Seguir @copag_oficial

Blog Pokémon TCG da Copag

Exibindo a categoria Dicas para montar o seu deck

Miltank/Flygon/Dusknoir: o Top 8 do Mundial e o fim de uma era

Por Edgar Shinagawa

Olá, pessoal! Hoje trago uma análise mais detalhada de Miltank/Flygon/Dusknoir, a pedido do João, que comentou na análise dos decks do Mundial! :)

Esta será a última análise do formato NXD-on, visto que, semana que vem, já estará sendo válida a coleção Furious Fist, iniciando o formato de 2015 – onde somente serão válidas cartas lançadas desde a Fronteiras Cruzadas em diante.

Mas antes, apresento novamente a decklist do Ishaan Jagiasi, atual campeão americano da Senior e Top 8 no Mundial:

 

Pokémon (18):
3x Trapinch (BW Fronteiras Cruzadas)
1x Vibrava (BW Fronteiras Cruzadas)
3x Flygon (BW Fronteiras Cruzadas)
3x Duskull (XY Flash de Fogo)
3x Dusknoir (BW Fronteiras Cruzadas)
4x Miltank (XY Flash de Fogo)
1x Mewtwo EX (BW Próximos Destinos)

Trainer (36):
4x N
4x Skyla
1x Colress
1x Lysandre
3x Professor Juniper (Professora Juniper)
3x Tropical Beach (Praia Tropical)
4x Rare Candy (Doce Raro)
1x Level Ball (Bola de Nível)
4x Ultra Ball (Ultra Bola)
3x Float Stone (Pedra Flutuante)
2x Startling Megaphone
2x Muscle Band (Faixa Musculosa)
1x Silver Bangle (Bracelete de Prata)
1x Max Potion (Poção Máxima)
1x Escape Rope (Corda de Fuga)
1x Dowsing Machine (Máquina de Prospecção)

Energy (6):
4x Double Colorless (Dupla Incolor)
2x Fighting (Lutadora)

 

Estratégia

 

A estratégia do deck é bastante análoga ao do deck de Flygon. Porém, em vez de atacar com Accelgor (paralisando o oponente) e promovendo Flygon, este deck ataca de Miltank, que com seu ataque Powerful Friends, causa 80 de dano com apenas 1 energia, desde que você tenha um estágio 2 no seu banco.

Como a Miltank possui apenas 100 de HP, ela é relativamente fácil de ser nocauteada. Quando isso ocorre, você promove o Flygon, que adiciona o dano no campo do oponente. Além disso, Flygon ajuda a ir colocando marcadores de dano no campo do oponente ao mesmo tempo que você monta seu jogo com Tropical Beach (Praia Tropical).

Após seu jogo estar montado, Dusknoir entra para rearranjar os marcadores e eliminar possíveis ameaças. Por fim, Mewtwo-EX é um atacante barato que não depende do estágio 2 no banco.

 

Opções de cartas

 

Infelizmente, sem Tropical Beach este deck perde bastante força, a ponto de perder seu potencial competitivo. Possíveis substitutos são outras cartas de Supporter (Apoiadores), como mais cópias de Colress e Shauna.

É bastante complicado falar de mudanças em uma decklist que chegou a um Top 8 de um Mundial – afinal, se chegou até lá, é porque a lista é boa. Entretanto, meus toques pessoais nesta lista seriam:

-2 Professor Juniper (Professora Juniper)
-1 Lysandre
+2 Colress
+1 Super Rod (Super Bastão)

Eu jogaria com menos Professor Juniper (Professora Juniper) para minimizar o descarte de recursos importantes. Ao mesmo tempo, aumentaria a linha de Colress, visto que este é um deck que joga com o banco cheio. Também removeria Lysandre, por não achar necessário quando se tem uma linha 3-0-3 de Dusknoir e adicionaria a Super Rod (Super Bastão) para forçar o adversário a nocautear mais do que 4 Miltanks em uma partida.

