Seguir @copag_oficial

Blog Pokémon TCG da Copag

Exibindo a categoria Dicas para montar o seu deck

Revisitando o deck de Flygon: Let’s hit the beach 2.0!

Por Edgar Shinagawa

Olá, pessoal! Meu nome é Edgar e a partir de hoje estarei aqui trazendo algumas dicas deste maravilhoso jogo.

Algo diferente que vocês irão perceber é que minhas listas normalmente terão cartas a menos. Sendo assim, caberá a vocês escolherem as cartas que irão complementar o deck de acordo com seu estilo de jogo. Mas não se preocupem: ao final, deixarei sempre uma sugestão de quais cartas poderão ser escolhidas.

Para hoje, trago a vocês um deck que usa uma carta bem antiga, mas que no último nacional americano obteve boa representação: Flygon!

 

Pokémon (16):
4x Trapinc (BW Fronteiras Cruzadas)
1x Vibrava (BW Fronteiras Cruzadas)
4x Flygon (BW Fronteiras Cruzadas)
2x Duskull (XY Flash de Fogo)
1x Dusknoir (BW Fronteiras Cruzadas)
2x Shelmet (BW Explosão de Plasma)
2x Accelgor (BW Exploradores da Escuridão)

Trainer (32):
4x N
4x Skyla
3x Colress
2x Professor Juniper (Professora Juniper)
4x Rare Candy (Doce Raro)
4x Level Ball (Bola de Nível)
4x Ultra Ball (Ultra Bola)
3x Float Stone (Pedra Flutuante)
2x Startling Megaphone
1x Sacred Ash
1x Dowsing Machine (Máquina de Prospecção)

Energy (4):
4x Double Colorless (Dupla Incolor)

Total = 52 cartas

 

Estratégia

 

No começo do ano o Gabriel Semedo postou um deck de Flygon. A estratégia é semelhante – espalhar dano no campo do oponente com Flygon e mover os mesmos para o nocaute na hora certa com Dusknoir.

Entretanto, este deck possui outra alternativa de dano: Accelgor. A ideia é usar Deck and Cover (Adornar e Cobrir) para, além de causar dano, paralisar e envenenar o oponente, também deixar o Flygon na posição ativa espalhando mais dano ainda.

Em apenas um único ataque, você irá colocar 70 de dano no ativo mais 10 em cada Pokémon no banco de seu oponente. Caso ele não consiga sair da paralisia, serão 90 no ativo mais 20 em cada um no banco!

Uma grande jogada para o final do jogo é usar o ataque do Duskull – Revival – para trazer ao banco do oponente algum Pokémon fraco (Jirachi-EX, por exemplo) e, no próximo turno, mover os danos na mesa para comprar os últimos prêmios.
Importante lembrar de nunca descer 2 Float Stone (Pedra Flutuante) ao mesmo tempo. Sempre uma de cada vez para minimizar os danos de Startling Megaphone.

 

Opções de cartas

 

+1 Dusknoir
+1 Shelmet
+1/1 Shelmet/Accelgor
Essas adições podem ser feitas a fim de minimizar os problemas de cartas nos prêmios e/ou descarte logo no começo do jogo. O deck precisa destas cartas na mesa praticamente todo turno e cópias extras facilitam manter o fluxo de ataques.

+1 Dusclops
Adicionar Dusclops ao deck remove a necessidade de Rare Candy (Doce Raro) para se montar Dusknoir. Também te dá a opção caso o adversário bloqueie o uso de Itens (com Trevenant, por exemplo).

+1 Town Map (Mapa da Cidade)
Poder escolher o prêmio a se pegar é sempre bom. Mas com Dusknoir fica melhor ainda!

Max Potion (Poção Máxima)
Pode ganhar um turno extra para o Flygon. É preferível manter um vivo do que ter que montar outro no banco.

