Pokemon 20 anos
Seguir @copag_oficial

Blog Pokémon TCG da Copag

Exibindo a categoria Estratégias

O lado probabilístico em Pokémon TCG: Análise das Estatísticas, Prêmios/Prizes e Controle do Deck

13 de dezembro de 2016 Estratégias Novidades

basecopag3

Saudações, treinadores e treinadoras!

Hoje encerraremos nossas matérias sobre probabilidades em Pokémon TCG. Se você não sabe do que eu estou falando, pode se aprimorar um pouco mais na parte matemática de Pokémon TCG clicando na primeira e segunda matéria, respectivamente: Mão Inicial e Mulligan; e; Pokémon Básico Ideal e Suporte Ideal.

Falaremos aqui sobre análise das estatísticas colhidas até então, um pouco sobre o formato atual e também sobre o controle do deck.

Nas publicações passadas, pudemos estudar um pouco sobre o deck de TurboToad (clique aqui para conferir a decklist), mas falta apresentar o resumo de tudo o que já vimos. Deixando de lado as partes mais estratégicas dentro do game, nós concluímos quanto ao deck que:

  • A probabilidade do deck não sofrer Mulligan é: 83,72%
  • A probabilidade do Pokémon Inicial ser um ideal é: 78,07%
  • A probabilidade de ter ao menos 2 Pokémon Básico na mão (diminuindo o risco de Donk-nocaute do Pokémon Ativo sem Pokémon no Banco) é: 56,83%
  • A probabilidade da Mão Inicial vir com um Suporte é: 64,73%
  • A probabilidade da Mão Inicial vir com um Suporte Ideal (Manutenção de Mão) é: 65,93%

Se fizermos uma análise por meio destas estatísticas, podemos perceber que que o deck Turbo Toad apresenta uma excelente chance de não sofrer Mulligan e não conceder cartas extras para o adversário. Além disso, a probabilidade é que em 78,07% de suas partidas, o deck inicie com pelo menos um Pokémon básico ideal, que consideramos ser os Pokémon que atacam (excluindo Shaymin EX, Hoopa EX e Manaphy EX).

Já quando consideramos os Apoiadores, parece haver uma certa fraqueza, uma vez que a probabilidade de ao menos um Apoiador estar na mão inicial é de 64,73%. Desses, a chance de algum que trate de manutenção de mão é de 65,93% – algo muito baixo. O ideal para os decks de Pokémon TCG em formatos passados sempre girou em torno da linha 80-90% de conseguir um Apoiador, tendo quase o mesmo índice para Apoiadores que realizem alguma manutenção de mão.

Mas calma! Perceba que eu disse em negrito “em formatos passados”. Atualmente, o formato de Pokémon TCG mudou consideravelmente. O jogo, que anteriormente já era considerado rápido para muitos, ficou algumas ainda mais dinâmico e o grande motivo disso também possui relação com as probabilidades.

zangoose usando slash

Melhor nem piscar, senão…

Vamos considerar esse tempo logo com o lançamento das primeiras coleções XY, ok? Os decks de Pokémon costumavam ter uma manutenção de mão por turno – ou até mesmo duas – em decks que utilizavam de certas habilidades e ataques de determinados Pokémon. Isto quer dizer que o jogo proporcionava manutenções e cálculos probabilísticos mais estáticos. Afinal, era essencial conseguir um Apoiador de manutenção de mão nos primeiros turnos, ou seu jogo ficaria travado e incapaz de reagir.

Hoje, as coisas já são diferentes – muito, inclusive. A manutenção de mão, que quase sempre foi prioridade em Pokémon TCG e que era uma função quase exclusiva dos Apoiadores, alterou-se para os Pokémon e até algumas cartas Treinadores Item, mas principalmente por causa da junção de cartas como Shaymin EX + Hoopa EX + Ultrabola.

Antes, a manutenção de mão que era limitada em até 2 vezes por turno, agora pode chegar até a 4 ou 5 vezes, sem contar que existem diversas cartas item que aceleram e diminuem ainda mais a probabilidade de se comprar “cartas inúteis” para a partida – Compressor de Batalha (Expandido), Bicicleta Acro e Correio dos Treinadores, por exemplo – além da não tão preocupante possibilidade de descartar diversos Apoiadores a troco de nada para serem reutilizados com o Explorador VS.

Dada essa velocidade, não é raro que antes da última rotação, muitos jogadores iniciantes que usavam um deck completo de Vespiqueen ou Night March (com seus 3x ou 4x Shaymin EX) acabassem sendo derrotados por Over Deck/Deck Out. Há uma velocidade tão grande em certos decks, que às vezes empolgação toma conta e o turno não acaba nunca. Também é por isso que a grande maioria dos decks utiliza muito mais cartas Treinadores do que cartas Energias e Pokémon juntas, pois como se compete com um deck rápido? Sendo mais rápido do que ele? Bem, nem sempre.

