novembro 10, 2016 -

basecopag

Saudações, mestres, mestras, treinadores e treinadoras!

Sou Evandro Xoxim, um redator da Pokémon Blast News, e um convidado pela Copag a postar algumas matérias no decorrer dos próximos meses. Na matéria passada, falamos um pouco sobre a mão inicial e sobre as probabilidades de Mulligan e de se começar com 2, 3 e até 4 Pokémon básicos na mão inicial. Caso você não tenha lido, basta clicar aqui para acessá-la e ter ideia do que iremos tratar nesse segundo Post.

Hoje retomaremos a questão da mão inicial, mas falando especificamente dos Pokémon Básicos ideais para se começar o jogo.

b) Pokémon Básicos Desejáveis

O importante não é apenas não sofrer de Mullingan, mas também ter certos Pokémon desejáveis começando como ativos. Ninguém gosta de ter aquele Shaymin EX ou Hoopa EX solitários na Mão Inicial.

Ainda que esse deck que estamos tomando como exemplo seja um deck que possui AZ e que por meio do Manaphy EX consegue recuar qualquer Pokémon sem custo algum – desde que tenha uma energia de Água ligada ao Pokémon Ativo – nunca é um bom começo ter Pokémon cuja a importância está em baixá-los durante o turno. Por isso, quais seriam as possibilidades do Ativo Inicial ideal? Interpretarei aqui os Pokémon que são os atacantes principais do deck, sendo eles 3x Seismitoad EX, 1x Aegislash EX, 1x Regice, e 2x Articuno, totalizando 7 Pokémon desejáveis.

shayminhoopa

A questão aqui, não é apenas utilizar o valor de referência da tabela do Post anterior e considerar que seus ativos ideais são seus únicos ativos, pois ainda existe a possibilidade de você começar com um Shaymin EX ou Hoopa EX sozinhos em sua mão e, neste caso, você ainda é obrigado a jogar mesmo que desejasse sofrer Mulligan. Vamos então analisar a possibilidade de ter na mão os Pokémon que não podem ter suas habilidades ativadas quando colocados como ativos iniciais.

Cabe lembrar que o Manaphy EX, por ter sua habilidade ativa constantemente, não se enquadra nas péssimas opções, como é o caso do Shaymin EX e Hoopa EX que “desperdiçam” suas habilidades. Ainda assim, Manaphy EX também está longe de ser o ativo inicial ideal, principalmente por seu baixo HP.

Para esse cálculo utilizei da fórmula em que trata do coeficiente entre as fórmulas já vistas no Post passado, onde dividimos o percentual da quantidade de Básicos Ideais, dada por P(N, n, K¹, A), pelo percentual da quantidade de básicos no deck, dada por P(N, n, K, A). Dessa forma, teríamos a fórmula como:

formulaOnde K¹ representa os Pokémon Iniciais ideais. Mas como da vez, passada: Não tema. As contas já estão prontas para você usufruir, e com uma tabela bem grandinha. Para interpretá-la, basta procurar no lado esquerdo a quantidade total de Pokémon Básicos no deck. Encontrando a linha que corresponde ao número de Pokémon BÁSICOS do seu deck, você deverá escolher a coluna em que possui a quantidade de Pokémon básicos ideais para sua mão inicial.

tabela1*Por conta dos limites de espaço, a tabela/planilha expandida só pode ser acessada na íntegra, clicando aqui.

No caso, para o deck estudado (Turbo Toad), que possuí um total de 13 Pokémon, todos básicos, no qual 8 são os ideais, podemos dizer que a probabilidade de vir ao menos um Pokémon básico é de 83,72%, onde desses há a probabilidade de 78,07% em ser um dos Pokémon Ideais.

Com essas tabelas – tanto da matéria passada, quanto desta – podemos também calcular e averiguar sobre a probabilidade de comprar algum Apoiador na mão inicial. Os apoiadores, principalmente os que fornecem manutenção de mão, isto é, comprar novas cartas, são fundamentais para a maioria dos decks, principalmente aqueles que se arriscam no competitivo sem o uso de Shaymin EX (Sim… eu sei que isso é bem raro). Então, quais seriam as probabilidades de comprar um Apoiador logo na mão inicial?

c) Chance de Suporte para manutenção de Mão

É valido lembrar que as das construções de tabelas presentes nessas matérias foram feitas para Pokémon Básicos, entretanto, as mesmas são base para questão de Cartas Apoiadores que forneçam manutenção mão, como é o caso do N, Professor Sycamore, Shauna, Professor Birch e dentre outros.

