Pokemon 20 anos
Seguir @copag_oficial

Blog Pokémon TCG da Copag

Exibindo a categoria Dicas

Deck Lugia Friends – Anti-Meta ON!

30 de dezembro de 2016 Dicas Novidades

E ai, jovens?!

Um dos maiores medos dos jogadores novatos é o competitivo. Aquele ambiente cheio de jogadores que aparentemente são melhores que você, possuem um Deck melhor que o seu e muito mais cartas, pode ser meio intimidador, mas traz excelentes resultados pra quem desbrava essa nova área!

300px-play_pokemon_logo

Eu tive muitas dificuldades quando comecei a jogar na minha época de Sênior, mas hoje eu vou falar sobre um outro caso. Douglas Rodrigues foi um desses que chegou no competitivo e desbravou o terreno sem medo, no seu primeiro nacional (que também foi o maior do Brasil) conseguiu ficar entre os 4 primeiros colocados. Para a temporada 2016-2017 ele já conseguiu excelentes resultados nos League Challenges, os torneios que tivemos até o momento. Tudo isso na categoria Master!

Mas…quem é esse Douglas? Preciso saber alguma coisa sobre ele? Teoricamente não, mas acho que vai ser interessante você conhecer a lista que ele usou pra vencer o maior League Challenge do Brasil, com um Deck totalmente inesperado, um mix de vários tipos de Pokémon contra os considerados melhores Decks do formato.

lugia_s_storm_by_ecrystalica-d5b8wmk

Foi ai que surgiu Lugia Friends ou Lugia e seus amigos, como preferir. Um Pokémon parecido com uma das cartas mais conhecidas Yveltal EX, porém não é dependente de nenhum tipo, pois ataca apenas com energias incolores, podendo ser utilizado em qualquer Deck!

A teoria desse Deck pode parecer complicada para iniciantes, mas não é. Basicamente vai ser, contra um Pokémon “X” você monta o seu Pokémon “Y”, com um roteiro diferente dependendo do Deck adversário que você estiver enfrentando.

Vamos conhecer a Decklist que não é mais a original que ele venceu o League Challenge, pois ele mesmo reconheceu que faltava algumas melhorias e você vai receber aqui, a versão mais forte desse Deck!

Pokémon (15)

2x Lugia EX (XY Origens Ancestrais)

1x Hoopa EX (XY Origens Ancestrais)

2x Shaymin EX (XY Céus Estrondosos)

3x Zorua 89-162 (XY Turbo Revolução)

2x Zoroark (XY Turbo Revolução)

1x Blitzle (XY Turbo Colisão)

1x Zebstrika (XY Turbo Colisão)

1x Cobalion (XY Cerco de Vapor)

2x Magearna EX (XY Cerco de Vapor)

Treinadores (33)

4x Professor Sycamore

2x N

2x Lysandre

1x Delinquente (Delinquent)

1x Maníaco de Feitiços (Hex Maniac)

4x Explorador VS (VS Seeker)

4x Ultra Bola (Ultra Ball)

2x Bola de Nível (Level Ball)

2x Cinto de Luta Furiosa (Fighting Fury Belt)

3x Pedra Flutuante (Float Stone)

4x Elixir Máximo (Max Elixir)

1x Super Bastão (Super Rod)

3x Laboratório do Silêncio (Silent Lab)

Energias (12)

8x Energias Metálicas

4x Energia Incolor Dupla

xy7_en_68

xy8_en_91

Lugia EX é o seu atacante neutro. Se você não tem como atacar em cima da vantagem do seu oponente, o Lugia sempre é um atacante forte e rápido para qualquer situação, seu primeiro ataque Aerobola causa 20 de dano vezes a quantidade de energias ligadas nos dois Pokémon ativos. Principal atacante do seu Deck contra Volcanion EX! O segundo ataque também pode ser importante, quando o estádio incomodar muito, com 150 de dano você pode finalizar algum EX com um Shaymin EX, atacando com Retorno Para o Céu. Assim você causa 180 em dois turnos, guarda o seu Shaymin EX e a sua Energia Dupla Incolor para o próximo atacante.

Zoroark a resposta prática contra os decks que utilizam o estádio Campo Celeste: Mega Rayquaza, Xerneas Raibow Force, Volcanion e Mega Gardevoir. Tomada Mental causa 10 de dano mais 30 para cada Pokémon no banco do seu oponente. Boa resposta quando o seu oponente usa Hoopa EX, enchendo o banco. Com 5 Pokémon no banco, Zoroark já causa 160 de dano, não é EX e teoricamente vai usar apenas 1 carta de energia!

xy9_en_49

xy11_en_75

Magearna EX tem duas funções importantes no deck. A primeira delas é a sua habilidade, que deixa todos os Pokémon com energia metálica, não recebem efeitos de ataque do seu oponente, é o motivo para todas as energias que usamos no Deck serem Metálicas!

