maio 13, 2015 -

Por Edgar Shinagawa

Olá, pessoal! Com uma semana do lançamento oficial de XY – Roaring Skies, várias pessoas ao redor do mundo já montaram e testaram alguns decks. Certamente, a ideia que mais se tem falado e gerado um grande hype (“assunto da moda”) é o deck de Mega Rayquaza. Porém, ideias usando Mega Gallade e Dusknoir, Primal Groudon e Gengar-EX também têm surgido.

Como prometido semana passada, irei falar como eu acho que as novas cartas podem mudar a forma de montar os decks e, ao final, irei colocar uma lista base do deck de Mega Rayquaza. Vamos nessa? 🙂

 

Comprando cartas

 

Em 2002, quando comecei a jogar Pokémon TCG, não haviam divisões entre Item e Supporter. Assim, era possível usar várias cartas de compra no mesmo turno, já que existiam Professor Oak (mesmo efeito de Sycamore/Juniper), Computer Search (que não era um Ace Spec) e Item Finder (mesmo efeito de Dowsing Machine, mas não era Ace Spec também) – o que possibilitava comprar praticamente o deck inteiro no primeiro turno.

Em algum momento após eu me afastar do jogo (depois de 2003) houve o aparecimento de Supporter – que, no geral, faziam a compra de cartas, o que diminuiu o ritmo de jogo em relação ao formato da Base Set. Quando retornei, em 2012, encontrei um cenário completamente diferente do que eu conhecia antes.

Ao me adaptar ao formato, em 2013 (BW-On) cheguei à conclusão de que a quantidade de Supporter para um deck rodar consistentemente era de 13 a 14, e as energias necessárias eram por volta de 12. Desde então, estes números vêm caindo, estando na média entre 8 e 10, visto a introdução de Itens que permitem a compra de cartas ou a utilização de cartas que buscam Supporters.

O lançamento de duas cartas na coleção XY -Roaring Skies pode impactar a forma como se constroem os decks. Isto porque ambas permitem a compra de cartas, uma na forma de Pokémon (Shaymin-EX) e outro na forma de Item (Trainer’s Mail).

Shaymin-EX e Trainers'Mail

Aliado a cartas como Bicycle, Roller Skates, Acro Bike, Jirachi-EX e VS Seeker, estamos em um formato onde é possível usar apenas 4 cópias de Professor Sycamore e 1 Lysandre Trump Card, abrindo bastante espaço no deck.

Se por um lado é possível acelerar seu jogo comprando com as cartas mencionadas anteriormente, por outro o uso quase que exclusivo de Itens e Jirachi/Shaymin abre espaço para que Seismitoad (ou Trevenant) e Silent Lab consigam travar seu jogo.

Assim, pode-se dizer que vão existir três grandes grupos de decks neste Nacional:

1) Aqueles que utilizam poucos Supporters, confiando a compra de cartas em Itens e Jirachi/Shaymin, apostando na baixa utilização de Seismitoad (ou Trevenant) e Silent Lab, sendo decks bastante rápidos em causar alto dano:

2) Aqueles que preveem o grande uso dos decks do tipo 1, optando por cartas para atrasar o adversário:

  • Variações de Seismitoad-EX
  • Variações de Trevenant (XY Base Set)
  • Uso de Silent Lab e Hammers

3) Aqueles que preveem a popularidade de decks do tipo 2, optando por um número conservador de Supporter de forma a não serem muito prejudicados pelos decks do tipo 2 e/ou utilizando Pokémon com vantagem sobre Seitmitoad-EX:

Sendo que estes três grandes grupos formam quase que uma tríade de Pedra-Papel-Tesoura (ou Grama-Fogo-Água, já que estamos falando de Pokémon). Digo “quase” porque, apesar de o grupo 1 levar vantagem sobre o grupo 3 e o grupo 2 sobre o grupo 1, decks do grupo 3 ainda sofrem contra os do grupo 2.

