agosto 21, 2015 -

Por Equipe Copag

smart pikachuVocê sabe o que é uma fanfic? Esse termo, que vem do inglês fan fiction, é o nome que a gente dá às histórias criadas por fãs e baseadas em animes, séries, mangás, livros, filmes, games, HQs e outros diversos assuntos.

O grande barato das fanfics é compartilhar a sua visão de um universo que todos já conhecem e inventar novas possibilidades para essas histórias. E agora você vai poder fazer isso aqui no Blog do Pokémon TCG da Copag! 😀

A partir de agora, vamos publicar por aqui fanfics de Pokémon enviadas pelos nossos leitores. Além de acompanhar as histórias, você também pode mandar as suas criações. Basta seguir essas regrinhas simples: 

  • As histórias devem ser como um pequeno conto, fechadas em si, sem serem episódicas.
  • Cada história deve ocupar no máximo três páginas A4 e ser escrita em fonte Arial, tamanho 11, com espaçamento entre linhas simples (essa é a formatação padrão do Google Docs, por exemplo).
  • A história deve ser enviada para a gente por e-mail. Depois de escrever, copie todo o texto e cole direto no corpo da mensagem, enviando em seguida para pokemon@copag.com.br. No assunto do e-mail, siga o seguinte padrão: “Fanfic – Título da história”.
  • Textos com conteúdo considerado ofensivo, obsceno ou inadequado à proposta desta ação serão automaticamente descartados. 

A Equipe Copag vai avaliar as fanfics enviadas e, a cada duas semanas, sempre às sextas-feiras, publicaremos uma história selecionada. Atenção agora para algumas informações importantes: 

  • A publicação das fanfics não envolve nenhuma espécie de premiação. Isto não é um concurso, mas sim um chamado criativo. Trata-se de uma ação de caráter puramente artístico, sem qualquer pretensão comercial.
  • A Equipe Copag entrará em contato com antecedência com os autores selecionados para publicação. Estes poderão divulgar seus sites, blogs e redes sociais ao final das histórias. Se desejarem aparecer no box “Sobre o autor” ao final do post, deverão também fazer um cadastro gratuito no Gravatar com o mesmo e-mail usado para enviar a fanfic.
  • A Equipe Copag também se reserva o direito de editar os textos a fim de deixá-los mais claros e eliminar eventuais erros ortográficos e gramaticais. 

Ficou com alguma dúvida? É só perguntar pra gente aí nos comentários.

Confira a seguir um exemplo de fanfic que nós preparamos e participe mandando a sua! 😀

 

Fanfic #1: O show de Chikorita

fanfic de pokemon 

O jovem Charles estava ansioso. Ele precisava agora de apenas mais uma insígnia para habilitar a participação em sua primeira Liga Pokémon. Andava apressadamente pelas vastas folhagens do Parque Nacional da região de Johto, carregando consigo apenas uma mochila e a vontade tremenda de se tornar um grande Treinador Pokémon.

Quando uma súbita agitação atingiu um dos arbustos ao seu redor, Charles paralisou. Pegou uma pokébola do bolso, ficou em posição de guarda e, desconfiado, fixou os olhos nas folhas. Para sua surpresa, um simpático Chikorita surgiu no local.

– Veja só isso! – exclamou o garoto, aos sorrisos. – Olha, Chikorita, um amiguinho seu por aqui – disse ele à sua pokébola.

O Chikorita no arbusto o olhou com ar esnobe, deu-lhe de ombros e se embrenhou novamente nas folhas. O garoto sorriu, guardou sua pokébola no bolso novamente e retomou o seu caminho, desta vez mais relaxado.

Sob um sol ameno e com uma agradável brisa que refrescava os seus pensamentos, Charles caminhou tranquilo por cerca de vinte minutos – até que uma nova agitação nas folhagens lhe chamou a atenção. Para sua surpresa, um novo Pokémon saiu dos arbustos e correu feliz em sua direção.