Seguir o Meta (dessa velocidade) é a opção mais evidente, mas é também por isso que há diversos decks e que geralmente chegam aos diversos Top-Cuts pelo mundo inteiro – que jogam com deck Anti-meta, com o Lock, com o travar de cartas Treinadores Item e Ferramenta, caso do Vileplume (Deck campeão Nacional Brasileiro – Master), do Trevenant da XY1 e do Seismitoad EX (em formatos passados) – ou travando entre outras cartas como energias especiais e estádios, Giratina EX (Vice-Campeão Nacional Norte-Americano – Master). Ou mesmo Habilidadades com o Garbodor (Turbo Colisão).

Dessa forma, as possibilidades se estendem muito mais, principalmente após o primeiro turno. Vamos analisar o deck Turbo Toad por outra perspectiva:

  • Probabilidade do Deck não sofrer Mulligan é: 83,72%
  • Probabilidade do Pokémon Inicial ser um ideal é: 78,07%
  • Probabilidade de ter ao menos 2 Pokémon Básico na mão é: 56,83%
  • Probabilidade da Mão inicial vir com um Apoiador é: 64,73%
  • Probabilidade da Mão inicial vir com um possibilidade de Manutenção de Mão é: 81,72%
  • Probabilidade dos 3x Shaymin EX estarem nas Prize Cards: 0,28%

Nessa análise, substituí o Apoiador ideal pela opção de “Manutenção de Mão” de uma forma geral, na qual incluí, além dos 2X Juíz e 3x Sycamore, também 4x Ultra Bola. Além disso, você ainda tem a possibilidade de utilizar o Correio dos Treinadores para comprar qualquer uma dessas cartas de manutenção de mão caso nenhuma delas já esteja na sua mão inicial. A probabilidade varia conforme as cartas de Prêmio selecionadas.

Também adicionei nessa nova análise um novo tópico, a probabilidade dos Shaymin EX estarem nas cartas Prêmio caso você não tenha nenhum deles na mão, evitando assim o “desperdício” de uma Ultra Bola. Como pudemos ver, a probabilidade de os 3x Shaymin EX estarem nas Prêmios é extremamente baixa, de apenas 0,28%. É por isso que a maioria dos decks utiliza 3x Shaymin EX ao invés de 4x, pois com 3x Shaymin EX no deck, há sempre uma excelente probabilidade de ao menos um deles aparecer. Deixo abaixo uma tabela sobre a probabilidade dos Shaymin EX estarem nas Prêmios. Ela pode te ajudar nas Tech e no pensamento de quantos Shaymin EX valem a pena ter no deck. Também pode ser utilizada para qualquer outra carta do deck. Para isso, usei a mesma fórmula já demonstrada nas matérias passadas:

formula1prize

Onde “N” será 53 –afinal, já compramos 7 cartas e concluímos que o Shaymin EX não está entre elas – “n” será igual a 6 cartas, que são o número de Prêmios, “K” será o número de Shaymin EX no deck, e “A” será igual ao número de Shaymin EX nas Prêmios. Assim, temos a tabela:

Quant. Shaymin EX no Deck 1 nos Prêmios 2 nos Prêmios 3 nos Prêmios 4 nos Prêmios
1 11,32% x x x
2 21,55% 5,05% x x
3 30,78% 10,05% 0,28% x
4 39,09% 15,00% 0,82% 0,01%
*Lembrando que esses valores valem para qualquer carta do deck

Por fim, antes de me despedir definitivamente, encerrando todas essas matérias sobre probabilidade, vou deixar um pequeno comentário sobre o “Controle do Deck”:

O que é o controle? É útil?

Se você é um jogador iniciante e já viu algum jogador experiente separando o deck em alguns montinhos, já sabe o que é o Controle. Ele tem o objetivo de misturar o deck antes de embaralhá-lo. A dúvida é… Se você vai embaralhar o deck, por que você precisa fazer um controle?

Peguemos como exemplo um deck de Vileplume + Vespiquen ou até mesmo um deck Night March. Após uma partida, esses decks possuem uma tendência de acumular as cartas Treinadores umas sobre as outras na pilha de descarte, afinal em um turno, eles possuem mais cartas na própria pilha de descarte do que no deck. A maioria dos jogadores que usam esses decks também costumam colocar os Pokémon da pilha de descarte no topo para facilitar a contagem da quantidade de dano. Logo, esses decks praticamente se separam em montes de Pokémon e montes de Treinadores.

Embaralhar, no geral, acaba por manter essas cartas juntas. Claro que depende da forma como se embaralha e do tempo gasto nesse “embaralhamento”, mas nenhum jogador gosta de maltratar suas cartas, sem contar que, por vezes, a marca dos Sleeves/Protectors dificulta embaralhar as cartas, ainda mais se você for da categoria Júnior e/ou tiver mãos pequenas.

O controle tem sim um fundo de verdade e não é frescura/perda de tempo/mimimi. Afinal, se todas as cartas Treinadores e Pokémon ficam separadas, há boas probabilidades de você sofrer um “Mal de Mulligan”, isto é, conceder diversas cartas extras para o seu oponente, e, por vezes, começar com uma mão recheadas de Pokémon e não comprando cartas para manutenção.