 

Mega Rayquaza (Incolor)

 

Este é o deck da moda. Como mencionado na semana passada, este Pokémon é capaz de causar 240 de dano, o suficiente para nocautear quase tudo no formato (exceto Safeguards e Wailord-EX), desde que você tenha 8 Pokémon no banco.

Vi alguns casos de decks que conseguem alcançar este dano logo no primeiro turno, já que a Ancient Trait do Mega Rayquaza burla a lei de evolução no primeiro turno. Uma possível base para o deck seria:

 

RayquazaPokémon (11):
4x Rayquaza-EX (XY Roaring Skies)
3x M-Rayquaza-EX (XY Roaring Skies)
4x Shaymin-EX (XY Roaring Skies) 

Trainer (28):
4x Professor Sycamore
1x Lysandre
1x Lysandre Trumph Card (Coringa de Lysandre)
2x Winona
4x Mega Turbo
4x VS Seeker (Explorador VS)
4x Ultra Ball (Ultra Bola)
3x Rayquaza Spirit Link
1x Computer Search (Pesquisa no Computador)
4x Sky Field 

Energy (10):
4x DCE (Dupla Incolor)
6x Basic (Básica)

Total = 49 cartas

 

Das 11 cartas que são necessárias para completar a lista acima, deve-se colocar entre 5 e 7 Pokémon básico, visto que são necessários 8 Pokémon no banco para causar os 240 de dano. Algumas opções são:

Exeggute + Battle Compressor
A ideia é de que, quando seu adversário quebrar o Sky Field, você descarta os Exeggute, que podem ser voltados para a mão. Além disso, Battle Compressor possibilita você descartar os Exeggute do deck para poder pegá-los com a habilidade, além de jogar energias para o descarte, facilitando o uso de Mega Turbo.

Robô Substituto
Outra carta versátil para aumentar o banco.

Altaria (XY Roaring Skies)
Dada a fraqueza elétrica do Rayquaza, é possível que muitas pessoas utilizem Raichu. Altaria remove a fraqueza dos Pokémon incolores.

Raichu (XY – Base)
Raichu pode não ser um atacante tão forte quanto Rayquaza, mas é um Pokémon não-EX. Além disso, pode ser bastante útil contra Yveltal e outros decks de Rayquaza.

Empoleon + Archie’s
Vi algumas listas usando 2 Empoleon e 1 Archie’s para auxiliar a compra de cartas. Se optar por isto, utilize energias de água.

Virizion-EX
Utilizado quase que exclusivamente pela sua habilidade. Neste caso, use energias de grama.

Ninetails (XY – Primal Clash)
Este Pokémon irá impedir que seu adversário remova seu Sky Field de campo.

Jirachi-EX
Em algumas situações, é melhor pegar um Supporter específico do que comprar cartas.

Como mencionado anteriormente, este deck pode ser enquadrado no grupo 1, sendo extremamente rápido e poderoso, porém sendo facilmente desestabilizado por Seismitoad-EX, Silent Lab e Hammers. Outra grande desvantagem, é a ausência de um atacante não-EX, o que pode trazer enormes dores de cabeça contra Sigilyph ou Suicune.

 

Conclusão

 

ShayminA escolha do deck para o Nacional será uma decisão extremamente difícil para os jogadores. Com três grandes grupos de decks, cada um com suas vantagens e desvantagens, o campeão, além de muita habilidade, também precisará de sorte nos emparceiramentos, visto que é bastante difícil prever o que irá jogar.

Acredito que a quantidade de decks de Seismitoad-EX será considerável. Porém, pode ocorrer de muitos jogadores pensarem desta forma, optando pela utilização de decks que têm vantagem contra o Sapo. Por outro lado, outros jogadores podem pensar mais adiante, prevendo uma grande quantidade de decks contra Seismitoad, o que torna o uso de decks do grupo 1 uma ótima escolha.

E por hoje é só, galera! Semana que vem eu volto com mais dicas de como você deve se preparar para o Nacional. Se você gostou, deixe uma mensagem aqui nos comentários. Dúvidas, sugestões e críticas também são bem-vindas. Até a próxima! 😉