Mew-EX
Usar Mew-EX facilita manter o fluxo de Deck and Cover do Accelgor. Além disso, abre-se a possibilidade de usar ataques do oponente que utilizem energias incolores, como Raichu, Mewtwo-EX, dentre outros. Considero obrigatório se optar por uma linha 2-2 de Accelgor.

Tropical Beach (Praia Tropical)
Sem ela o deck perde bastante velocidade, além de ficar sem opções quando não se consegue atacar com o Accelgor. Mas por conta do preço, decidi deixar ela como opcional.

Virbank City Gym (Ginásio da Cidade de Virbank)
Já que o deck pode envenenar o oponente, por que não usar Virbank?

Heavy Ball (Bola Pesada)
Ótima para buscar Shelmet e Dusknoir.

 

Sugestões

 

Com Tropical
+1/1 Shelmet/Accelgor
+1 Dusknoir
+1 Town Map (Mapa da Cidade)
+1 Max Potion (Poção Máxima)
+2 Tropical Beach (Praia Tropical)
+1 Heavy Ball (Bola Pesada)

Sem Tropical
+1/1 Shelmet/Accelgor
+1 Dusknoir
+1 Town Map (Mapa da Cidade)
+1 Max Potion (Poção Máxima)
+1 Heavy Ball (Bola Pesada)
+1 Shauna
+1 Virbank City Gym

Jakeupp Hope (jogador americano que usou o deck no Nacional 2014)
-1 Skyla
+1/1 Shelmet/Accelgor
+1 Dusknoir
+1 Mew EX
+1 Town Map (Mapa da Cidade)
+1 Max Potion (Poção Máxima)
+2 Tropical Beach (Praia Tropical)
+1 Professor Juniper

 

Conclusão

 

A grande fraqueza deste deck é Virizion-EX. Sem poder causar paralisia e envenenamento, o dano causado cai substancialmente. Além disso, Genesect-EX com Muscle Band (Faixa Musculosa) consegue nocautear um Flygon por turno (colocando 20 de dano no próximo) e ainda por cima pode puxar o Dusknoir para a posição ativa com facilidade, o que torna tudo muito mais difícil.

Landorus-EX e outros atacantes rápidos também podem causar dores de cabeça devido ao baixo HP dos seus Pokémon. O setup é bastante complicado e exige bastante carta, por isso a Tropical Beach é tão importante.

Fora isso, quase todos os decks utilizam banco cheio, maximizando o dano do Flygon. Accelgor é uma carta extremamente chata de se jogar contra se não houver imunidade a condições.

Certamente este não é um deck top, mas com um pouco de sorte e habilidade você pode se sair bem em ambientes competitivos. E o melhor, não custa caro (a não ser a versão com Tropical Beach).

E é isso por hoje, espero que tenham gostado! Deixem suas dúvidas, críticas e sugestões aí nos comentários. Nos vemos na próxima! :)

 

2 comentários

Deck Rei Leão: consistência e competitividade na selva do TCG

Por Charles Jônatas de Souza*

E aí, pessoal, tudo beleza? Hoje trago pra vocês a lista do segundo colocado da categoria Master no Campeonato Nacional dos Estados Unidos, Michael Pramawat. Ele apostou no uso pesado de Pyroars para chegar até o topo do torneio, usando uma lista bastante interessante e objetiva. Com vocês, o deck Rei Leão:

 

Pokémon (10):
4x Litleo (XY FlashFire)
4x Pyroar (XY FlashFire)
1x Charizard-EX (XY FlashFire)
1x Mewtwo-EX (BW Próximos Destinos)

Trainer (38):
4x Professora Juniper (BW Explosão de Plasma)
2x N (BW Exploradores da Escuridão)
3x Blacksmith (XY FlashFire)
2x Lysandre (XY FlashFire)
4x Bola Ultra (BW Explosão de Plasma)
2x Bola de Nível (BW Próximos Destinos)
4x Pegador Pokémon (BW Explosão de Plasma)
4x Substituição (BW Explosão de Plasma)
3x Bicicleta (BW Tempestade de Plasma)
4x Patins (XY Base)
3x Faixa Musculosa (XY Base)
2x Praia Tropical (Promo BW50)
1x Busca Computadorizada (BW Fronteiras Cruzadas)