Seu ataque Alma Detonadora, causa 120 de dano com 2 energias (se considerarmos 1 metálica básica e 1 dupla incolor), suficiente para nocautear qualquer coisa com fraqueza ao tipo metálico, como Mega Gardevoir e Xerneas. Porém o ataque tem um efeito ruim para nós, durante o próximo turno, Alma Detonadora causará apenas 60 de dano, não mais 120. Para resetar esse efeito, voltamos ao Zoroark, que tem uma habilidade que faz com que ele vire o Pokémon ativo. Combinando essa habilidade com a Pedra Flutuante, podemos ter uma Magerna EX ativa novamente, sem o efeito ruim, causando novamente os 120 de dano!

Zebstrika tem excelentes qualidades para esse deck. Sua habilidade não deixa que o dano dos ataques causados por seus Pokémon elétricos sejam afetados por qualquer efeito no Pokémon do oponente. Seu ataque Estrondo de Raio, causa 50 de dano mais 60 caso o Pokémon do oponente tenha resistência ao tipo lutador. O que é ótimo! Pois, o objetivo dela no Deck é atacar os Pokémon voadores, como Mega Rayquaza, Yveltal, Yveltal EX, Lugia EX, Shaymin EX, e todos eles possuem resistência ao tipo lutador. Isso quer dizer que nem vamos chegar aos 110 de dano, e sim 220, pois todos eles tem fraqueza a elétrico!

Pra finalizar, Cobalion é um bom atacante para o fim do jogo. Com 2 energias metálicas ele causa 30 + 30 para cada prêmio que o seu oponente pegou, podendo chegar a 180 de dano, no fim da partida! Pode ser a sua volta triunfal. No meio da partida, é um bom atacante contra Pokémon com fraqueza a metálico. Seu primeiro ataque previne dano causado de Pokémon básico do seu oponente no próximo turno, dependendo da situação, você pode repedir a jogada do Zoroark com a Magearna, com o Cobalion. Assim você pode repetir o ataque até construir melhor o seu jogo.

Elixir Máximo, mesmo com apenas 8 energias, funciona bem com esse Deck! Normalmente ele vai te acelerar o segundo ataque da Lugia EX ou o ataque da Magearna EX.

Laboratório do Silêncio é o seu estádio principal, mesmo também utilizando algumas habilidades em Pokémon básico. Na maioria das vezes você vai prejudicar o setup do seu oponente nos primeiros turnos, quando já tiver feito o seu.

Cinto de Luta Furiosa, aumenta de leve o seu ataque e deixa seus Pokémon com mais pontos de vida. Pedra Flutuante ajuda o Zoroark a recuar e deixar que a gente sempre escolha qual o Pokémon ativo que queremos. A sinergia é fácil, com resposta para tudo. Pela quantidade de cópias que a lista leva, você percebe que o Deck é no seu geral consistente, com respostapara tudo, para o nosso formato atual!

the_eca90c_5297195

CONCLUSÃO!

Deck cumpre o papel de ter resposta contra os considerados “Melhores Decks do Formato”. Lugia Friends, possui uma versatilidade enorme, podendo se adaptar a cada região. Você pode aumentar e diminuir algumas cartas, de acordo com os Decks que as pessoas da sua cidade andam usando, deixando com que ele mantenha o seu papel de Anti-Meta!

Se ficou alguma dúvida, deixe nos comentários! Como sempre, segue abaixo um #DECKTEST com gameplays do deck, explicando tudo isso em video e mostrando o deck em ação, o que pode tirar diversas dúvidas que tenham ficado na estratégia. Obrigado pela atenção de vocês e até a próxima!

Sem comentários

O lado probabilístico em Pokémon TCG: Pokémon Básico Ideal e Suporte Ideal

10 de novembro de 2016 Dicas Estratégias Novidades

basecopag

Saudações, mestres, mestras, treinadores e treinadoras!

Sou Evandro Xoxim, um redator da Pokémon Blast News, e um convidado pela Copag a postar algumas matérias no decorrer dos próximos meses. Na matéria passada, falamos um pouco sobre a mão inicial e sobre as probabilidades de Mulligan e de se começar com 2, 3 e até 4 Pokémon básicos na mão inicial. Caso você não tenha lido, basta clicar aqui para acessá-la e ter ideia do que iremos tratar nesse segundo Post.

Hoje retomaremos a questão da mão inicial, mas falando especificamente dos Pokémon Básicos ideais para se começar o jogo.

b) Pokémon Básicos Desejáveis

O importante não é apenas não sofrer de Mullingan, mas também ter certos Pokémon desejáveis começando como ativos. Ninguém gosta de ter aquele Shaymin EX ou Hoopa EX solitários na Mão Inicial.