Este é um deck que, para a próxima semana (quando ocorre a rotação), perde Level Ball (Bola de Nível), Super Rod (Super Bastão) e Tropical Beach (Praia Tropical). Elas podem ser substituídas por Pokémon Fan Club, Sacred Ash e Colress e/ou Shauna, respectivamente. Porém, a provável popularidade de Pokémon lutadores deixará este deck em risco, visto a fraqueza de Miltank. Além disso, Seismitoad-EX deixará a vida dos deck de estágio 2 bastante complicada.

 

Conclusão

 

Temos apenas uma semana para aproveitar este deck. É realmente uma pena que várias cartas estejam rotacionando, mas outras mais estão chegando. Temos que nos adaptar. Que venha a Furious Fist!

Vale a pena lembrar novamente que haverá formato estendido, portanto não se desfaçam de suas cartas antigas!

Bom, pessoal, e por hoje é isso. Espero que tenham gostado! Se desejarem a análise de algum deck específico, peçam nos comentários abaixo. Farei o possível para ajudar. :)

Nos vemos na próxima!

 

Veja também

Uma breve análise dos decks do Mundial de Pokémon

 

5 comentários

Beartic: um deck barato que pode custar caro aos seus oponentes

Por Edgar Shinagawa

Olá, galera! Hoje trago a vocês um deck bastante barato de se montar. Mas não se enganem: mesmo contra alguns decks top do formato, ele pode surpreender e se sair bem – principalmente agora, onde poucos se arriscam a jogar de Blastoise ou Emboar, diminuindo drasticamente a quantidade de One Hit K.O. (nocaute em um golpe) no formato.

Como sempre, minha lista básica segue com cartas a menos, cabendo a vocês, treinadores, escolher as cartas que irão compor o resto do deck. Com vocês, então, o deck de Beartic!

 

Pokémon (13)
3x Cubchoo (BW Tempestade de Plasma)
3x Beartic (BW Tempestade de Plasma)
3x Eevee (BW Congelamento de Plasma)
3x Umbreon (BW Congelamento de Plasma)
1x Kyurem (BW Congelamento de Plasma)

Trainer (29)
4x Professor Juniper (Professora Juniper)
4x N
3x Colress
3x Skyla
1x Lysandre
4x Switch (Substituição)
2x Team Plasma Ball (Bola da Equipe Plasma)
2x Level Ball (Bola de Nível)
2x Colress Machine (Máquina Colress)
1x Professor’s Letter (Carta do Professor)
1x Startling Megaphone
2x Frozen City (Cidade Congelada)

Energy (12)
4x Rainbow (Arco-Íris)
4x Plasma
4x Water (Água)

Total = 54 cartas

 

Estratégia

 

O atacante principal do deck é o Beartic, que causa 20 vezes o número de marcadores de dano sobre ele, podendo chegar a 240 de dano quando este estiver com 120 de dano.

Umbreon entra em campo para aumentar o HP dos Pokémon Plasma. Assim, com um Umbreon, Beartic fica com 150 de HP. Com dois, 170 (HP de alguns EX), ou até mesmo 190 com o apoio de três Umbreon. Desta forma, mesmo um Yveltal-EX terá dificuldades para nocautear Beartic em apenas um golpe.

Para vocês mesmos controlarem o dano causado, pode-se ligar energias ao Cubchoo com Frozen City (Cidade Congelada), que também ajuda a diminuir o dano necessário para nocautear o adversário. Rainbow Energy (Energia Arco-Íris) também ajudam a controlar seus próprios marcadores.

O grande trunfo deste deck é a troca de prêmios favorável. Enquanto seus oponentes têm que causar 150 a 190 de dano para comprar um prêmio, vocês atacam no contra-golpe comprando dois.

 

Opções de cartas

 

+1 Cubchoo
+1 Beartic
+1 Kyurem
Ter 1 cópia extra dessas cartas minimiza a chance de vocês acabarem tendo essas cartas no prêmio.

Deoxys-EX
Alguns podem preferir usar um Pokémon para aumentar dano. Particularmente, eu prefiro o uso de Muscle Band (Faixa Musculosa), pois o espaço no banco é restrito. Além disso, usando apenas não-EX, o oponente é forçado a comprar um prêmio de cada vez. Porém, é ótimo caso o oponente coloque 5 ou mais energias no Yveltal-EX.

