Seguir @copag_oficial

Blog Pokémon TCG da Copag

Exibindo a categoria Dicas para montar o seu deck

Big Basics/Garbodor: o deck que nunca morre

Por Edgar Shinagawa

E aí, pessoal, beleza? Nesta semana foram revelados os critérios para os Regionais do final do ano e os primeiros torneios devem ocorrer nos dias 1 e 2 de novembro – ou seja, temos menos de dois meses para nos preparar!

Pensando nisso, hoje trago a vocês o deck Big Basics/Garbodor. “Mas Edgar, esse deck é velho pra caramba!”, você deve estar pensando. É verdade, e já falamos sobre ele algumas vezes aqui no blog. O deck surgiu há 2 anos, originalmente com o uso de Mewtwo-EX, Tornadus-EX (de BW Exploradores da Escuridão) e Terrakion. Posteriormente, passou a usar Landorus-EX, Bouffalant e até mesmo Cobalion-EX apareceu em algumas listas. Raichu também fez uma boa aparição, ganhando o Nacional americano.

Mas então, o que o deck ganhou de tão novo assim? A resposta é a carta com o maior hype da coleção: Seismitoad-EX.

 

landorusPokémon (11)
3x Landorus-EX (BW Fronteiras Cruzadas)
2x Seismitoad-EX (XY Furious Fist)
2x Mewtwo-EX (BW Legendary Treasures)
2x Trubbish (BW Legendary Treasures)
2x Garbodor (BW Legendary Treasures)

Trainer (33)
4x Professor Juniper (Professora Juniper)
4x N
2x Colress
2x Skyla
2x Korrina
4x Ultra Ball (Ultra Bola)
4x Hypnotoxic Laser (Laser Hipnotóxico)
3x Muscle Band (Faixa Musculosa)
2x Virbank City Gym (Ginásio da Cidade de Virbank)
2x Switch (Substituição)
2x Float Stone (Pedra Flutuante)

Energy (12)
4x Double Colorless (Dupla Incolor)
4x Strong
4x Fighting (Lutadora)

Total = 56 cartas

 

Estratégia

 

A estratégia do deck continua a mesma: atacar com pouca energia, amplificando o dano com Muscle Band (Faixa Musculosa) e Laser, ao mesmo tempo que atrasa o adversário com o uso de Garbodor.

Até aí, nenhuma novidade. Porém, o grande trunfo deste deck em relação às suas versões antigas é a presença do Item-Lock. Atacando de Seismitoad-EX, você impede o oponente de remover a Tool do Garbodor e voltar a usar habilidades. A única possibilidade seria seu oponente usar Lysandre para nocautear o Garbodor. Por este motivo, é preferível começar atacando com o Seismitoad-EX, fazendo a transição para Landorus-EX no meio do jogo.

 

Opções de cartas

 

Hawlucha
Eu sempre gosto de usar um Pokémon não-EX a fim de forçar um “7º prêmio”. Neste deck, Hawlucha é perfeito.

+1 Trubbish
Com uma forte presença de Landorus-EX e Lysandre no formato, o banco não é mais um lugar seguro. Ter uma cópia extra de Trubbish facilita montar um segundo Garbodor se for necessário.

Professor’s Letter (Carta do Professor)
Com tão poucas energias básicas no deck, pode parecer estranho usar esta carta. Mas sua presença é justificável devido a termos 2 Skyla e 2 Korrina no deck, de forma a diminuir as chances de acabar ficando sem atacar no começo por falta de energia.

Ace Spec
Eu gosto muito de Dowsing Machine (Máquina de Prospecção). Mas para este formato, que está extremamente agressivo, o ideal é usarmos Computer Search (Pesquisa no Computador). Especificamente neste deck, conseguir comprar a Double logo no início é crucial para iniciar o Trainer-lock. Porém, outras opções como Scramble Switch (Chave de Embaralhamento) e Gold Potion (Poção de Ouro) não são ruins. Até mesmo Rocky Guard (Capacete de Pedra) tem bastante sinergia com Seismitoad, já que não é possível usar Megaphone para descartar as Tools.