Ainda que esse deck que estamos tomando como exemplo seja um deck que possui AZ e que por meio do Manaphy EX consegue recuar qualquer Pokémon sem custo algum – desde que tenha uma energia de Água ligada ao Pokémon Ativo – nunca é um bom começo ter Pokémon cuja a importância está em baixá-los durante o turno. Por isso, quais seriam as possibilidades do Ativo Inicial ideal? Interpretarei aqui os Pokémon que são os atacantes principais do deck, sendo eles 3x Seismitoad EX, 1x Aegislash EX, 1x Regice, e 2x Articuno, totalizando 7 Pokémon desejáveis.

shayminhoopa

A questão aqui, não é apenas utilizar o valor de referência da tabela do Post anterior e considerar que seus ativos ideais são seus únicos ativos, pois ainda existe a possibilidade de você começar com um Shaymin EX ou Hoopa EX sozinhos em sua mão e, neste caso, você ainda é obrigado a jogar mesmo que desejasse sofrer Mulligan. Vamos então analisar a possibilidade de ter na mão os Pokémon que não podem ter suas habilidades ativadas quando colocados como ativos iniciais.

Cabe lembrar que o Manaphy EX, por ter sua habilidade ativa constantemente, não se enquadra nas péssimas opções, como é o caso do Shaymin EX e Hoopa EX que “desperdiçam” suas habilidades. Ainda assim, Manaphy EX também está longe de ser o ativo inicial ideal, principalmente por seu baixo HP.

Para esse cálculo utilizei da fórmula em que trata do coeficiente entre as fórmulas já vistas no Post passado, onde dividimos o percentual da quantidade de Básicos Ideais, dada por P(N, n, K¹, A), pelo percentual da quantidade de básicos no deck, dada por P(N, n, K, A). Dessa forma, teríamos a fórmula como:

formulaOnde K¹ representa os Pokémon Iniciais ideais. Mas como da vez, passada: Não tema. As contas já estão prontas para você usufruir, e com uma tabela bem grandinha. Para interpretá-la, basta procurar no lado esquerdo a quantidade total de Pokémon Básicos no deck. Encontrando a linha que corresponde ao número de Pokémon BÁSICOS do seu deck, você deverá escolher a coluna em que possui a quantidade de Pokémon básicos ideais para sua mão inicial.

tabela1*Por conta dos limites de espaço, a tabela/planilha expandida só pode ser acessada na íntegra, clicando aqui.

No caso, para o deck estudado (Turbo Toad), que possuí um total de 13 Pokémon, todos básicos, no qual 8 são os ideais, podemos dizer que a probabilidade de vir ao menos um Pokémon básico é de 83,72%, onde desses há a probabilidade de 78,07% em ser um dos Pokémon Ideais.

Com essas tabelas – tanto da matéria passada, quanto desta – podemos também calcular e averiguar sobre a probabilidade de comprar algum Apoiador na mão inicial. Os apoiadores, principalmente os que fornecem manutenção de mão, isto é, comprar novas cartas, são fundamentais para a maioria dos decks, principalmente aqueles que se arriscam no competitivo sem o uso de Shaymin EX (Sim… eu sei que isso é bem raro). Então, quais seriam as probabilidades de comprar um Apoiador logo na mão inicial?

c) Chance de Suporte para manutenção de Mão

É valido lembrar que as das construções de tabelas presentes nessas matérias foram feitas para Pokémon Básicos, entretanto, as mesmas são base para questão de Cartas Apoiadores que forneçam manutenção mão, como é o caso do N, Professor Sycamore, Shauna, Professor Birch e dentre outros.

Mas inicialmente, vamos demonstrar probabilidade de ser retirar um Apoiador qualquer na mão inicial. Para isso, usaremos a mesma fórmula:

formula2

Entretanto, lidaremos com valores diferentes, principalmente de deck. Nesse caso, consideramos que N representa 59 cartas, e não 60 como anteriormente. Isso ocorre, pois é necessário que exista um Pokémon Básico na sua mão inicial, afinal, de outra forma, você embaralharia o deck novamente até que esse inicial apareça. Logo, pelo menos uma carta deve ser obrigatoriamente um Pokémon básico, o que reduz tanto a quantidade de cartas no deck, quanto na compra, que será representado por n= 6 e onde K representa a quantidade de Apoiadores no deck.

No deck Turbo Toad, usado de exemplo até então, temos os seguintes Apoiadores: 2x Juiz (Judge); 1x AZ; 2x Lysandre; 3x Professor Sycamore; e 1x Xerosic. Totalizando 9 apoiadores.