Gostaria de agradecer a oportunidade deste espaço, bem como a toda a equipe Copag e Pokémon Blast News. Espero ter ajudado de uma forma apurada no que tange as construções de decks numa esfera mais competitiva.

Boa sorte a todos no competitivo e nessa temporada!

Referências e Links Úteis e complementares em todas as matérias:

Brent Halliburton – Stats on Starts Hypergeometric Distribution and the Pokémon TCG
Daniel Lee – Pokemetrics Introduction
Jason Klaczynski – Opening Basic Math
Mark Hanson – On the Probabilities of Pokemon
Patrick Roberts – TheMathTCG: The Probabilities Behind the Opening Hand
Portal Action – Distribuição Hipergeométrica
Wikipedia – Distribuição Hipergeométrica
Wikipedia – Probabilidade
Wikipedia – Valor Esperado

 

5 comentários

Deck Dragonite Xerneas – Turbo Descarte!

8 de dezembro de 2016 Estratégias Novidades

E ai, jovens?!

Embora XY12 não tenha trazido tantas cartas competitivas para o formato, algumas delas merecem destaque e análise, como o caso do Dragonite EX. Com a sua habilidade Pull Up, quando ele entra em campo, você pode buscar 2 Pokémon básicos da sua pilha de descarte e colocar na sua mão. Habilidade ótima para decks como Rainbow Force, Mega Rayquaza e Mega Gardevoir.

É aquele chamado “Pokémon Habilidade” que da uma baita força para um deck específico.

Mas… e se utilizarmos ele como atacante principal de um deck? E se Dragonite EX ganhasse o seu próprio Deck com novos amigos, será que isso pode ser possível?

Vamos entender agora que sim! Dragonite já estava cansado de ser apenas um coadjuvante nos Decks por ai.

dragonite

Fora a sua habilidade, Dragonite EX tem um bom ataque, o seu clássico Hyper Beam – causando 130 de dano e descartando uma energia ligada ao Pokémon ativo do seu oponente. Como esse dano, provavelmente não vai nocautear o EX do seu oponente, mas o efeito do ataque se torna muito decente em várias partidas contra os Decks mais competitivos do momento.

O que você deve estar se perguntando é: “como um ataque com 4 energias pode ser competitivo no formato?”. Como sempre, todo baralho possui uma lista com um objetivo. Por mais que Dragonite seja um dos dragões mais clássicos da franquia, desta vez ele vai receber ajuda de um tipo de Pokémon no mínimo inusitado, as Fadas. Dragões e Fadas vão ter que se unir para criar a sinergia desse Deck.

Vamos conhecer a decklist, para conversarmos mais sobre a estratégia desse deck!

 

Pokémon (13)

4x Dragonite EX (XY Evolutions)

4x Unown (XY Origens Ancestrais)

3x Xerneas (XY Cerco de Vapor)

2x Xerneas Turbo (XY Cerco de Vapor)

 

Treinadores (34)

4x Professor Sycamore

3x N

2x Lysandre

1x Brock’s Grit (XY Evolutions)

1x Grunhido da Equipe Flare (Team Flare Grunt)

4x Explorador VS (VS Seeker)

2x Ultra Bola (Ultra Ball)

2x Bola de Nível (Level Ball)

1x Carga Especial (Special Charge)

3x Cinto de Luta Furiosa (Fighting Fury Belt)

2x Bolinha de Fada (Fairy Drop)

4x Elixir Máximo (Max Elixir)

1x Poção Máxima (Max Potion)

4x Jardim das Fadas (Fairy Garden)

 

Energias (13)

9x Energias de Fada

4x Energia Incolor Dupla

 

xy11_en_81 xy12_en_72

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Eu particularmente sempre fui fã do ataque Geomancia do Xerneas, que teve um Reprint na coleção Cerco de Vapor. Com 1 energia de fada, você busca duas energias de fada e coloca em até 2 Pokémon do seu banco. Simplificando, em 1 turno você colocou 3 energias em campo somente com essa ação. Xerneas possui uma versão Turbo, também de Cerco de Vapor, que vai ter um ataque de extrema importância nesse deck.

Xerneas Turbo, com 2 energias de fada, pode usar o ataque Fluxo de Vida que causa 20 de dano, vezes a quantidade de energias ligadas a todos os seus Pokémon. Também aumenta a vida do Xerneas para 150, deixando ele um atacante mais seguro. Para Fluxo de Vida, é preciso entender que enquanto estiver atacando com Geomancia, você está colocando de 60 a 80 de dano na mesa– e isso vai depender se foi colocada uma Energia Dupla Incolor ou uma básica de Fada em um dos seus Pokémon.

82

Outra maneira de aumentar essa aceleração de energias do Deck é com o Elixir Máximo. Dependendo da velocidade que conseguir usá-los, vai determinar a quantidade de turnos que você vai precisar atacar com Geomancia. A cada vez que um Elixir Máximo acerta, você fica menos dependente de atacar sem causar nenhum dano.