 

Sugestões

+1 Trubbish
+1 Hawlucha
+1 Professor’s Letter
+1 Computer Search

 

Conclusão

 

Contra Virizion/Genesect a partida pode ficar complicada se seu oponente conseguir montar um Virizion-EX rapidamente. Isto porque o Seismitoad causa pouco dano e, em troca, recebe muito (devido à resistência do oponente e sua fraqueza). Porém, caso ele abra com Genesect-EX e não consiga buscar um Virizion rapidamente, o ideal é usar Seismitoad para atrasá-lo, enquanto monta outros atacantes no banco.

Pyroar pode ficar complicado se ele conseguir nocautear os Trubbish antes de você desativar as habilidades. Do contrário, a partida fica super fácil e tranquila.

Certamente não é um deck barato para se montar, mas com certeza é um deck que vai durar mais algum tempo (como vem se mostrando ao longo destes dois anos). E, se você usou Big Basics algum dia, provavelmente já tem a maioria das cartas, bastando dar um upgrade no deck.

Bom, pessoal, é isso. Espero que tenham gostado! Deixem suas dúvidas, críticas e sugestões aí nos comentários e até a próxima semana! ;)

Sem comentários

Kangasaur, um deck para os resistentes

Por Edgar Shinagawa

E aí, pessoal! Nesta sexta sai oficialmente a nova coleção de Pokémon aqui no Brasil: XY – Flash de Fogo (versão brasileira da XY – Flash Fire).

Apesar da coleção ter sido lançada já faz algum tempo no exterior, agora ela está em português e disponível em vários revendedores pelo país, além da loja virtual da Copag. Para comemorar, trago a vocês um deck que vi outro dia e fiquei, no mínimo, surpreso de ver tamanha combinação. Com vocês, o deck Kangasaur!

 

Pokémon (18)
2x Kangaskhan-EX (XY Flash de Fogo)
2x M Kangaskhan-EX (XY Flash de Fogo)
2x Venusaur-EX (XY Base)
2x M Venusaur-EX (XY Base)
4x Duskull (XY Flash de Fogo)
2x Dusknoir (BW Fronteiras Cruzadas)
2x Dusknoir (XY Flash de Fogo)
1x Virizion-EX (BW Explosão de Plasma)
1x Mr. Mime (BW Congelamento de Plasma)

Trainer (27)
4x Professor Juniper (Professora Juniper)
4x N
1x Colress
3x Skyla
2x Pokémon Fan Club (Fã Clube Pokémon)
4x Rare Candy (Doce Raro)
4x Max Potion (Poção Máxima)
3x Ultra Ball (Ultra Bola)
2x Switch (Substituição)
1x Scramble Switch (Chave de Embaralhamento)

Energy (11)
4x Double Colorless (Dupla Incolor)
7x Grass (Grama)

Total = 57 cartas

 

Estratégia

 

O deck foca na estratégia de não morrer. Com o novo Dusknoir da Flash de Fogo, é possível “puxar” até 120 de dano de outro Pokémon e curar esse dano com a Poção Máxima. Ou, se desejar, puxar 130 de dano, nocautear o seu próprio Dusknoir (forçando o oponente a comprar um prêmio) e, logo em seguida, usar N.

Ao usar o novo Dusknoir, também abrimos a possibilidade de usar o antigo, com a habilidade “Mão Sinistra”. Assim, além de manipular os seus próprios marcadores, o deck também permite manipular os marcadores do oponente, ajudando a eliminar ameaças maiores.

Para que tudo isso funcione, precisamos que o nosso atacante tenha bastante vida. As melhores escolhas atualmente são o M Kangaskhan-EX e o M Venusaur-EX. Apesar da fraqueza dos principais atacantes serem lutadora e fogo, dois tipos que receberam intenso suporte nas últimas coleções, não existe nenhum deck na atualidade que consiga utilizar os dois tipos.

Assim, contra decks lutadores, deve-se usar o Venusaur, enquanto que, contra decks de fogo, usa-se o Kangaskhan.

Contra outros tipos de decks, pode-se alternar entre eles. Kangaskhan é ótimo para iniciar o setup, visto que seu ataque permite comprar 3 cartas. O ideal é iniciar com Kangaskhan e, no meio do jogo, fazer a transição para o Venusaur com a Chave de Embaralhamento.

