abril 29, 2019 -

E aí, treinadores, tudo bem?
No mês de Março tivemos o Regional de Fortaleza, reunindo jogadores de todo o país em uma competição emocionante e muito acirrada.
O evento reuniu 293 competidores, divididos em 29 na categoria Junior, 31 na Senior e 233 na Master e, além do evento principal, os competidores tiveram a chance de participar do League Cup.
O evento foi marcado por muitos jogos disputados, e, apesar da variedade de decks, o maior destaque dos dois dias, como já era esperado, foi para os decks elétricos, como Zapdos e Pikarom (Pikachu & Zekrom-GX). Além dos elétricos, decks contendo Zoroark-GX,  Lycanroc-GX e Lucario-GX tiveram destaque durante as rodadas.
Como reflexo do destaque desses pokémons, no top 8, os decks utilizados foram:

Top 8 Regional de Fortaleza A utilização desses decks se dá, em sua maioria pela força e rapidez de ataque. Decks elétricos em sua maioria têm uma consistência invejável, trazida por Pokémon como Zeraora-GX e Zapdos, além da força e suporte de apoiadores com Volkner e itens como o Eletropoder.
A grande quantidade de Lycanroc-GX no meta se deve ao seu poderoso ataque GX e ataque na fraqueza da maioria dos elétricos do meta.

Visão Geral do Regional

Na categoria Junior, os pequenos jogaram igual gente grande, com partidas disputadas!
O 1º lugar da categoria ficou com Pedro Augusto, com deck de Malamar, seguido de Samir Murab e seu Pikarom.
A vitória se deve, em grande parte, à consistência e rapidez em jogo proporcionadas pelo deck.
O deck, relativamente simples, ganha força com a montagem dos Malamar, que permite uma rápida energização do Ultra Necrozma-GX, principal atacante do deck. Em ambos os jogos, a montagem de 2 Malamar permitiu que o Ultra Necrozma-GX sempre tivesse condições de causar dano, e, com um forte ataque de 20 mais 80 para cada energia descartada, mesmo o Tag Team Zekrom & Pikachu era nocauteado em apenas 1 golpe.

Pedro Augusto

Pedro Augusto, campeão da categoria Junior

Já na Sênior, Pedro Petursi foi destaque, chegando na final contra Matheus Carvalho, ambos com decks variantes de Zapdos.
A match final foi disputada até o último prêmio e, durante as 3 partidas, a troca de prêmios constante devido à fraqueza do Zapdos dificultava a previsão de um vencedor.
No final, a fraqueza foi um fator decisivo, mostrando que a fraqueza dos Pokémon no metagame precisa ser levada em consideração na montagem do deck.

 

Pedro Pertusi

Pedro Pertusi, campeão da categoria Senior

Na Master, os jogos do primeiro dia serviram para mostrar que os decks elétricos estão com tudo nessa temporada.
Diversos jogadores já conceituados no cenário competitivo passaram para o dia 2, fazendo partidas de tirar o fôlego.
Na Master, William Azevedo conseguiu a 1ª colocação, chegando às finais com seu Zoroark-GX/Lycanroc-GX contra Dalton Accheto, usando um Zapdos/Lycanroc-GX.
William, apesar da grande possibilidade de controle, teve uma match complicada devido à fraqueza de seu Zoroark-GX aos Lycanroc-GX e Buzzwole.

William Azevedo, campeão da categoria Master

William Azevedo, campeão da categoria Master

No geral,  o Regional mostrou a enorme força dos Pokémon elétricos no formato, e como a adição de techs  para o ataque na fraqueza faz a diferença. A adição de cartas antimeta, como Absol, Alolan Muk e Lycanroc-GX (Dusk Form) também estiveram em alta, o que  possibilitou o controle em diversos jogos. Foi possível perceber também que mesmo não estando com a hype de quando foi lançado, Malamar ainda tem força e consegue mover Pokémon como Ultra Necrozma-GX para uma final.
E você, assistiu às partidas do regional de Fortaleza? Qual partida te fez vibrar?
Conta pra gente nos comentários, e até a próxima!

Tag: , , , ,