Para facilitar a sua vida, novamente temos uma tabela prontinha:

Quantidade de Apoiadores

Probabilidade  Apoiador na Mão Inicial
1

10,17%

2

19,46%
3

27,94%

4

35,66%
5

42,68%

6

49,05%
7

54,82%

8

60,03%
9

64,73%

10

68,96%
11

72,76%

12

76,17%

13

79,21%

14

81,92%

15

84,33%
16

86,47%

17

88,36%

18

90,02%

19

91,48%
20

92,76%

21

93,87%

22

94,84%
23

95,68%

24

96,40%

25

97,02%
26

97,54%

27

97,99%
28

98,37%

29

98,68%

30

98,95%

Dessa forma, a probabilidade de se sair com ao menos um Apoiador é de 60,03%.

supporte

Entretanto, entramos num conflito. Afinal, na maioria dos casos Lysandre, Xerosic e AZ não são boas primeiras opções por (desconsiderando AZ +Shaymin EX) não oferecerem manutenção de mão. Os apoiadores, principalmente os que fornecem manutenção de mão, isto é, comprar novas cartas, são fundamentais para a maioria dos decks, principalmente aqueles que se arriscam no competitivo sem o uso de Shaymin EX (Sim… eu sei que isso é bem raro). Então quais seriam as probabilidades de comprar um Apoiador Ideal logo na mão inicial?

Para calcularmos a probabilidade de se conseguir algum Apoiador que forneça manutenção de mão na mão inicial, podemos utilizar a fórmula:
formula3 Ok. Vamos fugir do pesadelo matemático e novamente apresentar uma tabela prontinha, recém saída do forno (Até porque o princípio dessa fórmula já foi explicado na matéria passada).

tabela2*Por conta dos limites de espaço, a tabela/planilha expandida só pode ser acessada na íntegra, clicando aqui.

No caso, para o deck estudado (Turbo Toad), que possuí um total de 9 Apoiadores, no qual 5 deles proporcionam uma manutenção de mão, sendo portanto os ideais (2x Juiz e 3x Professor Sycamore) e com probabilidade de 65,93% de serem eles a estarem na mão inicial, quando existir um Apoiador nela.

Por fim, na próxima matéria, iremos analisar de uma forma geral todos os resultados obtidos com essas estatísticas, falaremos de Techs (alterações no deck) e o que tipo de efeitos proporcionam, e também comentaremos sobre as principais cartas do formato que proporcionam cálculos complexos de mais para serem realizados numa partida. Também citarei sobre a condição de fazer “Controle do Deck”, e até que ponto isso ajuda.

Agradeço por ter lido até aqui. Não esqueça de acessar e conferir as demais redes sociais da COPAG e da Pokémon Blast News. Caso queira pode me seguir também no Twitter.

1 comentário

Deck Snorlax/Hypno: Sem EX, Barato e Forte!

E aí, jovens?!

Snorlax é um dos Pokémon mais famosos de todos os tempos, já sabemos que ele ganhará uma versão extremamente forte com a sua carta GX em Sun and Moon, mas atualmente, a sua versão de Fusão de Destinos também merece uma certa atenção. Pra você que estava procurando por um deck barato, sem cartas EX, essa pode ser a sua melhor opção no momento!

snorlax_by_sheeters

 

Já dentro do formato Standard, essa Decklist vai te dar uma ótima base para aprender um pouco mais do jogo competitivo, condições especiais, uso de habilidades e compra de cartas extras dentro da partida. Conheça as cartas do deck Snorlax/Hypno:

 

POKÉMON – 14

4 – Snorlax (XY Fusão de Destinos)

1 – Swablu (Gerações)

1 – Altaria 74/108 (XY Céus Estrondosos)

2 – Drowzee (XY Turbo Colisão)

2 – Hypno (XY Turbo Colisão)

2 – Remoraid (XY Turbo Revolução)

2 – Octillery (XY Turbo Revolução)

TREINADORES – 36

2 – Bola de Nível (Level Ball)

4 – Correio de Treinadores (Trainer’s Mail)

4 – Explorador VS (VS Seeker)

1 – Mapa de Cidade (Town Map)

2 – Super Bastão (Super Rod)

4 – Ultra Bola (Ultra Ball)

1 – Brigette

1 – Grunhido da Equipe Flare (Team Flare Grunt)

2 – Lysandre

2 – N

1 – Pescador (Fisherman)

4 – Professor Sycamore

1 – Wally

3 – Jardim das Fadas (Fairy Garden)

4 – Cinto de Luta Furiosa (Fighting Fury Belt)

ENERGIAS – 10

4 – Energia Incolor Dupla (DCE)

6 – Energias de Fada

 

satisfied__snorlax__by_darkheroic-d5ts4xx

Mas o que esse Snorlax tem de tão interessante? Ele é um Pokémon básico com 140 de vida, que o seu primeiro ataque causa 30 de dano por 3 energias incolores e pode ser utilizado mesmo que o Snorlax esteja dormindo. E caso ele esteja dormindo, você causa + 90 de dano, totalizando 120! Como nosso amigo é básico, ele aceita receber a ferramenta Cinto de Luta Furiosa, que vai aumentar 40 da sua vida e 10 do seu dano. No fim, temos um Snorlax não EX, com 180 de vida, causando 130 de vida por 3 energias incolores. O fato de ser incolor, ajuda e muito, pois com 1 Energia Incolor Dupla e 1 Energia de Fada, nós já conseguidos pagar o seu custo, levando 2 turnos para a sua preparação.