+2 Muscle Band (Faixa Musculosa)
+1/2 Silver Bangle (Bracelete de Prata)
Aumento de dano. O Silver Bangle ajuda bastante para fechar a matemática contra EX de 170 de HP.

Suicune
Pode ajudar a ganhar tempo enquanto se monta os outros Pokémon.

+1 Leafeon
Em conjunto com o dano da Frozen City, um Yveltal-EX pode ser facilmente nocauteado caso ligue muitas energias.

+1 Sacred Ash ou Super Rod (Super Bastão)
Para voltar Pokémon nocauteados ao deck.

Ace Spec
A escolha do Ace Spec fica a critério de vocês. Life Dew (Orvalho da Vida), Rocky Guard (Protetor de Pedras), Gold Potion (Poção de Ouro), Scoop-Up Cyclone (Recolhida Ciclone), Dowsing Machine (Máquina de Prospecção) e Computer Search (Pesquisa no Computador) são todas ótimas opções que podem ser usadas.

 

Sugestões

 

+2 Muscle Band (Faixa Musculosa)
+1 Silver Bangle (Bracelete de Prata)
+1 Super Rod (Super Bastão)
+1 Dowsing Machine (Máquina de Prospecção)
+1 Leafeon

 

Conclusão

 

O deck de Beartic consegue se sair muito bem, desde que consiga colocar ao menos 2 Umbreon em campo, levando o HP do Beartic a 170. Assim, poucos são os ataques que conseguem nocauteá-lo em um golpe.

Um grande problema pode ser a agressividade inicial de alguns decks (como Plasma ou Yveltal) ou então, Dusknoir, que irá mover todos seus marcadores para o banco, obrigando a usar o segundo ataque do Beartic (mais caro e fraco em relação ao primeiro).

Mesmo após a rotação, o deck pode sobreviver, pois perde apenas Level Ball (Bola de Nível), que pode ser facilmente substituída por Pokémon Fan Club ou Ultra Ball. A melhor parte é a provável popularidade de Landorus-EX, que possui fraqueza à água.

Assim que vocês testarem o deck, deixem suas opiniões nos comentários. Até a próxima!

997727724

7 comentários

Revisitando o deck de Flygon: Let’s hit the beach 2.0!

Por Edgar Shinagawa

Olá, pessoal! Meu nome é Edgar e a partir de hoje estarei aqui trazendo algumas dicas deste maravilhoso jogo.

Algo diferente que vocês irão perceber é que minhas listas normalmente terão cartas a menos. Sendo assim, caberá a vocês escolherem as cartas que irão complementar o deck de acordo com seu estilo de jogo. Mas não se preocupem: ao final, deixarei sempre uma sugestão de quais cartas poderão ser escolhidas.

Para hoje, trago a vocês um deck que usa uma carta bem antiga, mas que no último nacional americano obteve boa representação: Flygon!

 

Pokémon (16):
4x Trapinc (BW Fronteiras Cruzadas)
1x Vibrava (BW Fronteiras Cruzadas)
4x Flygon (BW Fronteiras Cruzadas)
2x Duskull (XY Flash de Fogo)
1x Dusknoir (BW Fronteiras Cruzadas)
2x Shelmet (BW Explosão de Plasma)
2x Accelgor (BW Exploradores da Escuridão)

Trainer (32):
4x N
4x Skyla
3x Colress
2x Professor Juniper (Professora Juniper)
4x Rare Candy (Doce Raro)
4x Level Ball (Bola de Nível)
4x Ultra Ball (Ultra Bola)
3x Float Stone (Pedra Flutuante)
2x Startling Megaphone
1x Sacred Ash
1x Dowsing Machine (Máquina de Prospecção)

Energy (4):
4x Double Colorless (Dupla Incolor)

Total = 52 cartas

 

Estratégia

 

No começo do ano o Gabriel Semedo postou um deck de Flygon. A estratégia é semelhante – espalhar dano no campo do oponente com Flygon e mover os mesmos para o nocaute na hora certa com Dusknoir.

Entretanto, este deck possui outra alternativa de dano: Accelgor. A ideia é usar Deck and Cover (Adornar e Cobrir) para, além de causar dano, paralisar e envenenar o oponente, também deixar o Flygon na posição ativa espalhando mais dano ainda.