O objetivo primário deste deck é no seu primeiro ataque usar Geomancia com ao menos 1 Dragonite EX em campo. Em 2 turnos, acertar ao menos 1 Elixir Máximo nele, que neste momento já se encontra com 2 energias de fada. Para finalizar, como energia do turno, ele recebe a Incolor Dupla, totalizando as 4 energias para utilizar o seu ataque. Porém, não podemos esquecer que esse Dragonite, enquanto estiver em campo, simboliza 80 de dano para o Xerneas Turbo sozinho. Provavelmente você vai estar causando no mínimo 120 de dano nesse momento. Agora, você vai precisar fazer uma leitura de jogo sobre qual é o melhor atacante para começar. É preciso nocautear o seu oponente o mais rápido possível? Ou a energia do atacante do seu oponente é muito importante pra ele e se você a descartar, vai te deixar com uma boa vantagem? Nessa hora você vai se definir entre Xerneas Turbo ou Dragonite EX.

Muitas pessoas falam que não conseguem montar Decks competitivos pela falta do Shaymin EX. Esse Deck não leva nenhum! O que pode ajudar muitos novatos a optarem por ele, pois tem uma estratégia simples que envolve várias mecânicas básicas do jogo que serão masterizadas com poucas jogatinas com essa lista.

Vamos continuar falando de Habilidades. Temos 4 Unowns que quando estão no seu banco, podem ser descartados para comprar 1 carta. Nosso objetivo é fazer um combo entre essa carta e o Dragonite EX. Uma situação mais básica para entender esse combo é: antes de baixar o primeiro Dragonite EX em campo, você utiliza 2 Unowns e compra 2 cartas. Com esses 2 Pokémon na sua pilha de descarte, Dragonite EX entra em campo e então voltam os 2 Unowns para comprar mais 2 novas cartas, reutilizando as suas habilidades sempre que um novo Dragonite EX entrar em campo.

A escolha de atacantes provavelmente será algo bem tranquilo graças ao estádio Jardim das Fadas, que vai deixar qualquer Pokémon com energia de Fada com recuo 0. Então preste atenção para estar com o seu estádio em campo nos momentos chaves da luta.

Se o seu oponente não consegue reaproveitar energias da pilha de descarte ou utiliza de muitas energias especiais, esse Deck vai ter uma batalha provavelmente fácil. Você tem como auxilio Grunhido da Equipe Flare para subir o Dragonite EX, visando descartar 2 energias no mesmo turno, deixando seu oponente em uma situação mais difícil de responder ao seu ataque. Carga Especial te ajuda a reaproveitar energias especiais que foram descartadas, fechando danos chaves no fim do jogo e com o dano do Xerneas Turbo sendo aumentando em 40 por turno.

tumblr_nvydc00wc61scncwdo1_500

CONCLUSÃO!

Deck extremamente dependente de habilidades, então se você sentir um cheiro de Garbodor na mesa, ele precisa ser o seu alvo o mais rápido possível! Infelizmente, o Dragonite EX não foi lançado no Brasil, pois ele pertence a coleção Evolutions que será pulada para o lançamento praticamente simultâneo da nova coleção de Pokémon TCG – Sun & Moon. Para conseguir essa carta, você precisa comprá-la avulsa ou importar os produtos da coleção. O deck tem estratégias primárias, o que é super recomendado para jogadores iniciantes. O fator surpresa da estratégia do Dragonite EX como atacante ainda é muito bom. Então, aprendendo a controlar cada oponente, você com certeza conseguirá excelentes resultados contra os considerados “melhores decks do formato”.

Se ficou alguma dúvida, deixe nos comentários! Como sempre, segue abaixo um #DECKTEST com gameplays do deck, explicando tudo isso em video e mostrando o deck em ação, o que pode tirar diversas dúvidas que tenham ficado na estratégia. Obrigado pela atenção de vocês e até a próxima!

 

 

 

Sem comentários

O lado probabilístico em Pokémon TCG: Pokémon Básico Ideal e Suporte Ideal

10 de novembro de 2016 Dicas Estratégias Novidades

basecopag

Saudações, mestres, mestras, treinadores e treinadoras!

Sou Evandro Xoxim, um redator da Pokémon Blast News, e um convidado pela Copag a postar algumas matérias no decorrer dos próximos meses. Na matéria passada, falamos um pouco sobre a mão inicial e sobre as probabilidades de Mulligan e de se começar com 2, 3 e até 4 Pokémon básicos na mão inicial. Caso você não tenha lido, basta clicar aqui para acessá-la e ter ideia do que iremos tratar nesse segundo Post.

Hoje retomaremos a questão da mão inicial, mas falando especificamente dos Pokémon Básicos ideais para se começar o jogo.

b) Pokémon Básicos Desejáveis

O importante não é apenas não sofrer de Mullingan, mas também ter certos Pokémon desejáveis começando como ativos. Ninguém gosta de ter aquele Shaymin EX ou Hoopa EX solitários na Mão Inicial.