2 turnos, também é o que vamos precisar para nos organizar taticamente com esse Deck. Nós temos 3 Pokémon Estágio 1, que precisam ser evoluídos o mais rápido possível. O Hypno, possui uma habilidade que deixará ambos Pokémon ativos (o seu e do seu oponente), dormindo. Isso seria uma coisa ruim, mas o nosso Snorlax consegue atacar mesmo dormindo e ainda causa mais dano caso esteja, você se lembra? Então são esses 90 adicionais de dano, que vamos buscar todas as vezes que formos atacar, o Hypno precisa estar em campo. Nosso segundo Estágio 1, é o Octillery. Está no Deck, basicamente para nos ajudar a comprar mais cartas, com a sua habilidade Mão Abissal, que durante seu turno antes de atacar, te deixar comprar até ter 5 cartas na mão. Podendo ser reutilizada por várias vezes na partida, em todos os turnos que você precisar.

A estratégia não se desenvolve muito mais do que isso. Como o Hypno deixa ambos dormindo, você ainda tem a possibilidade de após causar o dano, que seu oponente continue dormindo quando passar para o turno dele, caso ele tire coroa para a condição Sleep. Isso pode facilmente atrasar qualquer contra ataque que ele esteja planejando e te proteger por mais um turno enquanto começa a preparar o seu segundo Snorlax. A troca de prêmios contra Decks que utilizem EX é muito favorável, pois cada Snorlax que você perder, você entregará apenas um prêmio. Como ele passa longe de ser frágil, com 180 de vida, na maioria das vezes ele conseguirá ficar em campo atacando, por mais de 1 turno, o que te deixará planejar o próximo Snorlax da mesma forma que fez o primeiro.

Como possui diversos efeitos baseados na habilidade dos seus Pokémon, Gabodor pode ser um problema. Nessa partida, o mais importante é fazer a sua estratégia primeiro para depois de preocupar com o Garbodor. Se possível chame ele com um Lysandre e tenha paciência, pois mesmo saindo perdendo, os principais parceiros do Garbodor hoje são Pokémon Mega, isso vai te fazer recuperar o tempo perdido quando começar a comprar 2 Prêmios a cada nocaute.

hypno_by_grayfox64-d5jlox5

Pela primeira vez, algumas cartas da Decklist que merecem atenção especial, vou falar da sua importância no deck separadamente. Espero que isso facilite o entendimento de todos!

Wally

Quando seu oponente menos esperar, você pode trazer algum Estágio 1 para campo em apenas 1 turno. Mesmo que ele nocauteie um, você pode trazer um básico, usar Wally nele e a sua estratégia se manterá intacta.

Super Bastão

Utilizamos 2 cópias, para dar mais segurança e consistência nas suas jogadas. Assim, ao descartar qualquer linha de evolução, você pode recuperá-la no momento em que mais precisar, voltando ela pro deck. Claro que em uma partida mais demorada, também te da a oportunidade de colocar mais de 4 Snorlax em campo.

1-1 Altaria

Essa carta assim como o Wally, graças a sua Ancient Trait “Evolução”, pode ser evoluída de imediato, pegando seu oponente de surpresa. O único motivo dela fazer parte do deck é para partidas contra Decks lutadores, pois atacam na fraqueza do Snorlax. Caso seu oponente possua outro tipo de Deck, essa carta é completamente inútil. Devido a importância de que o Snorlax fique em campo por mais de 1 turno atacando, ele não pode ser nocauteado por 90 de dano de um Pokémon lutador, isso te trará problemas ao montar o próximo Snorlax.

Brigette

É o seu melhor apoiador para o primeiro turno, mas caso não esteja no primeiro turno, dificilmente vai te ajudar, por isso apenas 1 cópia. A melhor jogada com essa carta é trazer os básicos dos Estágio 1 pra campo, assim no seu próximo turno você se garante com mais compras com Octillery ou para o Professor Sycamore mais seguro, finalizando o seu Setup com as cartas que te faltarem.

Grunhido da Equipe Flare

Em alguns momentos chave, vai deixar a troca de ataques entre o seu Snorlax com o Pokémon ativo do seu oponente favorável para o seu lado. Descarte a energia mais difícil para o seu oponente repor e torça para que ele por mais que tente, apenas passe o turno pra você sem te nocautear.