Em apenas um único ataque, você irá colocar 70 de dano no ativo mais 10 em cada Pokémon no banco de seu oponente. Caso ele não consiga sair da paralisia, serão 90 no ativo mais 20 em cada um no banco!

Uma grande jogada para o final do jogo é usar o ataque do Duskull – Revival – para trazer ao banco do oponente algum Pokémon fraco (Jirachi-EX, por exemplo) e, no próximo turno, mover os danos na mesa para comprar os últimos prêmios.
Importante lembrar de nunca descer 2 Float Stone (Pedra Flutuante) ao mesmo tempo. Sempre uma de cada vez para minimizar os danos de Startling Megaphone.

 

Opções de cartas

 

+1 Dusknoir
+1 Shelmet
+1/1 Shelmet/Accelgor
Essas adições podem ser feitas a fim de minimizar os problemas de cartas nos prêmios e/ou descarte logo no começo do jogo. O deck precisa destas cartas na mesa praticamente todo turno e cópias extras facilitam manter o fluxo de ataques.

+1 Dusclops
Adicionar Dusclops ao deck remove a necessidade de Rare Candy (Doce Raro) para se montar Dusknoir. Também te dá a opção caso o adversário bloqueie o uso de Itens (com Trevenant, por exemplo).

+1 Town Map (Mapa da Cidade)
Poder escolher o prêmio a se pegar é sempre bom. Mas com Dusknoir fica melhor ainda!

Max Potion (Poção Máxima)
Pode ganhar um turno extra para o Flygon. É preferível manter um vivo do que ter que montar outro no banco.

Mew-EX
Usar Mew-EX facilita manter o fluxo de Deck and Cover do Accelgor. Além disso, abre-se a possibilidade de usar ataques do oponente que utilizem energias incolores, como Raichu, Mewtwo-EX, dentre outros. Considero obrigatório se optar por uma linha 2-2 de Accelgor.

Tropical Beach (Praia Tropical)
Sem ela o deck perde bastante velocidade, além de ficar sem opções quando não se consegue atacar com o Accelgor. Mas por conta do preço, decidi deixar ela como opcional.

Virbank City Gym (Ginásio da Cidade de Virbank)
Já que o deck pode envenenar o oponente, por que não usar Virbank?

Heavy Ball (Bola Pesada)
Ótima para buscar Shelmet e Dusknoir.

 

Sugestões

 

Com Tropical
+1/1 Shelmet/Accelgor
+1 Dusknoir
+1 Town Map (Mapa da Cidade)
+1 Max Potion (Poção Máxima)
+2 Tropical Beach (Praia Tropical)
+1 Heavy Ball (Bola Pesada)

Sem Tropical
+1/1 Shelmet/Accelgor
+1 Dusknoir
+1 Town Map (Mapa da Cidade)
+1 Max Potion (Poção Máxima)
+1 Heavy Ball (Bola Pesada)
+1 Shauna
+1 Virbank City Gym

Jakeupp Hope (jogador americano que usou o deck no Nacional 2014)
-1 Skyla
+1/1 Shelmet/Accelgor
+1 Dusknoir
+1 Mew EX
+1 Town Map (Mapa da Cidade)
+1 Max Potion (Poção Máxima)
+2 Tropical Beach (Praia Tropical)
+1 Professor Juniper

 

Conclusão

 

A grande fraqueza deste deck é Virizion-EX. Sem poder causar paralisia e envenenamento, o dano causado cai substancialmente. Além disso, Genesect-EX com Muscle Band (Faixa Musculosa) consegue nocautear um Flygon por turno (colocando 20 de dano no próximo) e ainda por cima pode puxar o Dusknoir para a posição ativa com facilidade, o que torna tudo muito mais difícil.

Landorus-EX e outros atacantes rápidos também podem causar dores de cabeça devido ao baixo HP dos seus Pokémon. O setup é bastante complicado e exige bastante carta, por isso a Tropical Beach é tão importante.

Fora isso, quase todos os decks utilizam banco cheio, maximizando o dano do Flygon. Accelgor é uma carta extremamente chata de se jogar contra se não houver imunidade a condições.