Ainda que esse deck que estamos tomando como exemplo seja um deck que possui AZ e que por meio do Manaphy EX consegue recuar qualquer Pokémon sem custo algum – desde que tenha uma energia de Água ligada ao Pokémon Ativo – nunca é um bom começo ter Pokémon cuja a importância está em baixá-los durante o turno. Por isso, quais seriam as possibilidades do Ativo Inicial ideal? Interpretarei aqui os Pokémon que são os atacantes principais do deck, sendo eles 3x Seismitoad EX, 1x Aegislash EX, 1x Regice, e 2x Articuno, totalizando 7 Pokémon desejáveis.

shayminhoopa

A questão aqui, não é apenas utilizar o valor de referência da tabela do Post anterior e considerar que seus ativos ideais são seus únicos ativos, pois ainda existe a possibilidade de você começar com um Shaymin EX ou Hoopa EX sozinhos em sua mão e, neste caso, você ainda é obrigado a jogar mesmo que desejasse sofrer Mulligan. Vamos então analisar a possibilidade de ter na mão os Pokémon que não podem ter suas habilidades ativadas quando colocados como ativos iniciais.

Cabe lembrar que o Manaphy EX, por ter sua habilidade ativa constantemente, não se enquadra nas péssimas opções, como é o caso do Shaymin EX e Hoopa EX que “desperdiçam” suas habilidades. Ainda assim, Manaphy EX também está longe de ser o ativo inicial ideal, principalmente por seu baixo HP.

Para esse cálculo utilizei da fórmula em que trata do coeficiente entre as fórmulas já vistas no Post passado, onde dividimos o percentual da quantidade de Básicos Ideais, dada por P(N, n, K¹, A), pelo percentual da quantidade de básicos no deck, dada por P(N, n, K, A). Dessa forma, teríamos a fórmula como:

formulaOnde K¹ representa os Pokémon Iniciais ideais. Mas como da vez, passada: Não tema. As contas já estão prontas para você usufruir, e com uma tabela bem grandinha. Para interpretá-la, basta procurar no lado esquerdo a quantidade total de Pokémon Básicos no deck. Encontrando a linha que corresponde ao número de Pokémon BÁSICOS do seu deck, você deverá escolher a coluna em que possui a quantidade de Pokémon básicos ideais para sua mão inicial.

tabela1*Por conta dos limites de espaço, a tabela/planilha expandida só pode ser acessada na íntegra, clicando aqui.

No caso, para o deck estudado (Turbo Toad), que possuí um total de 13 Pokémon, todos básicos, no qual 8 são os ideais, podemos dizer que a probabilidade de vir ao menos um Pokémon básico é de 83,72%, onde desses há a probabilidade de 78,07% em ser um dos Pokémon Ideais.

Com essas tabelas – tanto da matéria passada, quanto desta – podemos também calcular e averiguar sobre a probabilidade de comprar algum Apoiador na mão inicial. Os apoiadores, principalmente os que fornecem manutenção de mão, isto é, comprar novas cartas, são fundamentais para a maioria dos decks, principalmente aqueles que se arriscam no competitivo sem o uso de Shaymin EX (Sim… eu sei que isso é bem raro). Então, quais seriam as probabilidades de comprar um Apoiador logo na mão inicial?

c) Chance de Suporte para manutenção de Mão

É valido lembrar que as das construções de tabelas presentes nessas matérias foram feitas para Pokémon Básicos, entretanto, as mesmas são base para questão de Cartas Apoiadores que forneçam manutenção mão, como é o caso do N, Professor Sycamore, Shauna, Professor Birch e dentre outros.

Mas inicialmente, vamos demonstrar probabilidade de ser retirar um Apoiador qualquer na mão inicial. Para isso, usaremos a mesma fórmula:

formula2

Entretanto, lidaremos com valores diferentes, principalmente de deck. Nesse caso, consideramos que N representa 59 cartas, e não 60 como anteriormente. Isso ocorre, pois é necessário que exista um Pokémon Básico na sua mão inicial, afinal, de outra forma, você embaralharia o deck novamente até que esse inicial apareça. Logo, pelo menos uma carta deve ser obrigatoriamente um Pokémon básico, o que reduz tanto a quantidade de cartas no deck, quanto na compra, que será representado por n= 6 e onde K representa a quantidade de Apoiadores no deck.

No deck Turbo Toad, usado de exemplo até então, temos os seguintes Apoiadores: 2x Juiz (Judge); 1x AZ; 2x Lysandre; 3x Professor Sycamore; e 1x Xerosic. Totalizando 9 apoiadores.

Para facilitar a sua vida, novamente temos uma tabela prontinha:

Quantidade de Apoiadores

Probabilidade  Apoiador na Mão Inicial
1

10,17%

2

19,46%
3

27,94%

4

35,66%
5

42,68%

6

49,05%
7

54,82%

8

60,03%
9

64,73%

10

68,96%
11

72,76%

12

76,17%

13

79,21%

14

81,92%

15

84,33%
16

86,47%

17

88,36%

18

90,02%

19

91,48%
20

92,76%

21

93,87%

22

94,84%
23

95,68%

24

96,40%

25

97,02%
26

97,54%

27

97,99%
28

98,37%

29

98,68%

30

98,95%

Dessa forma, a probabilidade de se sair com ao menos um Apoiador é de 60,03%.

supporte

Entretanto, entramos num conflito. Afinal, na maioria dos casos Lysandre, Xerosic e AZ não são boas primeiras opções por (desconsiderando AZ +Shaymin EX) não oferecerem manutenção de mão. Os apoiadores, principalmente os que fornecem manutenção de mão, isto é, comprar novas cartas, são fundamentais para a maioria dos decks, principalmente aqueles que se arriscam no competitivo sem o uso de Shaymin EX (Sim… eu sei que isso é bem raro). Então quais seriam as probabilidades de comprar um Apoiador Ideal logo na mão inicial?

