julho 10, 2019 -

Olá, pessoal! Jhon mais uma vez aqui para falarmos um pouco sobre o metagame de Pokémon TCG desde o lançamento da mecânica dos Pokémon Aliados.

Revelados no Pokémon Worlds Championship de 2018, os Pokémon TagTeam (Aliados) fizeram um barulho enorme desde sua primeira aparição. A grande maioria dos jogadores percebeu facilmente que a nova mecânica apresentava Pokémon extremamente poderosos, porém, havia ainda um outro grupo que além do poder dessas cartas também questionava e desconfiava de seu impacto e efetividade competitivos, uma vez que esses Pokémon, quando nocauteados, forneceriam 3 prêmios ao oponente, o que permitiria a vitória com apenas dois nocautes.

Outro motivo para esta desconfiança surgia do metagame dos torneios que antecederam o lançamento de União de Aliados, nos quais muitos decks de 1 prêmio obtiveram considerável sucesso. Desta forma, os Pokémon Aliados não deveriam apenas ser fortes o suficiente para derrubar os Pokémon-GX, mas também compensar seu risco contra os baralhos de apenas 1 único prêmio.

Dois é ruim, três é bom, um é melhor!

 Em conversas com companheiros de time, uma das pautas mais importantes que discutíamos frequentemente era a manipulação dos prêmios na partida. Durante nossos testes e especulações, cada vez mais nos aproximávamos da confirmação de um palpite inicial: a chegada dos Pokémon Aliados impactaria o formato padrão valorizando ainda mais os Pokémon de 1 prêmio, que já vinham em crescente desde a coleção Luz Proibida até Trovões Perdidos (Buzzwole, Giratina, Granbull, etc) , e desvalorizariam os Pokémon-GX que não fossem Aliados. Mas por quê?

Quando pensamos em um Pokémon, é interessante calcularmos quantos turnos ele poderá sobreviver, quantos prêmios nos custará e quantos prêmios ele conseguirá render quando estiver pronto para ser utilizado, no caso dos atacantes. A partir daí fica mais fácil perceber como os Pokémon-GX comuns perdem  força  em um metagame com Pokémon –GX Aliados e Pokémon de 1 prêmio.

Pensemos da seguinte forma:

1 Pokémon-GX precisa nocautear 1 Pokémon-GX ou dois Pokémon de 1 prize para compensar seu investimento como atacante.

1 Pokémon de 1 prize precisa nocautear 1 Pokémon de 1 prize, ou 1 Pokémon-GX em 2 ataques (mesmo que ele seja nocauteado e você tenha que utilizar outro atacante) ou nocautear um Pokémon-GX Aliados em até 3 ataques, seguindo as mesmas ressalvas anteriores.

Esta seria a matemática mínima para termo um atacante viável em cada uma das categorias. Lembrando que quando estamos falando de nocautes, não estamos falando necessariamente de One Hit K.O, mas da capacidade do Pokémon de realizar o “match swing”, que é trazer a partida a seu favor.

Seguindo esta linha de raciocínio e percebendo os resultados dos torneios nacionais e internacionais, fica fácil concluir que o metagame está focado em Pokémon de 1 prêmio ou Pokémon Aliados simplesmente pelo fato dos Pokémon Aliados mais poderosos serem capazes de nocautear até 2 Pokémon-GX sem dificuldade, comprando 4 prêmios, o que os viabiliza, além de sobreviverem aos ataques de Pokémon menores devido ao seu alto HP, o que também justifica seu uso.

Os Pokémon de 1 prêmio também se destacam, pois mesmo que não sejam devastadores como os Pokémon maiores, não causam prejuízos extremos ao serem nocauteados, além disso, soma-se o fato de muitas vezes sua “tipagem” ser explorada (como o caso do Buzzwole FLI) e estes Pokémon tornam-se capazes nocautear até mesmo um gigante Pokémon Aliados.  Outras mecânicas também favorecem esses Pokémon não-GX, como Santuário da Punição, Energia de Contra-ataque, entre outras.

Mas então, o que você me diz do Dedenne-GX, Zeraora-GX, Tapu Lele-GX, Persian-GX, Silvally-GX, Lycanroc-GX?

Não podemos esquecer que estamos falando de Pokémon Atacantes, aqueles que conquistarão prêmios em seus decks. No caso de Pokémon suporte, como os três primeiros, sua efetividade está em suas respectivas habilidades, sendo que se tornam atacantes ocasionais, porém não são o foco da montagem dos decks. É interessante apontar também que o jogador, ao utilizar estes Pokémon, deve ser cauteloso na matemática de Prêmios, pois estes Pokémon suporte podem ser o alvo final para fechar as partidas (quem nunca tomou um Lysandre/ Guzma no Shaymin-EX/ Dedenne-GX para os prêmios finais que atire a primeira pedra).

Mas existem exceções?

Sim! Elas existem. No metagame atual os Pokémon-GX que ainda permanecem como fortes competidores são: Zoroark-GX (e qualquer parceiro), Blacephalon-GX e Ultra Necrozma-GX, mas por quê?

Primeiramente, Blacephalon-GX e Ultra Necrozma-GX são Pokémon que possuem “dano infinito” e qualquer outro Pokémon com esta característica poderia aparecer nesta lista de exceções. A razão: eles podem lidar com qualquer ameaça, incluindo os gigantes Aliados fornecendo menos prêmios. Além disso, também são combinados com Pokémon menores, o que permite que lidem com um número diversificado de ameaças.

Por fim, temos Zoroark-GX e talvez fosse necessário um outro artigo inteiro para discorrer sobre esta carta. Zoroark-GX permanece forte porque é versátil. Este Pokémon pode ser pareado com absolutamente qualquer coisa, o que o permite adaptar-se ao metagame enquanto for válido. Desta forma, todos os seus parceiros atacantes também se tornam viáveis, pois são coadjuvantes que usufruem do leque de opções que a poderosa raposa oferece. Além disso, Zoroark-GX possui um “poder de cura” considerável, o que o permite lidar com ameaças menores quando não nocauteado em apenas um golpe. Seu ataque, sólido e rápido, também é ponto positivo, o que tornou o rei dos formatos enquanto existiu (pelo menos até a chegada de Reshiram&Charizard-GX).

Conclusão

O cenário competitivo encontra seu equilíbrio em dois opostos: os Pokémon-GX Aliados e os Pokémon de 1 prêmio. As exceções aparecem devido ao poder de fogo ilimitado ou versatilidade de alguns Pokémon-GX. O importante é notar como essas mecânicas interagem entre si e, durante as partidas, tentar equilibrar da melhor maneira possível a quantidade de prêmios que seu baralho “oferece” ao seu oponente, visto que há a possibilidade de forçá-lo a comprar até 8 prêmios, algo similar a estratégia do deck de Gardevoir&Sylveon-GX e ZapBeast (com a utilização de Pheromosa&BUzzwole-GX).

Por hoje é só, pessoal! Até a próxima!

Tag: , , , , , , ,