Certamente este não é um deck top, mas com um pouco de sorte e habilidade você pode se sair bem em ambientes competitivos. E o melhor, não custa caro (a não ser a versão com Tropical Beach).

E é isso por hoje, espero que tenham gostado! Deixem suas dúvidas, críticas e sugestões aí nos comentários. Nos vemos na próxima! :)

 

4 comentários

Deixe os seus oponentes de cabelo em pé com o deck de Malamar!

Por Edgar Shinagawa

E aí, pessoal! Ansiosos pelo deck desta semana? :D

Vocês já devem ter perdido alguma partida por não terem absolutamente NADA para fazer com as cartas que possuíam na mão. É frustrante perder desta forma mas, ao mesmo tempo, a vitória é bastante fácil do outro lado. E se pudéssemos “manipular” o deck do oponente, de forma a ele não ter o que fazer a não ser comprar e passar?

Apresento-lhes o deck mais mala e irritante que existe atualmente e que fará seus oponentes perderem a paciência: o deck de Malamar!

 

Pokémon (11):
4x Sableye (BW Exploradores da Escuridão)
3x Inkay (XY Flash Fire)
2x Malamar (XY Flash Fire)
1x Victini (BW Legendary Treasures)
1x Darkrai-EX (BW Exploradores da Escuridão)

Trainer (35):
4x Ghetsis
4x Professor Juniper (Professora Juniper)
2x Skyla
4x Bicycle (Bicicleta)
1x Lysandre
4x Red Card (Cartão Vermelho)
3x Trick Shovel
3x Ultra Ball (Ultra Bola)
3x Hypnotoxic Laser (Laser Hipnotóxico)
2x Virbank City Gym (Ginásio da Cidade de Virbank)
1x Level Ball (Bola de Nível)
1x Escape Rope (Corda de Fuga)
1x Professor’s Letter (Carta do Professor)
1x Super Rod (Super Bastão)
1x Dowsing Machine (Máquina de Prospecção)

Energy (6):
6x Darkness (Escuridão)

Total = 52 cartas

 

Estratégia

 

Apesar de Malamar ser um deck voltado à diversão, não é fácil jogar com ele. Seu foco é deixar o adversário sem cartas na mão e, para isso, será necessário o uso de Ghetsis ou Red Card para reduzir a mão do oponente. Em seguida, é preciso usar Trick Shovel para assegurar-se que ele não irá comprar nada útil. Por fim, usaremos o ataque do Malamar, Mental Trash, onde ele terá de jogar 4 moedas e, para cada cara, descartar 1 carta da mão. Se tudo der certo, seu oponente não irá ter cartas na mão e irá comprar algo completamente inútil, sendo obrigado a passar.

Em seu próximo turno, assegure-se de usar outro Trick Shovel, garantindo mais um turno morto para o oponente e, se puder, um Laser para começar a acumular dano. Finalize seu turno com Junk Hunt (Caçada no Lixo) do Sableye, pegando Trick Shovel e algum outro item que lhe possa ser útil.

Deve-se sempre usar Trick Shovel em seu turno para ver o topo do deck de seu oponente. Caso seja um Supporter (Apoiador) ou algo que ele possa utilizar (como energias para atacar), descarte. Se houver a possibilidade de ter uma segunda Trick Shovel na mão, use-a e deixe seu adversário sem reação.

Ao mesmo tempo em que você irrita seu oponente, vá energizando um Darkrai-EX no banco para acelerar a vitória. No decorrer do jogo, use e abuse da Dowsing Machine (Máquina de Prospecção), visto que após o “lock”, cartas como Red Card e Ghetsis acaram se tornando inúteis e servem para serem descartadas.

 

Opções de cartas

 

+1 Malamar
+1 Victini
Ter 1 cópia extra dessas cartas minimiza a chance de você acabar tendo essas cartas no prêmio.

+1 Jirachi EX
Já que seu adversário não irá conseguir atacar, não faz mal deixar um EX de 90 de HP no seu banco.  Além disso, permite buscar o Ghetsis com uma das 4 bolas disponíveis no deck.