Para calcularmos a probabilidade de se conseguir algum Apoiador que forneça manutenção de mão na mão inicial, podemos utilizar a fórmula:
formula3 Ok. Vamos fugir do pesadelo matemático e novamente apresentar uma tabela prontinha, recém saída do forno (Até porque o princípio dessa fórmula já foi explicado na matéria passada).

tabela2*Por conta dos limites de espaço, a tabela/planilha expandida só pode ser acessada na íntegra, clicando aqui.

No caso, para o deck estudado (Turbo Toad), que possuí um total de 9 Apoiadores, no qual 5 deles proporcionam uma manutenção de mão, sendo portanto os ideais (2x Juiz e 3x Professor Sycamore) e com probabilidade de 65,93% de serem eles a estarem na mão inicial, quando existir um Apoiador nela.

Por fim, na próxima matéria, iremos analisar de uma forma geral todos os resultados obtidos com essas estatísticas, falaremos de Techs (alterações no deck) e o que tipo de efeitos proporcionam, e também comentaremos sobre as principais cartas do formato que proporcionam cálculos complexos de mais para serem realizados numa partida. Também citarei sobre a condição de fazer “Controle do Deck”, e até que ponto isso ajuda.

Agradeço por ter lido até aqui. Não esqueça de acessar e conferir as demais redes sociais da COPAG e da Pokémon Blast News. Caso queira pode me seguir também no Twitter.

1 comentário

Deck Snorlax/Hypno: Sem EX, Barato e Forte!

E aí, jovens?!

Snorlax é um dos Pokémon mais famosos de todos os tempos, já sabemos que ele ganhará uma versão extremamente forte com a sua carta GX em Sun and Moon, mas atualmente, a sua versão de Fusão de Destinos também merece uma certa atenção. Pra você que estava procurando por um deck barato, sem cartas EX, essa pode ser a sua melhor opção no momento!

snorlax_by_sheeters

 

Já dentro do formato Standard, essa Decklist vai te dar uma ótima base para aprender um pouco mais do jogo competitivo, condições especiais, uso de habilidades e compra de cartas extras dentro da partida. Conheça as cartas do deck Snorlax/Hypno:

 

POKÉMON – 14

4 – Snorlax (XY Fusão de Destinos)

1 – Swablu (Gerações)

1 – Altaria 74/108 (XY Céus Estrondosos)

2 – Drowzee (XY Turbo Colisão)

2 – Hypno (XY Turbo Colisão)

2 – Remoraid (XY Turbo Revolução)

2 – Octillery (XY Turbo Revolução)

TREINADORES – 36

2 – Bola de Nível (Level Ball)

4 – Correio de Treinadores (Trainer’s Mail)

4 – Explorador VS (VS Seeker)

1 – Mapa de Cidade (Town Map)

2 – Super Bastão (Super Rod)

4 – Ultra Bola (Ultra Ball)

1 – Brigette

1 – Grunhido da Equipe Flare (Team Flare Grunt)

2 – Lysandre

2 – N

1 – Pescador (Fisherman)

4 – Professor Sycamore

1 – Wally

3 – Jardim das Fadas (Fairy Garden)

4 – Cinto de Luta Furiosa (Fighting Fury Belt)

ENERGIAS – 10

4 – Energia Incolor Dupla (DCE)

6 – Energias de Fada

 

satisfied__snorlax__by_darkheroic-d5ts4xx

Mas o que esse Snorlax tem de tão interessante? Ele é um Pokémon básico com 140 de vida, que o seu primeiro ataque causa 30 de dano por 3 energias incolores e pode ser utilizado mesmo que o Snorlax esteja dormindo. E caso ele esteja dormindo, você causa + 90 de dano, totalizando 120! Como nosso amigo é básico, ele aceita receber a ferramenta Cinto de Luta Furiosa, que vai aumentar 40 da sua vida e 10 do seu dano. No fim, temos um Snorlax não EX, com 180 de vida, causando 130 de vida por 3 energias incolores. O fato de ser incolor, ajuda e muito, pois com 1 Energia Incolor Dupla e 1 Energia de Fada, nós já conseguidos pagar o seu custo, levando 2 turnos para a sua preparação.