 

Opções de cartas

 

Dusclops
O Estágio 1 pode ajudar (e muito) a montar o Dusknoir no meio do jogo. Além disso, Seismitoad-EX impede o uso de Rare Candy, portanto, esta é uma carta extremamente recomendada.

Eevee (XY Furious Fist)
Leafeon (BW Congelamento de Plasma)
Leafeon é um bom atacante contra Seismitoad. A habilidade do Eevee permite evoluir tão logo você o coloque no banco, desde que ligue uma energia de grama. Assim, com Fã Clube Pokémon e uma energia, pode-se causar um bom dano contra Seismitoad-EX. Além disso, Leafeon tem resistência à água, o que pode forçar o oponente a atacar com outra coisa, permitindo a você usar itens novamente.

Heracross-EX
M Heracorss-EX
Em vez de utilizar Venusaur-EX, pode-se optar por usar a linha de Heracross-EX, que ataca com menos energia e possui muita sinergia com o Dusknoir da Flash de Fogo. Entretanto, eu prefiro Venusaur, cujo ataque causa paralisia e envenenamento, dificultando a vida do adversário – além de manter marcadores em campo (ao contrário do M Heracross-EX, que irá nocautear o oponente) que podem ser movidos para ameaças maiores com o outro Dusknoir.

 

Sugestões

+1 Dusclops
+1 Eevee
+1 Leafeon

 

Conclusão

 

Um dos grandes problemas do Kangasaur é o deck de Machamp. Landorus-EX consegue causar um dano altíssimo se optar por descartar energias com o Land’s Judgement (Julgamento da Terra): 150 dano base + 20 Fighting Gym + 20 Muscle Band + 20 Strong Energy + 20 Machamp = 240 de dano, o suficiente para nocautear o Mega em um ataque. Ao perder o Mega com todas as energias, o deck não tem muitas chances de virar o jogo.

Por isso, é importantíssimo que se mova os marcadores de dano com o Dusknoir para nocautear os Machop antes de evoluírem ou para nocautear o Landorus-EX energizado.

Outra dor de cabeça é Seismitoad-EX (afinal, qual deck não vai ter dor de cabeça com esse sapo?). No mais, é um deck bastante diferente e que pode pegar muitos de seus oponentes na surpresa.

Bom, pessoal, é isso. Espero que tenham gostado e fiquem à vontade para deixar suas dúvidas, críticas e sugestões logo abaixo! ;)


1 comentário

Deck Machamp: começando o novo formato com tudo!

Por Edgar Shinagawa

Olá, galera! Hoje ocorre, oficialmente, a rotação para o novo formato. A partir de agora, só podemos utilizar cartas impressas na coleção Black & White – Fronteiras Cruzadas em diante e cartas promo BW55 para cima, a não ser em casos onde a carta foi reimpressa em uma edição válida! Mais informações sobre isso vocês podem conferir neste post.

Para começar o novo formato, trago a vocês um deck focado na nova coleção. Com vocês, a força do deck Machamp! :)

 

Pokémon (13):
3x Landorus-EX (BW Fronteiras Cruzadas)
2x Lucario-EX (XY Furious Fist)
3x Machop (XY Furious Fist)
3x Machamp (XY Furious Fist)
1x Landorus (XY Furious Fist)
1x Mr. Mime (BW Congelamento de Plasma)

Trainer (29):
4x Professor Juniper (Professora Juniper)
4x N
2x Colress
4x Korrina
1x Lysandre
4x Rare Candy (Doce Raro)
3x Muscle Band (Faixa Musculosa)
2x Switch (Substituição)
2x Ultra Ball (Ultra Bola)
1x Professor’s Letter (Carta do Professor)
2x Fighting Stadium

Energy (12):
4x Strong
8x Fighting (Lutadora)

Total = 54 cartas

 

Estratégia

 

A estratégia do deck é extremamente simples: ligar energia e atacar com Landorus-EX ou Lucario-EX. Ambos, com apenas 1 energia, causam 30 no ativo. Porém, contamos com Muscle Band (Faixa Musculosa), Strong Energy e Machamp. Cada um deles adiciona 20 de dano. Se o oponente for um EX, com Fighting Stadium podemos adicionar mais 20. Com apenas uma energia, é possível chegar a 150 de dano! Simplesmente insano!

