o novo formato que deve começar em breve.

Espero que tenham gostado da dica. Boa sorte a todos e até a próxima! 😉

4 comentários