– Pika-pi! Pikaaaa?!?…

Ao ver Charles, o Pokémon parou de correr e ficou quieto subitamente.

– Nossa, que Pokémon incrível! – disse o garoto.

– Ha, ha! Ei, Pikachu, espere por mim!

Ash_PikachuUm outro menino surgiu de trás dos arbustos.

– Hã… oi! – disse ele. – Eu sou o Ash, e esse aqui é o meu Pokémon, o Pikachu.

– Pika-pika! – soltou o monstrinho.

– Pikachu? Ash? Legal! Muito prazer, meu nome é Charles.

– Oi, Charles! – cumprimentou Ash. – Você é daqui da região de Johto mesmo?

– Sim – respondeu o garoto, animado. – Sou da cidade de New Bark. Neste momento estou a caminho do ginásio de Blackthorn. Preciso conseguir a insígnia crescente para finalmente participar de uma Liga Pokémon.

– Puxa, que demais! – exclamou Ash. – Eu já participei da Liga desta região. A chama de Ho-Oh é muito bonita.

Charles deu um sorriso e se aproximou de Ash.

– Mas se você já participou da Liga, o que faz por aqui?

– Eu vim visitar o Professor Elm – revelou Ash. – Na verdade, eu sou da cidade de Pallet, da região de Kanto.

– Hum… eu conheço bem aquela região – disse Charles. – Tenho alguns parentes que moram lá.

Enquanto os garotos conversavam, Pikachu observava uma pequena movimentação num dos arbustos.

– Você sabe que, para chegar até o ginásio de Blackthorn, é preciso passar pela caverna de gelo, certo? – indagou Ash.

– Sim, e é para lá que eu estou indo agora – respondeu Charles. – Antes que você me pergunte, pode deixar que eu tenho um agasalho aqui na minha mochila.

– Ótimo! Até porque…

– Pikaaaaaaaaaaaaaa!

Ash foi interrompido pelo grito de Pikachu, que fora subitamente imobilizado.

– Pikachu! – gritou Ash.

– Mas… o que é isso? – surpreendeu-se Charles.

– Preparem-se para a encrenca! – disse Jessie, do alto do tronco de uma árvore.

– Encrenca em dobro! – completou James, revelando-se no tronco do lado oposto.

Team_RocketOs dois entoaram o lema da Equipe Rocket e desafiaram os garotos enquanto Meowth garantia a permanência de Pikachu numa pequena jaula de madeira.

– Pikachu, Choque do Trovão! – ordenou Ash.

O Pokémon soltou o seu ataque elétrico, mas a jaula de madeira e a roupa isolante que Meowth vestia simplesmente neutralizaram a investida.

– É, parece que o jogo virou, não é mesmo, Ash? – provocou Jessie.

– Soltem já o meu Pokémon! – bradou o garoto, irritado.

Enquanto Jessie e James provocavam Ash, Charles andou discretamente para o lado oposto e tirou a sua pokébola do bolso mais uma vez.

– Ei, vocês, aí! – chamou o garoto.

Os vilões olharam para trás.

– Vai, Chikorita! – ordenou Charles, arremessando a sua pokébola.

– Pff, era só o que faltava – resmungou James. – Se liga, moleque, você acha mesmo que esse Pokémon todo delicadinho vai…

Chicote de cipó! – gritou Charles.

Imediatamente Chikorita lançou seus cipós na direção de Jessie e James. Os dois foram atingidos e caíram dos troncos, mas tiveram a queda suavizada por um grande arbusto.

– Grrrr… Meowth, faça alguma coisa! – ordenou Jessie, irritada.

Antes que o felino tivesse tempo de pensar em qualquer reação, Charles ordenou que Chikorita soltasse uma rajada de folhas afiadas em sua direção com o golpe Folha Navalha.

– Aaargh, socorro! – gritou Meowth, saltando de cima da jaula para escapar dos ataques.