Esse foi o Deck do Snorlax com Hypno pessoal. Espero que esse Deck ajude vocês a aprenderem mais sobre partidas competitivas e que ajude pessoas que queiram fazer um baixo investimento a começarem a jogar. Como sempre, segue um #DECKTEST com esse deck, explicando tudo isso em video e mostrando o Deck em ação, o que pode tirar diversas dúvidas que tenham ficado na estratégia. Obrigado pela atenção de vocês e até a próxima!

10 comentários

Ajustes Finais (Base para Construção de Decks prt. 2)

Antônio C. Pereira

Olá amigos e amigas. Hoje nos vamos partir para o ajuste fino do deck que começamos a idealizar e criar algum tempo atrás no artigo “Base para construção de decks”. Muitas vezes perdemos um pouco da empolgação ao vermos as falhas de uma lista e partimos para outra tentativa ou em busca de uma lista pronta, claro as vezes isso é necessário, mas também pode ser uma atitude precipitada em alguns cenários. Por isso vamos a um check list para saber se existe salvação, ou se é melhor voltar à prancheta.

E se…

A primeira questão que pode fazer muita diferença é pensar nas estratégias presentes no metagame atual. Como a nossa lista vai responder a determinada ação como Garbotoxin do Garbodor. Isso nos atrapalha até que ponto? Torna o deck uma sucessão de “compro e passo”? É possível contornar de alguma forma?

 

E como ele reage a um Item lock? Esta estratégia deve continuar em alta no início da temporada 2016-2017, por isso é bom se preparar para o que virá daqui para a frente. Estes são só alguns dos pontos que devem ser considerados no momento de concepção de um deck, e que pode condená-lo prematuramente.

Como desejamos que a lista funcione é o estágio 1 do plano e como ela responderá aos desafios será o estágio 2, tentando achar um equilíbrio entre o número de cartas que vamos usar e os tipos de cartas que vamos usar, Pokémons, cartas de Treinador e energias, de forma a termos um mínimo de ação, independente do que o oponente planeja.

 

Sinergia

Difícil de explicar, mas muito fácil de se observar. Quem viu um deck Plasma em jogo no ano passado, ou um Virizion/Genesect, já sabe como é mágico quando uma carta chama a outra. Genesect-EX possui um ataque muito bom, porém, precisa de três energias (sendo duas de Grama) e Virizion-EX consegue prover essas duas energias com seu ataque e ainda causar 50 de dano, além da Habilidade que previne Condições Especias no Pokémon com Energias Básica de Grama (tornando Genescet imune a Poison, Burn, Confusion, Sleep e Paralize). Nesta temporada temos Water Box, Greninja BREAK e Trevenant BREAK como exemplos de sinergia entre cartas.

Para explicar mais detalhadamente é só observarmos o Frogadier, um Pokémon Estágio 1 que coloca mais 3 Frogadiers no Banco com apenas uma Energia de Água. Com isso, no T3, temos a possibilidade de termos 4 Greninjas em jogo. Se isso já é espetacular em um deck de evolução, ainda temos (até a rotação) a possibilidade de termos 3 Greninjas da TURBO Colisão como atacantes e 1 Greninja da XY para dar suporte com danos extras no turno. E para evitar que gastemos muitas energias para ativar as Habilidades do Greninja BREAK ou do Greninja (XY) temos o Apoiador Pescador e o Item Recuperação de Energia.

Como pudemos ver na breve descrição do deck, alguns aspectos negativos foram cobertos com poucas cartas, sempre pensando em fugir dos Itens Locks e de outros métodos de controle por parte do oponente, velocidade de evolução e energias para manter o deck gerando dano. Para chegar a este ponto, foi preciso estudo e observação das cartas presentes no formato e pensar na reação da lista sobre várias circunstancias de jogo.

Outro aspecto indireto da sinergia fica por conta de cobrir alguma falha por parte da lista, seja por lentidão ou por Fraquezas iguais em todos os Pokémons escolhidos. Groudon Primitivo-EX sempre mostrou muito potencial para o jogo por ser difícil de nocauteá-lo com um único ataque, dano de ataque muito alto e várias cartas para fazê-lo mais terrível do que já é, como Cinta de Foco para obrigar o oponente a atacar mais de uma vez para mandá-lo para a Pilha de Descartes, Política de Fraqueza para deixá-lo menos vulnerável a decks do tipo Grama, além de Korrina e outros cards. O grande problema do Groudon é o custo para ataque, três Energias de Lutador e uma Incolor, pelo menos dois turnos até conseguir isso tudo. Para dar um jeitinho nisso os jogadores começaram a usar o Wobbuffet para iniciar as partidas, com a intenção de fazer o jogo do oponente cair de ritmo e conseguindo tempo para energizar o atacante, pois, além da Habilidade de Wobbuffet que desliga as Habilidades de Pokémons que não sejam do Tipo Psíquicos, ele possui muitos PS, servindo como um ótimo escudo nos turnos iniciais.