Ao passo que é quase sempre necessário usar Korrina para buscar Rare Candy (Doce Raro) e Machamp, o Lucario-EX possui um ataque que permite comprar cartas. Assim, o deck não trava facilmente.

Landorus entra no deck como um acelerador de energias. Já Mr. Mime é praticamente obrigatório em um formato onde se espera uma quantidade absurda de Landorus-EX.

 

Opções de cartas

 

+1 Machop
+1 Machamp
+1 Muscle Band (Faixa Musculosa)
Ter 1 cópia extra dessas cartas minimiza a chance de você acabar tendo essas cartas no prêmio.

+1 Machoke
Com Seismitoad-EX no formato, é aconselhável o uso de pelo menos 1 Stage1.

Max Potion (Poção Máxima)
Uma vez que os Pokémon deste deck utilizam-se de apenas uma energia para atacar, Max Potion torna-se extremamente poderosa.

Ace Spec
A escolha do Ace Spec fica a seu critério. Gold Potion (Poção de Ouro), Dowsing Machine (Máquina de Prospecção), Computer Search (Pesquisa no Computador) e Scramble Switch (Chave de Embaralhamento) são todas ótimas opções que podem ser usadas.

 

Sugestões

 

+1 Machop
+1 Machamp
+1 Muscle Band
+1 Dowsing Machine
+2 Max Potion

 

Conclusão

 

O deck é bastante consistente, visto que consegue montar o Machamp com Korrina e, no mesmo turno, comprar cartas com o Lucario-EX. O dano também é bastante alto, chegando facilmente a 90 com apenas uma energia!

As grandes dificuldades deste deck chamam-se Mewtwo e Seismitoad. O primeiro nocauteia facilmente o Lucario-EX, enquanto o segundo, além de dar uma grande dor de cabeça, bate na fraqueza do Landorus-EX.

No mais, o autodano com pouco recurso faz deste um grande candidato a ser um deck top no formato. Porém, apenas o tempo irá nos dizer o que realmente é bom, visto que, em começo de formato, tudo pode acontecer.

E por hoje é isso, galera, espero que tenham gostado! Deixem suas dúvidas, críticas e sugestões aí nos comentários. Até a próxima! ;)

 

9 comentários

Miltank/Flygon/Dusknoir: o Top 8 do Mundial e o fim de uma era

Por Edgar Shinagawa

Olá, pessoal! Hoje trago uma análise mais detalhada de Miltank/Flygon/Dusknoir, a pedido do João, que comentou na análise dos decks do Mundial! :)

Esta será a última análise do formato NXD-on, visto que, semana que vem, já estará sendo válida a coleção Furious Fist, iniciando o formato de 2015 – onde somente serão válidas cartas lançadas desde a Fronteiras Cruzadas em diante.

Mas antes, apresento novamente a decklist do Ishaan Jagiasi, atual campeão americano da Senior e Top 8 no Mundial:

 

Pokémon (18):
3x Trapinch (BW Fronteiras Cruzadas)
1x Vibrava (BW Fronteiras Cruzadas)
3x Flygon (BW Fronteiras Cruzadas)
3x Duskull (XY Flash de Fogo)
3x Dusknoir (BW Fronteiras Cruzadas)
4x Miltank (XY Flash de Fogo)
1x Mewtwo EX (BW Próximos Destinos)

Trainer (36):
4x N
4x Skyla
1x Colress
1x Lysandre
3x Professor Juniper (Professora Juniper)
3x Tropical Beach (Praia Tropical)
4x Rare Candy (Doce Raro)
1x Level Ball (Bola de Nível)
4x Ultra Ball (Ultra Bola)
3x Float Stone (Pedra Flutuante)
2x Startling Megaphone
2x Muscle Band (Faixa Musculosa)
1x Silver Bangle (Bracelete de Prata)
1x Max Potion (Poção Máxima)
1x Escape Rope (Corda de Fuga)
1x Dowsing Machine (Máquina de Prospecção)

Energy (6):
4x Double Colorless (Dupla Incolor)
2x Fighting (Lutadora)

 

Estratégia

 

A estratégia do deck é bastante análoga ao do deck de Flygon. Porém, em vez de atacar com Accelgor (paralisando o oponente) e promovendo Flygon, este deck ataca de Miltank, que com seu ataque Powerful Friends, causa 80 de dano com apenas 1 energia, desde que você tenha um estágio 2 no seu banco.