Energia (12):
8x Energia de Fogo
4x Energia Dupla Incolor (XY Base)

 

Estratégia

 

Michael optou por limitar seus Pokémon para ter uma maior variedade de Trainers. Sua lista conta com apenas dez Pokémon, sendo apenas seis deles básicos. Isto dificultou muitas partidas para ele – na final, inclusive, ele não conseguiu sacar um básico na mão inicial por mais de quatro vezes seguidas.

Pode parecer estranho, mas esse número menor de Pokémon Básicos dá mais consistência à lista. Principal atacante do deck, Pyroar se destaca graças à sua habilidade Intimidating Mane, que ignora todo o dano causado a ele por Pokémon Básicos. Pyroar é um Estágio 1, portanto é melhor que você comece com pelo menos um Litleo no seu campo.

Charizard-EX e Mewtwo-EX são os coadjuvantes da estratégia. O primeiro é um excelente atacante, pois pode facilmente nocautear os Pokémon de seu adversário. Com a ajuda de Faixa Musculosa, seu teto de dano chega aos 170! Mewtwo-EX é uma resposta rápida contra Yveltal-EX ou qualquer outro atacante que faça uso de duas energias ou mais, graças à versatilidade de seu ataque Bola X. Ambos são compatíveis com Energia Dupla Incolor, o que facilita o seu uso no deck.

A parte mais interessante do deck são os Trainers. Temos o retorno em grande quantidade do bom e velho Pegador Pokémon, que ainda tem uma incrível capacidade de desmontar a estratégia do seu oponente – desde que usado no momento certo e agora com um pouco de sorte. Para não depender totalmente do lançamento de moedas, o deck conta com 2 Lysandres.

Poucos decks têm espaço para cartas de Substituição e, com a popularização de Garbodor, muitos deixaram de usar Keldeo-EX e Darkrai como “recuo de graça”, apostando em sua maioria apenas em Pedra Flutuante e Corda de Fuga. Portanto, um catcher ou Lysandre bem aplicado pode desequilibrar muito o jogo de seu oponente. Não existem cartas de descarte de Pokémon tool – no lugar delas, Michael parece ter optado por contar com seus Pegadores Pokémon e Lysandres para remover possíveis Garbodors de campo.

O mecanismo de aceleração de energia do deck são os Blacksmiths, que te permitem ligar duas energias de fogo da pilha de descarte a um de seus Pokémon de fogo em campo. Blacksmith e Lysandre não são supporters de compra, portanto é extremamente necessário suprir a compra de cartas com outros recursos. Michael usou 4 Patins e 3 Bicicletas, que são itens de compra – além, é claro, de 2 Tropical Beach, essenciais no começo da partida para ajudar no setup.

 

Conclusão

 

O deck Rei Leão possui uma lista digna de um campeonato nacional. Michael parece ter estudado muito bem o metagame para montá-lo, pois sua lista é muito consistente – principalmente nas soluções que ele encontrou para o uso de Supporters e Trainers. Mesmo tendo ficado em segundo lugar, ele deu bastante trabalho para Brandon Salazar, vencedor do Nacional gringo. Infelizmente algumas cartas como Tropical Beach não são acessíveis a todos os jogadores, tornando esta lista um pouco cara.

Bom, pessoal, e por hoje é isso! Esta foi a minha última análise aqui no site. Agradeço à Copag pela oportunidade e espero que vocês tenham curtido as dicas dos últimos meses. Quem quiser trocar umas ideias sobre o TCG é só dar uma passada lá no meu site, o Pokémon Lecture. Valeu! :D

*Charles Jônatas é fundador e colunista do Pokémon Lecture, um blog dedicado ao Pokémon TCG.