2 turnos, também é o que vamos precisar para nos organizar taticamente com esse Deck. Nós temos 3 Pokémon Estágio 1, que precisam ser evoluídos o mais rápido possível. O Hypno, possui uma habilidade que deixará ambos Pokémon ativos (o seu e do seu oponente), dormindo. Isso seria uma coisa ruim, mas o nosso Snorlax consegue atacar mesmo dormindo e ainda causa mais dano caso esteja, você se lembra? Então são esses 90 adicionais de dano, que vamos buscar todas as vezes que formos atacar, o Hypno precisa estar em campo. Nosso segundo Estágio 1, é o Octillery. Está no Deck, basicamente para nos ajudar a comprar mais cartas, com a sua habilidade Mão Abissal, que durante seu turno antes de atacar, te deixar comprar até ter 5 cartas na mão. Podendo ser reutilizada por várias vezes na partida, em todos os turnos que você precisar.

A estratégia não se desenvolve muito mais do que isso. Como o Hypno deixa ambos dormindo, você ainda tem a possibilidade de após causar o dano, que seu oponente continue dormindo quando passar para o turno dele, caso ele tire coroa para a condição Sleep. Isso pode facilmente atrasar qualquer contra ataque que ele esteja planejando e te proteger por mais um turno enquanto começa a preparar o seu segundo Snorlax. A troca de prêmios contra Decks que utilizem EX é muito favorável, pois cada Snorlax que você perder, você entregará apenas um prêmio. Como ele passa longe de ser frágil, com 180 de vida, na maioria das vezes ele conseguirá ficar em campo atacando, por mais de 1 turno, o que te deixará planejar o próximo Snorlax da mesma forma que fez o primeiro.

Como possui diversos efeitos baseados na habilidade dos seus Pokémon, Gabodor pode ser um problema. Nessa partida, o mais importante é fazer a sua estratégia primeiro para depois de preocupar com o Garbodor. Se possível chame ele com um Lysandre e tenha paciência, pois mesmo saindo perdendo, os principais parceiros do Garbodor hoje são Pokémon Mega, isso vai te fazer recuperar o tempo perdido quando começar a comprar 2 Prêmios a cada nocaute.

hypno_by_grayfox64-d5jlox5

Pela primeira vez, algumas cartas da Decklist que merecem atenção especial, vou falar da sua importância no deck separadamente. Espero que isso facilite o entendimento de todos!

Wally

Quando seu oponente menos esperar, você pode trazer algum Estágio 1 para campo em apenas 1 turno. Mesmo que ele nocauteie um, você pode trazer um básico, usar Wally nele e a sua estratégia se manterá intacta.

Super Bastão

Utilizamos 2 cópias, para dar mais segurança e consistência nas suas jogadas. Assim, ao descartar qualquer linha de evolução, você pode recuperá-la no momento em que mais precisar, voltando ela pro deck. Claro que em uma partida mais demorada, também te da a oportunidade de colocar mais de 4 Snorlax em campo.

1-1 Altaria

Essa carta assim como o Wally, graças a sua Ancient Trait “Evolução”, pode ser evoluída de imediato, pegando seu oponente de surpresa. O único motivo dela fazer parte do deck é para partidas contra Decks lutadores, pois atacam na fraqueza do Snorlax. Caso seu oponente possua outro tipo de Deck, essa carta é completamente inútil. Devido a importância de que o Snorlax fique em campo por mais de 1 turno atacando, ele não pode ser nocauteado por 90 de dano de um Pokémon lutador, isso te trará problemas ao montar o próximo Snorlax.

Brigette

É o seu melhor apoiador para o primeiro turno, mas caso não esteja no primeiro turno, dificilmente vai te ajudar, por isso apenas 1 cópia. A melhor jogada com essa carta é trazer os básicos dos Estágio 1 pra campo, assim no seu próximo turno você se garante com mais compras com Octillery ou para o Professor Sycamore mais seguro, finalizando o seu Setup com as cartas que te faltarem.

Grunhido da Equipe Flare

Em alguns momentos chave, vai deixar a troca de ataques entre o seu Snorlax com o Pokémon ativo do seu oponente favorável para o seu lado. Descarte a energia mais difícil para o seu oponente repor e torça para que ele por mais que tente, apenas passe o turno pra você sem te nocautear.

Esse foi o Deck do Snorlax com Hypno pessoal. Espero que esse Deck ajude vocês a aprenderem mais sobre partidas competitivas e que ajude pessoas que queiram fazer um baixo investimento a começarem a jogar. Como sempre, segue um #DECKTEST com esse deck, explicando tudo isso em video e mostrando o Deck em ação, o que pode tirar diversas dúvidas que tenham ficado na estratégia. Obrigado pela atenção de vocês e até a próxima!

10 comentários

Deck VespiPlume: Campeão Nacional 2016!

15 de junho de 2016 Coleções Estratégias Novidades

vespiplume2

E ai, jovens! Raphael Branco venceu o torneio mais difícil de todos os tempos com sua lista de Vespiquen com Vileplume. Na final passou fácil por um dos decks mais fortes do formato, o Night March. Ataques fortes que utilizam apenas um card de energia para pagar o seu custo, recuo gratuito, lock de itens logo no primeiro turno e uma consistência invejável, transformaram Raphael no Campeão Nacional de Pokémon TCG 2016 da categoria Masters. Torneio que teve mais de 320 jogadores participando em sua categoria e quase 450 jogadores no total. Mais um Recorde batido para nós, garantindo a posição de segundo maior Nacional do Mundo, para o Brasil!