Como a Miltank possui apenas 100 de HP, ela é relativamente fácil de ser nocauteada. Quando isso ocorre, você promove o Flygon, que adiciona o dano no campo do oponente. Além disso, Flygon ajuda a ir colocando marcadores de dano no campo do oponente ao mesmo tempo que você monta seu jogo com Tropical Beach (Praia Tropical).

Após seu jogo estar montado, Dusknoir entra para rearranjar os marcadores e eliminar possíveis ameaças. Por fim, Mewtwo-EX é um atacante barato que não depende do estágio 2 no banco.

 

Opções de cartas

 

Infelizmente, sem Tropical Beach este deck perde bastante força, a ponto de perder seu potencial competitivo. Possíveis substitutos são outras cartas de Supporter (Apoiadores), como mais cópias de Colress e Shauna.

É bastante complicado falar de mudanças em uma decklist que chegou a um Top 8 de um Mundial – afinal, se chegou até lá, é porque a lista é boa. Entretanto, meus toques pessoais nesta lista seriam:

-2 Professor Juniper (Professora Juniper)
-1 Lysandre
+2 Colress
+1 Super Rod (Super Bastão)

Eu jogaria com menos Professor Juniper (Professora Juniper) para minimizar o descarte de recursos importantes. Ao mesmo tempo, aumentaria a linha de Colress, visto que este é um deck que joga com o banco cheio. Também removeria Lysandre, por não achar necessário quando se tem uma linha 3-0-3 de Dusknoir e adicionaria a Super Rod (Super Bastão) para forçar o adversário a nocautear mais do que 4 Miltanks em uma partida.

Este é um deck que, para a próxima semana (quando ocorre a rotação), perde Level Ball (Bola de Nível), Super Rod (Super Bastão) e Tropical Beach (Praia Tropical). Elas podem ser substituídas por Pokémon Fan Club, Sacred Ash e Colress e/ou Shauna, respectivamente. Porém, a provável popularidade de Pokémon lutadores deixará este deck em risco, visto a fraqueza de Miltank. Além disso, Seismitoad-EX deixará a vida dos deck de estágio 2 bastante complicada.

 

Conclusão

 

Temos apenas uma semana para aproveitar este deck. É realmente uma pena que várias cartas estejam rotacionando, mas outras mais estão chegando. Temos que nos adaptar. Que venha a Furious Fist!

Vale a pena lembrar novamente que haverá formato estendido, portanto não se desfaçam de suas cartas antigas!

Bom, pessoal, e por hoje é isso. Espero que tenham gostado! Se desejarem a análise de algum deck específico, peçam nos comentários abaixo. Farei o possível para ajudar. :)

Nos vemos na próxima!

 

Veja também

Uma breve análise dos decks do Mundial de Pokémon

 

5 comentários

Beartic: um deck barato que pode custar caro aos seus oponentes

Por Edgar Shinagawa

Olá, galera! Hoje trago a vocês um deck bastante barato de se montar. Mas não se enganem: mesmo contra alguns decks top do formato, ele pode surpreender e se sair bem – principalmente agora, onde poucos se arriscam a jogar de Blastoise ou Emboar, diminuindo drasticamente a quantidade de One Hit K.O. (nocaute em um golpe) no formato.

Como sempre, minha lista básica segue com cartas a menos, cabendo a vocês, treinadores, escolher as cartas que irão compor o resto do deck. Com vocês, então, o deck de Beartic!