Sem comentários

Ninja Tank: um deck fácil, acessível e competitivo

Por Charles Jônatas de Souza*

E aí, pessoal, tudo certo? Na análise de deck de hoje trago um combo que levou o segundo lugar no campeonato nacional da França! A lista original é do jogador Jeremy Amram e é um pouco diferente da que trago aqui, pois ele usava 2 Tropical Beach, uma carta de difícil acesso para a maioria dos jogadores. Portanto, apresento agora uma versão sem as Tropical, para que todos tenham a oportunidade de testar. Com vocês, então, o deck Ninja Tank! :D

 

Pokémon (15):
4x Miltank (XY FlashFire)
4x Froakie (XY Base)
2x Frogadier (XY Base)
4x Greninja (XY Base)
1x Jirachi-EX (BW Explosão de Plasma)

Trainer (37):
4x Professor Sycamore (XY Base)
4x N (BW Exploradores da Escuridão)
3x Skyla (BW Fronteiras Cruzadas)
2x Colress (BW Tempestade de Plasma)
1x Shauna (XY Base)
3x Bola de Nível (BW Próximos Destinos)
3x Bola Ultra (XY FlashFire)
3x Doce Raro (BW Explosão de Plasma)
2x Bicicleta (BW Tempestade de Plasma)
3x Recuperação de Energia (BW Explosão de Plasma)
1x Recuperação de Energia Superior (BW Congelamento de Plasma)
1x Sacred Ash (XY FlashFire)
2x Carta do Professor (XY Base)
2x Startling Megaphone (XY FlashFire)
2x Bracelete Prateado (BW Explosão de Plasma)
1x Máquina de Prospecção (BW Tempestade de Plasma)

Energias (8):
8x Energia de Água

 

Estratégia

 

Como já vimos em outras estratégias, Miltank é a grande atacante do deck. Seu ataque Powerful Friends causa 10 de dano e, caso você possua algum Pokémon Estágio 2 em campo, causa +70 de dano com apenas uma energia incolor. Se somarmos o Bracelete de Prata, este dano chega a 110 caso você esteja enfrentando um Pokémon-EX.

Greninja será o auxiliar ofensivo de Miltank. O papel dele na estratégia não será atacar, mas sim usar sua habilidade, que te permite causar 30 de dano em qualquer Pokémon de seu adversário, desde que você descarte uma energia de Água de sua mão. Com 2 Greninjas em campo e uma Miltank com Bracelete de Prata equipado, você terá a possibilidade de causar até 170 de dano no campo de seu oponente – o suficiente para derrubar muitos EX do formato atual e sair na frente na troca de prizes.

Para te ajudar a ter sempre energias para usar a habilidade e até mesmo atacar, o deck conta com muitos recursos de reciclagem de energias: 3 Recuperação de Energia e 1 Recuperação de Energia Superior. Você pode optar por substituir Sacred Ash por Super Rod, mas eu particularmente prefiro Sacred Ash por te permitir voltar mais Pokémon de volta para o deck.

Jirachi-EX é sua Tech para sair de mãos ruins. Com 6 recursos de busca de Pokémon, você pode facilmente colocá-lo em campo para conseguir o Apoiador mais adequado para continuar seu jogo.

 

Conclusão

 

Ninja Tank é um deck acessível, composto em sua maioria por cartas da era XY. Sua jogabilidade é relativamente fácil, você só precisa ficar atento à quantidade de dano espalhada em campo para não desperdiçar os ataques de Miltank.

É preferível que, sempre que possível, você nocauteie o Pokémon de seu oponente com a habilidade de Greninja para então causar mais dano ao novo Ativo usando Miltank. Você terá mais facilidade contra decks que usem EX de 170 de HP ou menos.

Você tem a vantagem de não utilizar nenhum atacante EX, o que te coloca na frente da troca de Prizes. É preciso apenas ficar atento com a fragilidade dos Pokémon: Miltank e Froakie podem ser facilmente derrubados no início do jogo, para manter sua estratégia fluindo é vital que você coloque pelo menos 2 Froakie em campo no seu primeiro turno, para poder evoluir ao menos um Greninja o quanto antes.