2 ou 3 Crushing Hammer (Martelo Esmagador)
1 Enhanced Hammer (Martelo Avançado)
1 Team Flare Grunt (Grunhido da Equipe Flare)
Todas estas cartas podem abrir a possibilidade de remover energias do campo adversário. Isto é importante para evitar que seu oponente ataque, já que ele terá 1 ou 2 turnos para jogar antes de você estabelecer o lock.

1 N
Caso as coisas deem completamente errado e seu oponente acabe comprando bastante prêmios, você pode usar N para diminuir a mão dele e usar o ataque do Malamar. Particularmente eu penso que, se você não conseguiu montar o lock rapidamente, você perdeu.

1 ou 2 Dark Patch (Fragmento Sombrio)
Com a baixa quantidade de energias e o baixo HP dos seus Pokémon, é fácil ter energias no descarte. Dark Patch pode te ajudar a montar um outro Sableye ou mesmo o Darkrai.

Darkness Energy (Energia de Escuridão) ou +1 Professor’s Letter (Carta do Professor)
O deck roda uma quantidade baixa de energias. Mesmo precisando de apenas 1 para atacar, pode acabar faltando. Adicionar mais cópias ajuda a tê-las em mão quando for preciso.

+1 Startling Megaphone
Garbodor pode atrapalhar caso as Habilidades sejam bloqueadas antes de se atacar com o Malamar (e usar o Victini). No mais, pode remover Muscle Band (Faixa Musculosa) e diminuir o dano causado por seu oponente.

+1 Level Ball
Aumentar as possibilidades de se pegar Sableye, Inkay ou mesmo, Jirachi-EX.

 

Sugestões

 

+1 Malamar
+3 Crushing Hammer (Martelo Esmagador)
+1 Team Flare Grunt (Grunhido da Equipe Flare)
+1 Dark Patch (Fragmento Sombrio)
+1 Professor’s Letter (Carta do Professor)
Kyle “Pooka” Sucevich (membro do The Top Cut, grupo americano voltado à divulgação de informações sobre Pokémon TCG)

-1 Red Card (Cartão Vermelho)
-1 Bicycle (Bicicleta)
+3 Crushing Hammer (Martelo Esmagador)
+1 Enhanced Hammer (Martelo Avançado)
+1 Team Flare Grunt (Gunhido da Equipe Flare)
+1 Professor’s Letter (Carta do Professors)
+2 Dark Patch (Fragmento Sombrio)
+1 N
+1 Startling Megaphone


Conclusão

 

O grande problema deste deck é conseguir estabelecer e manter o lock. Isso é algo que depende bastante da sorte. Além disso, são necessárias diversas Trick Shovel no decorrer do jogo e um simples Junk Hunt errado pode lhe custar a vitória. Entretanto, Malamar é um deck muito, mas muito irritante de se jogar contra. Se você gosta de provocar seus colegas, está aí um bom jeito de tirá-los do sério! :)

Bem, amigos, é isso. Espero que tenham gostado! Deixem suas dúvidas, críticas e sugestões logo abaixo!

 

Nota: a habilidade do Victini diz que você pode relançar as moedas de seu ataque. Entretanto, o ataque do Malamar diz para que o oponente jogue estas moedas. A rigor, essa habilidade não deveria funcionar, mas de acordo com as regras postadas no Pokégym pelo Poképop, isto é permitido.

6 comentários

Deck Rei Leão: consistência e competitividade na selva do TCG

Por Charles Jônatas de Souza*

E aí, pessoal, tudo beleza? Hoje trago pra vocês a lista do segundo colocado da categoria Master no Campeonato Nacional dos Estados Unidos, Michael Pramawat. Ele apostou no uso pesado de Pyroars para chegar até o topo do torneio, usando uma lista bastante interessante e objetiva. Com vocês, o deck Rei Leão:

 

Pokémon (10):
4x Litleo (XY FlashFire)
4x Pyroar (XY FlashFire)
1x Charizard-EX (XY FlashFire)
1x Mewtwo-EX (BW Próximos Destinos)