Vamos a decklist:

Pokémon (28)
1 Bunnelby PRC 121 (XY Conflito Primitivo)
4 Shaymin EX (XY Céus Estrondosos)
4 Combee (XY Origens Ancestrais)
4 Vespiquen (XY Origens Ancestrais)
4 Oddish (XY Origens Ancestrais)
4 Gloom (XY Origens Ancestrais)
3 Vileplume (XY Origens Ancestrais)
1 Toxicroak EX (XY Flash de Fogo)
3 Unown (XY Origens Ancestrais)

Cards de Treinador (28)
4 Ultra Bola (Ultra Ball)
1 Revitalizador (Revitalizer)
3 Bicicleta Acro (Acro Bike)
1 AZ
3 Compressor de Batalha (Battle Compressor)
4 Floresta das Plantas Gigantes (Forest of Giant Plants)
2 Bola de Nível (Level Ball)
1 Juiz (Judge)
2 Pedra Flutuante (Float Stone)
2 Professor Sycamore
1 Lysandre
4 Correio de Treinadores (Trainer’s Mail)

Energia (4)
4 Energia Incolor Dupla

ESTRATÉGIA:
Como facilmente vocês podem perceber, esse Deck utiliza 28 Pokémon, é muito mais do que a maioria dos decks (diria que o dobro!). Vespiquen é a nossa atacante principal, seu segundo ataque por uma Energia Dupla Incolor causa 20 de dano + 10 para cada Pokémon na pilha de descarte. Então esse é o nosso objetivo, descartar o máximo possível de Pokemon no primeiro turno, para que a Vespiquen cause um dano considerável em seu primeiro turno de ataque. Mesmo ela sendo Estágio 1, graças ao estádio Floresta das Plantas Gigantes, todos Pokémon de grama poderão evoluir no mesmo turno em que forem baixados. Então você sempre pode montar uma Vespiquen inteira, em um único turno. Combee, Vespiquen, Energia Dupla Incolor, recua e pronto, já está batendo novamente!
Claro que o seu primeiro turno, não é tão fácil quanto aparenta. Na verdade, ele é o mais longo e o mais difícil de todos eles. Esse deck, tem o incrível potencial de comprar o Deck praticamente inteiro no primeiro turno, isso é uma das formas de você perder o jogo, então se controle! Compressor de Batalha vai descartar os Pokémon que você não precisa mais, Unown é um Pokémon que te ajuda no Draw Power e no dano da Vespiquen e o Shaymin EX te ajuda a terminar tudo que é preciso fazer, comprando mais cartas.
O objetivo primário do deck, é colocar uma Pedra Flutuante e montar o Vileplume no primeiro turno. Porém a habilidade do Viluplume não deixa que ambos jogadores utilizem cartas Item, então muita calma nessa hora, faça todas as suas jogadas antes de colocá-lo em campo. Passe o problema apenas para seu oponente, não pra você hein! Tendo feito isso, jogo seu está montado, Vespiquen sempre pronta pra causar um bom dano e seu oponente sem poder usar cartas item. Isso vai te dar uma baita vantagem em praticamente todas as partidas, e obrigando seu oponente a usar apenas apoiadores para dar segmento em sua estratégia principal.
Bunnelby está ai para recuperar recursos do Deck, como a Energia Incolor Dupla ou algum Pokémon chave. Como ele ataca 2 vezes graças a sua Ancient Trait, você pode recuperar 2 deles por turno. Toxicroak EX é uma resposta contra Aegislash que é um dos inimigos desse deck, pois sua habilidade não deixa ele receber dano de Pokémon com energia especial, que no seu caso, é de todos os ataques que você realizar, pois só existem energias especiais no deck.

CONCLUSÃO:
Consistência meus caros, luta roteirizada, o deck que bem treinado pode levar alguém para o topo! VespiPlume é uma opção rápida, causa muito dano e ainda controla a partida. Levou o título do Nacional de Pokémon mais difícil de todos os tempos, aqui no Brasil. Claro que um pouco de sorte ajudou durante o emparceiramento e escolha dos oponentes durante as etapas chaves do torneio, mas essa é aquela chamada “Sorte de Campeão”, que é bem vinda para todos nós!
O Deck tem como principais inimigos Giratina EX, Aegislash EX, Wobbuffet, pois atrapalha no dano, em colocar energia especial ou anulam o efeito do Vileplume. Um Maníaco de Feitiços no turno ideal, também cancela o Vileplume para que você respire e faça todas as suas jogadas acumuladas em um único turno e pode ser que te recoloque na partida. Mas é um Deck que joga bem contra tudo, principalmente se ele começar 2 das 3 partidas na melhor de três.

Como sempre, segue um video para visualizar uma Gameplay com o deck. Assim podemos entender melhor o funcionamento dele:

Até o próximo post, bom jogo a todos!

1 comentário