Bom, galera, e por hoje é isso. Espero que vocês tenham curtido a estratégia e até a próxima semana! ;)

*Charles Jônatas é fundador e colunista do Pokémon Lecture, um blog dedicado ao Pokémon TCG.


6 comentários

Deck Dark Fairy: surpreenda com os melhores atacantes da atualidade!

Por Charles Jônatas de Souza*

Fala, galera! É hora de mais uma análise de deck. Para dar uma variada na temática das listas, apresento hoje um deck que não é tão barato, mas tem apresentado resultados satisfatórios entre jogadores do TCG Online.

Trata-se do deck Dark Fairy, mais uma variação dos decks de Aromatisse – só que com foco nos Pokémon Noturnos Darkrai-EX e Yveltal-EX, que já se consolidaram entre os melhores atacantes do formato atual. Confiram!

 

Pokémon (14):
2x Spritzee (XY Base)
2x Aromatisse (XY Base)
2x Yveltal (XY Base)
3x Yveltal-EX (XY Base)
2x Darkrai-EX (BW Exploradores da Escuridão)
1x Virizion-EX (BW Explosão de Plasma)
1x Giratina-EX (BW Dragões Enaltecidos)
1x Sableye (BW Exploradores da Escuridão)

Trainers (33):
4x Professor Sycamore (XY Base)
4x N (BW Exploradores da Escuridão)
3x Skyla (BW Fronteiras Cruzadas)
2x Colress (BW Tempestade de Plasma)
4x Ultra Bola (BW Exploradores da Escuridão)
2x Bola de Nível (BW Próximos Destinos)
1x Sacred Ash (XY FlashFire)
1x Carta do Professor (XY Base)
2x Startling Megaphone (XY FlashFire)
3x Poção Máxima (BW Poderes Emergentes)
4x Fragmento Sombrio (BW Exploradores da Escuridão)
2x Circulo das Sombras (XY Base)
1x Busca Computadorizada (BW Fronteiras Cruzadas)

Energia (13):
4x Energia Prisma (BW Próximos Destinos)
4x Energia Arco-Íris (XY Base)
5x Energia Dark

 

Estratégia

 

Assim como as demais variantes de Aromatisse, essa estratégia tem como objetivo impedir que seu Pokémon seja nocauteado através do uso de Poções Máximas. Este deck se aproxima do bom e velho Hydreigon/Darkrai, que também fazia uso de uma habilidade que movimenta energias para poder usar Poção Máxima sem ter que descartá-las – porém, desta vez será Aromatisse a movimentadora de energias, e as energias movidas serão do tipo Fada e não Dark. Justamente para isso o deck conta com 8 Energias especiais que, em praticamente todas as situações, estarão gerando todas as energias necessárias para você atacar.

Yveltal-EX será seu principal atacante, pois seus dois ataques são úteis para a estratégia. Seu primeiro ataque, Bola Maligna, é capaz de causar um dano bom com um baixo custo e seu segundo ataque pode te ajudar a manter algumas energias em jogo, além de permitir que você movimente as energias Dark se for preciso com o efeito do ataque. Yveltal, em sua versão não-EX, possui um ataque capaz de reciclar energias, além de ser uma opção de ataque contra Sigilyph e Suicune.

Darkrai-EX assume mais uma característica de suporte: graças a sua habilidade combinada com a de Aromatisse, todos os Pokémon do deck terão recuo de graça. Mesmo que você não tenha uma poção Máxima em mãos, você pode recuar seu ativo e subir outro atacante para impedir que seu adversário pegue prizes. Darkrai-EX também é um excelente atacante, podendo nocautear Pokémon no banco do seu adversário se preciso.