  

Parecido mas diferente

Techs e cartas desrruptivas podem ser muito úteis em determinadas situações de jogo, isso nós vimos um pouco na adição de Zebstrika no deck de Marcha Noturno e decks que usam atacantes básicos com a clara intenção de contornar o Jolteon-EX, uma carta em alta nos últimos tempo. Nem sempre funcionou, é claro, mas isso ajudou alguns jogadores a reverter a maré em algumas partidas praticamente perdidas.

Vamos jogar de Mega Alakazam-EX? Que tal adicionar aquele Banette (Nº 32) maroto para impedir evoluções por alguns turnos no campo do oponente enquanto geramos dano com os morcegos antes de usar o M.Alakazam, os decks que dependem de evolução entrarão em colapso caso tenhamos conseguido usar o ataque Evolution Jammer e impedido a evolução dos Pokémons adversários.

As cartas techs e cartas “desrruptivas” sempre devem ser levadas em conta quando estamos refinando um deck, justamente para torná-lo menos previsível e manter o oponente com o maior número de dúvidas possíveis ao longo da partida.

Testes e Dicas

Pode parecer ser o fim do assunto aqui, pois já abordamos uma série de detalhes e aspectos do prisma que é confeccionar uma lista viável. Mas estamos longe disso, o fim do artigo é só um passo a menos para os jogadores que querem estar entre os tops em competições.

Após passarmos por tudo isso vem as primeiras provas, os play-tests, partidas contra tudo e todos para refinar a lista o máximo possível, e para isso não pense em dezenas de partidas, pense em centenas de partidas, muitas delas desfavoráveis, outras muito lentas, e as impossíveis de serem resolvidas com a lista inicial. Pode ser desestimulante as derrotas, mas aprendemos mais com elas do que com as vitórias, que escondem as falhas de nossas listas e estratégias, por isso, treine muito para ter certeza do que você queria no início do projeto foi atingido agora na metade dele. Jogue contra seus amigos e contra pessoas que você ainda não viu como elas jogam, contra pessoas experientes e pessoas novatas também (que podem ter muito potencial apesar da pouca prática), sempre anotando e os problemas e buscando as soluções possíveis.

Temos que levar em conta também o nosso próprio estilo de jogo, alguns se sentem mais confortáveis com decks Speed, com rapidez e danos altos, outros com decks mais lentos ou de Locks, isso também é importante na hora de juntar as peças para usar uma lista. Uma boa reflexão sobre o nosso jeito de ser pode dizer muito sobre a forma mais confortável para jogar TCG, e as vezes testar outras formas de jogo para aprimorar nossas próprias habilidades quando for possível.

Além de tudo isso, ainda tenho duas advertências a fazer sobre o jogo em geral. A primeira é que nunca devemos ignorar uma carta durante as fases primárias de construção de lista, ela pode não parecer útil agora, mas pode fazer uma grande diferença ao longo dos testes e mantenha-se com a mente aberta para as críticas positivas (aquelas que acrescentam algo), atento às cartas disponíveis no formato em que você está jogando. A segunda é que você deve estudar o metagame sempre, seja para usá-lo a seu favor, ou para contorná-lo. Ler sobre o assunto e acompanhar os torneios é de grande ajuda neste campo, pois lhe permitirá ver os dois lados da moeda, aqueles que estão jogando com o meta e os que estão jogando contra o metagame.

Renovo meus votos de que este texto seja útil para os iniciantes nesta jornada gratificante, mas árdua, no mundo do Pokémon TCG. Paciência e persistência estão no topo da lista dos jogadores mais experientes, saber entender as críticas e estar aberto a reformulações regulares da forma de pensar, e, sempre que possível, tirar as suas dúvidas com os jogadores mais entendidos do assunto, assim, é possível aumentar a aprendizagem e até conseguir alguns macetes para facilitar a caminhada. No mais é isso. Boa jogatina a todos e nos esbarramos por aí.

pokemon_cards_by_soph_art_lover-d6lwczn

Referências:

Pokémon Company: http://www.pokemon.com/us/strategy/build-a-pokemon-tcg-deck/

Reddit/PokémonTCG: https://www.reddit.com/r/pkmntcg/comments/3luexw/pokemon_deck_building_a_complete_guide/

1 comentário

Deck Turbo Toad: Martelo Granada neles!

31 de maio de 2016 Dicas Novidades

seismitoad

E aí, jovens! Seismitoad EX divide opiniões, muitos gostam, muitos odeiam, esse deck vai explorar um lado que você já havia esquecido da carta. Chega a ser engraçado, mas além de Soco Estremecedor, que causa 30 de dano e não deixa o oponente usar cartas Item no próximo turno, ele possui um segundo ataque chamado Martelo Granada, causando 130 de dano e na explosão da granada, causa 30 de dano em dois dos seus Pokémon no banco, o que não será problema algum pra nós!

