fevereiro 1, 2018 -

 

Saudações longínquas, treinadores e treinadoras de todo esse Brasil!

Qualquer fã de Pokémon provavelmente se lembra de pelo menos um ou outro episódio banido do Japão para o Ocidente. Armas de fogo, James vestido de mulher, Jynx beijando o Brock e assim por diante. Mas você já se perguntou quais são as cartas que tiveram suas artes alteradas por censura? Bom, eu sou Evandro Xoxim e hoje vamos matar essa curiosidade sobre o mundo de Pokémon TCG.

Antes de começar, cabe incluir aqui o comentário de que nem eu ou a Copag concordamos ou discordamos de qualquer decisão de censura dessas cartas. Essa matéria é puramente informativa sobre as curiosidades que cercam o universo de Pokémon, focado principalmente no TCG. Não há qualquer intuito de apologia.

Com isso claro, vamos à primeira carta que, logo de cara, inclui a mesma censura em mais outras duas. São elas:

1: Jynx (Base Set 31), Sabrina’s Jynx (Gym Heroes 59) e Sabrina’s Jynx (Gym Challenge 57)

Essa polêmica está diretamente relacionada à controvérsia geral do Pokémon em questão. A crítica cultural Carole Boston Weatherford escreveu o artigo intitulado “Politically Incorrect Pokémon” (Pokémon Politicamente Incorreto, numa tradução livre). Segundo a autora, após assistir um episódio em que Jynx aparece, ela alegou que o Pokémon era um estereótipo racial negativo de afro-americanos, devido sua pele preta e características faciais exageradas – o famigerado black face.

A crítica causou repercussão e um impacto fundamental na franquia, que tomou a decisão de mudar a cor da pele do Pokémon para púrpura. A partir de então, todas as Jynx no ocidente ou oriente, sejam cartas, jogos e animes, tiveram sua cor de pele alterada para o novo tom.

2. Grimer (Team Rocket 57)

Há uma sútil, porém importante diferença entre essas versões. Digamos, que a oriental é um tanto quanto mais ousada. Na versão japonesa, os olhos do Grimer estão focados para debaixo da saia da moça que cruza o bueiro.

Por sua vez, a versão americana o tornou um pouco mais inocente, com seus olhos focando para frente, como se encarasse a pessoa que olha para a carta.

3. Misty’s Tears (Gym Challenge 118)

A versão japonesa da carta apresenta Misty nua abraçando seu Pokémon. Ao invés de colocar alguma roupa, ou fazer uma edição, a arte foi alterada para algo mais literal referente às Lágrimas da Misty.

4. Koga’s Ninja Trick (Gym Challenge 115)

A imagem oriental foi censurada devido ao símbolo apresentado na carta. Apesar de, para muitos, ser interpretada como a suástica nazista, o símbolo original é o Omote Manji, um símbolo budista que traz o significado de misericórdia infinita.

Há, inclusive, dois tipos de Manji que se assemelham a suástica nazista:

“O símbolo Manji, quando virado para a esquerda Omote (frente), representa amor e misericórdia. quando virado para a direita Ura (parte traseira) representa força e inteligência. Estes símbolos são muito usados no Shorinji Kempo, uma filosofia incorporada ao budismo, devido à sua eficiência na unificação do corpo e mente. Sua forma geométrica representa a natureza imutável, direcional e infinita de Deus.” (Silvia Kawanami – Japão em Foco).

Com medo de o imaginário popular ligar o símbolo a uma propaganda nazista, o mesmo foi alterado nas cartas ocidentais.

5. Sabrina’s Gaze (Gym Heroes 125)

A carta teve sua arte censurada pois se achava que a líder de ginásio Sabrina estaria mostrando o dedo do meio para quem a estivesse observando.

6. Magmortar (Dragons Exalted 21)

Essa carta foi simplesmente censurada pela aparência ameaçadora de como o punho do Pokémon se mantém. Assemelha-se com o cano de uma arma de fogo que acaba de disparar, visto que há rastros de fumaça ao redor do buraco. Assim como aconteceu em episódios banidos de Pokémon no anime, ocorreu o mesmo com essa carta.

7. Arcade Game (Neo Genesis 83) e Card-Flip Game (Neo Genesis 92)

Ambas cartas foram censuradas pelo seu aspecto de aposta. O distanciamento e o ângulo aberto fornecem a ideia de apostas em cassinos e/ou jogos de azar (o que é ilegal em muitos países e em alguns estados dos Estados Unidos). Esse tipo de tema também causa problemáticas até hoje a franquia, visto que há de fato, um cassino em alguns jogos da série.

8. Sabrina’s Gengar (Gym Heroes 14)

Mais uma carta com relação a Sabrina que foi censurada, porém desta vez, de forma sutil. A versão original japonesa mostrava Gengar em meio a um cemitério com algumas lápides ao seu redor, em um cenário completamente sombrio. A versão americana retirou praticamente todos esses detalhes, deixando apenas a parte holográfica num fundo preto. Considerava-se que a imagem era perturbadora para crianças e também envolvia elementos relacionados à crença em espíritos e entidades fantasmas.

9. Moo-Moo Milk (Neo Genesis 101)

Talvez a mais engraçada das censuras por conta de sua bizarrice. A versão original apresentava um Sentret tomando leite diretamente das tetas de uma vaca. Considerado inapropriada para o público infantil, a mesma foi trocada por uma arte mais amigável.

 

Bom, por enquanto é só, treinadores e treinadoras.
O que acharam das curiosidades? Conhecem outras cartas que sofreram censura por causa do conteúdo? Conte nos comentários. 😀

Nos vemos na próxima!

Fontes: Bulbapedia/ The Gamer / Ptcgradio /Japão em Foco / EfourAlex Ogloza

 

Tag: , , , , , , , ,