O deck também conta com outros recursos de Pokémon. Virizion-EX irá te ajudar contra decks que façam uso de condições especiais, Sableye te ajuda a reciclar alguns recursos usados durante a partida e Giratina-EX é sua opção caso enfrente Safeguarders ou Pyroars – com seu ataque Triturar ela é capaz de ignorar qualquer efeito no Pokémon defensor.

Para ajudar você a manter sua estratégia funcionando, o deck conta com 4 Fragmentos Sombrios, que são um recurso interessante para aceleração de energias (algo que não costuma acontecer em decks de Aromatisse). A lista também conta com 4 Ultra Bola, que ajudam a conseguir o Pokémon necessário para cada situação, bem como é um recurso para jogar algumas energias Dark na pilha de descarte para você usar Fragmento Sombrio. O Estágio escolhido para o deck foi o Círculo das Sombras, o que pode te ajudar a poupar nocautes de 1 hit e ajudar nos recursos de cura com Poção Máxima. O deck também conta com 3 Faixas Musculosas, que podem te ajudar a conseguir nocautes mais rápidos. A Ace Spec escolhida foi a Busca Computadorizada, pela velocidade que ela pode oferecer ao deck, mas ela também pode ser substituída pela Máquina de Prospecção.

 

Conclusão

 

Esta não é uma estratégia muito popular competitivamente – muitos jogadores preferem usar Yveltal/Darkrai/Garbodor por ser mais estável. Mas o deck Dark Fairy apresenta resultados bastante satisfatórios contra muitos decks populares atualmente. A estratégia tenta compensar a lentidão de decks de Aromatisse com a velocidade de ataque de Yveltal-EX e os recursos de aceleração dos Fragmentos Sombrios. Mas para manter a estratégia fluindo, você precisará jogar com bastante atenção para não desperdiçar muitas energias noturnas usando as Poções Máximas.

Bom, pessoal, essa foi a estratégia de hoje. Comentem o que vocês acharam e até a próxima semana!

*Charles Jônatas é fundador e colunista do Pokémon Lecture, um blog dedicado ao Pokémon TCG.


2 comentários

Os Intocáveis, mais um deck lock para enlouquecer seus oponentes

Por Charles Jônatas de Souza*

E aí, pessoal, beleza? Na análise de deck desta semana trago uma estratégia que é muito popular no TCG Online e que alguns jogadores acabam usando em seus decks físicos. Trata-se de um deck “Lock” que tem como principal característica impedir que seu adversário seja capaz de te atacar! Com vocês, o deck Os Intocáveis!

 

Pokémon (12):
3x Litleo (XY FlashFire)
3x Pyroar (XY FlashFire)
2x Sigilyph (BW Dragões Enaltecidos)
2x Latias EX (BW Congelamento de Plasma)
1x Suicune (BW Explosão de Plasma)
1x Druddigon (XY FlashFire)

Trainers (34):
4x Professor Sycamore (XY Base)
3x N (BW Exploradores da Escuridão)
2x Colress (BW Tempestade de Plasma)
2x Shauna (XY Base)
2x Pokémon Fan Club (XY FlashFire)
4x Bola Ultra (BW Explosão de Plasma)
2x Bola de Nível (BW Próximos Destinos)
2x Substituição (BW Explosão de Plasma)
1x Corda de Fuga (BW Tempestade de Plasma)
2x Faixa Musculosa (XY Base)
3x Startling Megaphone (XY FlashFire)
1x Sacred Ash (XY FlashFire)
1x Pal Pad (XY FlashFire)
1x Recuperação de Energia (BW Explosão de Plasma)
1x Carta do Professor (XY Base)
2x Ponte Flecha Celeste (BW Próximos Destinos)
1x Chave de Embarelhamento (BW Tempestade de Plasma)

Energias (14):
2x Energia de Fogo
2x Energia Psíquica
3x Energia Arco-Iris (XY Base)
3x Energia de Fusão Planta/Fogo/Psíquica/Dark (BW Dragões Enaltecidos)
4x Energia Dupla Incolor (XY Base)