O Deck tem um excelente fator surpresa, pois ninguém espera ver esse outro lado do Seismitoad EX jogando tão bem, como esse deck consegue fazê-lo. Graças a Turbo Colisão, que nos trouxe cartas como Manaphy EX, Elixir Máximo e Cinto de Luta Furiosa, o deck conhecido fora do Brasil é conhecido como “Waters”, acaba de ser campeão nacional na Alemanha e com certeza é um forte candidato ao título em nosso território também. Como o próprio nome diz, os Pokémon de água vão se juntar, pra dar resposta contra praticamente tudo do formato em uma velocidade incrível!

Vamos a decklist:

Pokémon (13):
3x Seismitoad EX (XY Punhos Furiosos)
2x Manaphy EX (XY Turbo Colisão)
1x Hoopa EX (XY Origens Ancestrais)
3x Shaymin EX (XY Céus Estrondosos)
1x Aegislash EX (XY Força Fantasma)
1x Regice (XY Origens Ancestrais)
2x Articuno (XY Céus Estrondosos)

Trainers (35):
4x Ultra Bola (Ultra Ball)
3x Cinto de Luta Furiosa (Fighting Fury Belt)
2x Juiz (Judge)
4x Mares Agitados (Rough Seas)
1x AZ
4x Elixir Máximo (Max Elixir)
3x Substituição de Energia (Energy Switch)
1x Super Bastão (Super Rod)
4x Explorador VS (VS Seeker)
2x Lysandre
3x Professor Sycamore
1x Xerosic
3x Correio de Treinadores (Trainer’s Mail)

Energias (12):
12x Energias de Água

Estratégia

As coisas vão funcionar graças a Habilidade do Manaphy EX, que deixa todos os Pokémon com energia de água recuarem de graça, isso vai te deixar em uma situação, que você sempre vai conseguir montar um novo atacante, mesmo sem ter nenhuma energia em campo, graças ao Elixir Máximo, que olha as 6 cartas do topo do seu deck e coloca uma energia básica em um Pokémon do banco. Como utilizamos 12 energias, essa cartas funciona praticamente em todas as tentativas, Substituição de Energia finaliza, movendo uma energia para conseguirmos exatamente o que queremos para aquele turno.

Falei anteriormente que o Deck tinha respostas para tudo, então vamos explicá-las: Articuno é a sua resposta rápida contra Night March e Pokémon pequenos com pouca vida, pois a sua Ancient Trait deixa você comprar um Prêmio a mais quando o Articuno causa o nocaute de um Pokémon com um dos seus ataques; Regice deixa você imune de receber ataques de Pokémon EX, além de causar 70 de dano, o que é muito decente, deixando praticamente tudo pronto pra ser nocauteado quando a “granada” chegar; Aegislash EX não é de água, mas vamos aceitar essa mãozinha de um amigo metálico, sua habilidade o deixa imune de ataques de Pokémon com energia especial, então Vespiquen, Night March e Giratina deixam de ser um problema sério aqui.

Pronto, agora basta entender que temos “Pokémon Habilidade” nesse deck, para nos ajudar no Set Up da partida, são eles Shaymin EX para compra de cartas, Hoopa EX para busca de Pokémon e Manaphy EX para recuo 0 dos seus Pokémon. Finalizou tudo? Agora você decide, de acordo com seu oponente, quem será seu atacante, qual estratégia usar, lembrando que se “tudo der ruim” você tem um singelo Seismitoad EX, que pode deixar o seu oponente sem utilizar Item e jogando Granadas, que causam 130 de dano. Eu disse que a explosão delas não seria problema, e é verdade! Mares agitados te deixa curar 30 de dano de TODOS os seus Pokémon de água em campo, o Cinto de Luta Furiosa, aumenta em 40 de vida de todos os seus básicos, deixando todos eles em situação confortável, vivendo por vários turnos enquanto você dominar o campo com o mar.

Conclusão

Ninguém é campeão nacional à toa. Esse deck foi muito bem montado e teve a sua ideia original partindo de um brasileiro, Gabriel Semedo e já conquistou um dos nacionais pelo mundo e tem tudo para conquistar o Brasil também! Sem dúvida, uma força dele era o fator surpresa, mas mesmo assim é um deck muito rápido, que bate forte e tem resposta para praticamente tudo.

A fraqueza do deck, são os pokémon de grama. Vespiquen pode ser chato caso Aegislash caia nos prêmios, Sceptile e Jolteon EX com energias básicas, também são difíceis de serem respondidos à altura.

Como sempre, segue um video para visualizar uma Gameplay com o deck. Assim podemos entender melhor o funcionamento dele:

Até o próximo post, bom jogo a todos!

Sem comentários