As folhas recortaram a madeira e liberaram Pikachu. Ash assistia a toda a confusão de boca aberta.

– Chikorita, Aroma Doce!

O Pokémon atendeu à instrução de seu treinador e soltou um doce aroma que atraiu Jessie, James e Meowth.

– Ai, esse cheirinho é tão gostoso… – soltou James.

– Chikorita, Raio Solar! – ordenou Charles, assim que os vilões se posicionaram à frente do seu Pokémon.

chikoritaO ataque de Chikorita foi tão forte e intenso que Jesse, James e Meowth saíram voando e viraram um mero brilhinho no céu.

– Parece que a Equipe Rocket está decolando de novoooooooooooooo! – disseram todos eles juntos.

Charles guardou seu Chikorita na pokébola enquanto Pikachu correu feliz para Ash. O garoto de Pallet ainda tentava assimilar tudo o que acontecera.

– Ufa! – disse Charles. – Ainda bem que deu tudo certo, né?

– Eu… eu…

– Bom, isso tudo foi muito divertido, mas eu preciso ir andando – continuou Charles. – Espero que tenha servido como um bom aquecimento para a batalha do ginásio!

– Bem, hã… Sim! – disse Ash, finalmente despertando. – Charles, muito obrigado por ter libertado o Pikachu. Você é fera, cara!

– Imagina, Ash, eu estou só começando – disse o garoto, com a maior humildade. – Diz aí, você que já foi campeão da Liga: tem alguma dica pra me dar?

– Claro! – respondeu Ash. – Você vai enfrentar a Clair, certo? Ela é muito habilidosa e costuma usar Pokémon do tipo dragão. Use seus Pokémon com a mesma firmeza que você mostrou agora e eu tenho certeza que você vai se dar bem.

Charles estendeu a mão para Ash e os dois se despediram.

– Valeu, cara! – agradeceu o garoto, partindo em seguida.

Ash apenas acompanhou seu novo amigo andar sossegado em direção ao horizonte.

– É, Pikachu – disse o garoto ao seu Pokémon. – Parece que vem mais um grande campeão por aí!

– Pika-pi! – respondeu o monstrinho, abraçando seu treinador.

Os dois partiram felizes para o lado oposto.

  • Erivelton Freitas

    Só escrevo fanfics +18 de Conotação Sexual Duvidosa, serve?! Ou vai ser só essas ‘Lights’ para crianças?!

    • Erivelton, é como a gente já explicou no regulamento: textos com conteúdo considerado ofensivo, obsceno ou inadequado à proposta desta ação serão automaticamente descartados. Tenha em mente que muitas crianças acessam o nosso site! :)

      • Erivelton Freitas

        Beleza, vou fazer algo LIGHT!

  • Erivelton Freitas

    Fanfic criada, revisada e enviada! Vamos ver se eu ganho xD

  • Bráulio Veloso

    Muito bom esse esquema de fanfics. E essa primeira história ficou muito boa. Curta, direta e empolgante. Parabéns Copag!!!

  • Victor Bocato

    Muito bacana a proposta, belo trabalho vocês estão fazendo com Pokémon Copag, parabéns! 😀
    Aliás, por mais que a Fanfic tenha seguido o padrão do anime que torna Pokémon um tanto “Infantilóide”, admito que me diverti pois ela me ambientou bastante ao anime, eu li a fala da Jessie co a voz dela! KKKK
    Vou mandar a minha, não nenhum escritor, mas vou tentar fazer com a pegada do Pokémon Adventures e Pokémon The Origins, que transforma o universo de Pokémon em algo muito mais legal! 😀
    Parabéns pela Fic cara, lembrou minha infância! o/

    • Legal que curtiu, Victor! =D
      E sim, mande as suas histórias também! ^_^

  • Angelina

    Amei a Fanfic da Chikorita! Nossa ela deu um show!! Parabéns pelo trabalho maravilhoso! Espero que continue criando histórias incrivéis como essa! <3