Trainer (38):
4x Professora Juniper (BW Explosão de Plasma)
2x N (BW Exploradores da Escuridão)
3x Blacksmith (XY FlashFire)
2x Lysandre (XY FlashFire)
4x Bola Ultra (BW Explosão de Plasma)
2x Bola de Nível (BW Próximos Destinos)
4x Pegador Pokémon (BW Explosão de Plasma)
4x Substituição (BW Explosão de Plasma)
3x Bicicleta (BW Tempestade de Plasma)
4x Patins (XY Base)
3x Faixa Musculosa (XY Base)
2x Praia Tropical (Promo BW50)
1x Busca Computadorizada (BW Fronteiras Cruzadas)

Energia (12):
8x Energia de Fogo
4x Energia Dupla Incolor (XY Base)

 

Estratégia

 

Michael optou por limitar seus Pokémon para ter uma maior variedade de Trainers. Sua lista conta com apenas dez Pokémon, sendo apenas seis deles básicos. Isto dificultou muitas partidas para ele – na final, inclusive, ele não conseguiu sacar um básico na mão inicial por mais de quatro vezes seguidas.

Pode parecer estranho, mas esse número menor de Pokémon Básicos dá mais consistência à lista. Principal atacante do deck, Pyroar se destaca graças à sua habilidade Intimidating Mane, que ignora todo o dano causado a ele por Pokémon Básicos. Pyroar é um Estágio 1, portanto é melhor que você comece com pelo menos um Litleo no seu campo.

Charizard-EX e Mewtwo-EX são os coadjuvantes da estratégia. O primeiro é um excelente atacante, pois pode facilmente nocautear os Pokémon de seu adversário. Com a ajuda de Faixa Musculosa, seu teto de dano chega aos 170! Mewtwo-EX é uma resposta rápida contra Yveltal-EX ou qualquer outro atacante que faça uso de duas energias ou mais, graças à versatilidade de seu ataque Bola X. Ambos são compatíveis com Energia Dupla Incolor, o que facilita o seu uso no deck.

A parte mais interessante do deck são os Trainers. Temos o retorno em grande quantidade do bom e velho Pegador Pokémon, que ainda tem uma incrível capacidade de desmontar a estratégia do seu oponente – desde que usado no momento certo e agora com um pouco de sorte. Para não depender totalmente do lançamento de moedas, o deck conta com 2 Lysandres.

Poucos decks têm espaço para cartas de Substituição e, com a popularização de Garbodor, muitos deixaram de usar Keldeo-EX e Darkrai como “recuo de graça”, apostando em sua maioria apenas em Pedra Flutuante e Corda de Fuga. Portanto, um catcher ou Lysandre bem aplicado pode desequilibrar muito o jogo de seu oponente. Não existem cartas de descarte de Pokémon tool – no lugar delas, Michael parece ter optado por contar com seus Pegadores Pokémon e Lysandres para remover possíveis Garbodors de campo.

O mecanismo de aceleração de energia do deck são os Blacksmiths, que te permitem ligar duas energias de fogo da pilha de descarte a um de seus Pokémon de fogo em campo. Blacksmith e Lysandre não são supporters de compra, portanto é extremamente necessário suprir a compra de cartas com outros recursos. Michael usou 4 Patins e 3 Bicicletas, que são itens de compra – além, é claro, de 2 Tropical Beach, essenciais no começo da partida para ajudar no setup.

 

Conclusão

 

O deck Rei Leão possui uma lista digna de um campeonato nacional. Michael parece ter estudado muito bem o metagame para montá-lo, pois sua lista é muito consistente – principalmente nas soluções que ele encontrou para o uso de Supporters e Trainers. Mesmo tendo ficado em segundo lugar, ele deu bastante trabalho para Brandon Salazar, vencedor do Nacional gringo. Infelizmente algumas cartas como Tropical Beach não são acessíveis a todos os jogadores, tornando esta lista um pouco cara.

Bom, pessoal, e por hoje é isso! Esta foi a minha última análise aqui no site. Agradeço à Copag pela oportunidade e espero que vocês tenham curtido as dicas dos últimos meses. Quem quiser trocar umas ideias sobre o TCG é só dar uma passada lá no meu site, o Pokémon Lecture. Valeu! :D

*Charles Jônatas é fundador e colunista do Pokémon Lecture, um blog dedicado ao Pokémon TCG.

2 comentários