 

Estratégia

 

Suicune e Sigilyph possuem a mesma habilidade, Safeguard. Esta habilidade nega quaisquer efeitos de ataque, incluido danos feitos por Pokémon-EX a estes dois Pokémon. Pyroar, por sua vez, não recebe nenhum dano de Pokémon Básico, graças a sua habilidade Intimidating Mane – e Latia-EX, com sua habilidade Bright Down, não recebe nem dano nem efeitos de ataques vindos de qualquer Pokémon que possua habilidades. Estes Pokémon serão seus principais recursos para travar o jogo do seu oponente. Assim como o deck Rush, o setup do seu jogo irá variar de acordo com o deck que você estiver enfrentando. Mas na maioria dos casos não há muito segredo nesta estratégia, apenas montar seu jogo com calma enquanto seu oponente tenta contornar o lock dos seus Pokémon.

Em certas partidas Pyroar pode ser mais eficiente, em outras Latias pode ter uma participação maior – assim como Sigilyph e Suicune. Para ter sempre o ativo correto para cada situação, o deck conta com 2 Substituição e 1 Corda de Fuga, além da Chave de Embaralhamento, que pode surpreender seu adversário com uma troca rápida do seu Ativo sem perder as energias ligadas. Para ajudar a recuar e continuar com o lock, o deck também conta com duas Ponte Flecha Celeste, que irá facilitar o recuo de seus Pokémon, além de ser um Estádio para dar counter em outros Estádios populares do formato.

Como o deck usa muitos tipos de Pokémon, o custo de energias dos ataques é bem diversificado. Para lidar com isso, o deck conta com 3 Energias Arco-íris e 3 Energias de Fusão (Planta/Fogo/Psíquica/Dark) que devem suprir bem suas necessidades. Sigilyph, Suicune, Pyroar e Druddigon são compatíveis com Energia Dupla Incolor – e quanto antes você começar a atacar, melhor. Portanto, o deck conta com 4 cópias da Energia Dupla, para que você seja capaz de atacar no segundo turno. Para que você não fique muito vulnerável a Martelos, o deck também conta com energias básicas e uma Recuperação de Energia que pode te dar alguma chance contra decks que descartam muitas energias. É muito importante que você não perca o card de energia do turno, visto que esta estratégia não conta com nenhum mecanismo de aceleração de energia.

O deck apresenta um bom desempenho contra vários decks do formato atual, como Virizion/Genesect, Plasma e Blastoise/Keldeo mas tem uma fraqueza muito grande para variantes de Garbodor. Justamente para não ser surpreendido por um Garbodor (que tem se tornado cada vez mais popular entre os jogadores), a lista conta com 3 Startling Megaphone para impedir que ele consiga manter sua habilidade ativada por muito tempo. Uma vez que você é totalmente dependente das habilidades dos seus Pokémon para impedir os ataques do seu adversário, é essencial que você tenha um recurso para lidar com esta brecha da estratégia.

 

Conclusão

 

O deck Os Intocáveis é relativamente barato e tem muito potencial. Embora ele possua muitos básicos, dificilmente você será capaz de atacar no seu T1. E como seu adversário quase sempre será impedido de te atacar, você não será prejudicado ao começar ou não a partida. Porém, é preferível que você comece o jogo para ter a chance de atacar no segundo turno antes de seu oponente.

O deck possui um teto de dano baixo e precisará de dois ou três turnos para derrubar seus adversários em quase todas as situações (exceto quando lidando com fraquezas). Por isso, é importante que você use bem as faixas musculosas e administre seu jogo com sabedoria para conseguir derrubar seu oponente sem que você perca muitos Pokémon.

Bom, pessoal, e por hoje é isso! Espero que vocês tenham gostado e nos vemos na próxima semana com mais uma análise. Até lá! ;)

*Charles Jônatas é fundador e colunista do Pokémon Lecture, um blog dedicado ao Pokémon TCG.

4 comentários