 

Pokémon (13)
3x Cubchoo (BW Tempestade de Plasma)
3x Beartic (BW Tempestade de Plasma)
3x Eevee (BW Congelamento de Plasma)
3x Umbreon (BW Congelamento de Plasma)
1x Kyurem (BW Congelamento de Plasma)

Trainer (29)
4x Professor Juniper (Professora Juniper)
4x N
3x Colress
3x Skyla
1x Lysandre
4x Switch (Substituição)
2x Team Plasma Ball (Bola da Equipe Plasma)
2x Level Ball (Bola de Nível)
2x Colress Machine (Máquina Colress)
1x Professor’s Letter (Carta do Professor)
1x Startling Megaphone
2x Frozen City (Cidade Congelada)

Energy (12)
4x Rainbow (Arco-Íris)
4x Plasma
4x Water (Água)

Total = 54 cartas

 

Estratégia

 

O atacante principal do deck é o Beartic, que causa 20 vezes o número de marcadores de dano sobre ele, podendo chegar a 240 de dano quando este estiver com 120 de dano.

Umbreon entra em campo para aumentar o HP dos Pokémon Plasma. Assim, com um Umbreon, Beartic fica com 150 de HP. Com dois, 170 (HP de alguns EX), ou até mesmo 190 com o apoio de três Umbreon. Desta forma, mesmo um Yveltal-EX terá dificuldades para nocautear Beartic em apenas um golpe.

Para vocês mesmos controlarem o dano causado, pode-se ligar energias ao Cubchoo com Frozen City (Cidade Congelada), que também ajuda a diminuir o dano necessário para nocautear o adversário. Rainbow Energy (Energia Arco-Íris) também ajudam a controlar seus próprios marcadores.

O grande trunfo deste deck é a troca de prêmios favorável. Enquanto seus oponentes têm que causar 150 a 190 de dano para comprar um prêmio, vocês atacam no contra-golpe comprando dois.

 

Opções de cartas

 

+1 Cubchoo
+1 Beartic
+1 Kyurem
Ter 1 cópia extra dessas cartas minimiza a chance de vocês acabarem tendo essas cartas no prêmio.

Deoxys-EX
Alguns podem preferir usar um Pokémon para aumentar dano. Particularmente, eu prefiro o uso de Muscle Band (Faixa Musculosa), pois o espaço no banco é restrito. Além disso, usando apenas não-EX, o oponente é forçado a comprar um prêmio de cada vez. Porém, é ótimo caso o oponente coloque 5 ou mais energias no Yveltal-EX.

+2 Muscle Band (Faixa Musculosa)
+1/2 Silver Bangle (Bracelete de Prata)
Aumento de dano. O Silver Bangle ajuda bastante para fechar a matemática contra EX de 170 de HP.

Suicune
Pode ajudar a ganhar tempo enquanto se monta os outros Pokémon.

+1 Leafeon
Em conjunto com o dano da Frozen City, um Yveltal-EX pode ser facilmente nocauteado caso ligue muitas energias.

+1 Sacred Ash ou Super Rod (Super Bastão)
Para voltar Pokémon nocauteados ao deck.

Ace Spec
A escolha do Ace Spec fica a critério de vocês. Life Dew (Orvalho da Vida), Rocky Guard (Protetor de Pedras), Gold Potion (Poção de Ouro), Scoop-Up Cyclone (Recolhida Ciclone), Dowsing Machine (Máquina de Prospecção) e Computer Search (Pesquisa no Computador) são todas ótimas opções que podem ser usadas.

 

Sugestões

 

+2 Muscle Band (Faixa Musculosa)
+1 Silver Bangle (Bracelete de Prata)
+1 Super Rod (Super Bastão)
+1 Dowsing Machine (Máquina de Prospecção)
+1 Leafeon

 

Conclusão

 

O deck de Beartic consegue se sair muito bem, desde que consiga colocar ao menos 2 Umbreon em campo, levando o HP do Beartic a 170. Assim, poucos são os ataques que conseguem nocauteá-lo em um golpe.

Um grande problema pode ser a agressividade inicial de alguns decks (como Plasma ou Yveltal) ou então, Dusknoir, que irá mover todos seus marcadores para o banco, obrigando a usar o segundo ataque do Beartic (mais caro e fraco em relação ao primeiro).

Mesmo após a rotação, o deck pode sobreviver, pois perde apenas Level Ball (Bola de Nível), que pode ser facilmente substituída por Pokémon Fan Club ou Ultra Ball. A melhor parte é a provável popularidade de Landorus-EX, que possui fraqueza à água.

Assim que vocês testarem o deck, deixem suas opiniões nos comentários. Até a próxima!

997727724

7 comentários