Mas inicialmente, vamos demonstrar probabilidade de ser retirar um Apoiador qualquer na mão inicial. Para isso, usaremos a mesma fórmula:

formula2

Entretanto, lidaremos com valores diferentes, principalmente de deck. Nesse caso, consideramos que N representa 59 cartas, e não 60 como anteriormente. Isso ocorre, pois é necessário que exista um Pokémon Básico na sua mão inicial, afinal, de outra forma, você embaralharia o deck novamente até que esse inicial apareça. Logo, pelo menos uma carta deve ser obrigatoriamente um Pokémon básico, o que reduz tanto a quantidade de cartas no deck, quanto na compra, que será representado por n= 6 e onde K representa a quantidade de Apoiadores no deck.

No deck Turbo Toad, usado de exemplo até então, temos os seguintes Apoiadores: 2x Juiz (Judge); 1x AZ; 2x Lysandre; 3x Professor Sycamore; e 1x Xerosic. Totalizando 9 apoiadores.

Para facilitar a sua vida, novamente temos uma tabela prontinha:

Quantidade de Apoiadores

Probabilidade  Apoiador na Mão Inicial
1

10,17%

2

19,46%
3

27,94%

4

35,66%
5

42,68%

6

49,05%
7

54,82%

8

60,03%
9

64,73%

10

68,96%
11

72,76%

12

76,17%

13

79,21%

14

81,92%

15

84,33%
16

86,47%

17

88,36%

18

90,02%

19

91,48%
20

92,76%

21

93,87%

22

94,84%
23

95,68%

24

96,40%

25

97,02%
26

97,54%

27

97,99%
28

98,37%

29

98,68%

30

98,95%

Dessa forma, a probabilidade de se sair com ao menos um Apoiador é de 60,03%.

supporte

Entretanto, entramos num conflito. Afinal, na maioria dos casos Lysandre, Xerosic e AZ não são boas primeiras opções por (desconsiderando AZ +Shaymin EX) não oferecerem manutenção de mão. Os apoiadores, principalmente os que fornecem manutenção de mão, isto é, comprar novas cartas, são fundamentais para a maioria dos decks, principalmente aqueles que se arriscam no competitivo sem o uso de Shaymin EX (Sim… eu sei que isso é bem raro). Então quais seriam as probabilidades de comprar um Apoiador Ideal logo na mão inicial?

Para calcularmos a probabilidade de se conseguir algum Apoiador que forneça manutenção de mão na mão inicial, podemos utilizar a fórmula:
formula3 Ok. Vamos fugir do pesadelo matemático e novamente apresentar uma tabela prontinha, recém saída do forno (Até porque o princípio dessa fórmula já foi explicado na matéria passada).

tabela2*Por conta dos limites de espaço, a tabela/planilha expandida só pode ser acessada na íntegra, clicando aqui.

No caso, para o deck estudado (Turbo Toad), que possuí um total de 9 Apoiadores, no qual 5 deles proporcionam uma manutenção de mão, sendo portanto os ideais (2x Juiz e 3x Professor Sycamore) e com probabilidade de 65,93% de serem eles a estarem na mão inicial, quando existir um Apoiador nela.

Por fim, na próxima matéria, iremos analisar de uma forma geral todos os resultados obtidos com essas estatísticas, falaremos de Techs (alterações no deck) e o que tipo de efeitos proporcionam, e também comentaremos sobre as principais cartas do formato que proporcionam cálculos complexos de mais para serem realizados numa partida. Também citarei sobre a condição de fazer “Controle do Deck”, e até que ponto isso ajuda.

Agradeço por ter lido até aqui. Não esqueça de acessar e conferir as demais redes sociais da COPAG e da Pokémon Blast News. Caso queira pode me seguir também no Twitter.

Tag: , , , , , ,